Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Imóveis Arrendamento > Vizinhos Barulhentos - Como agir

Vizinhos Barulhentos - Como agir

Visitas: 57
Comentários: 253
Vizinhos Barulhentos - Como agir

Houve quem inventasse a célebre frase: “Não há nada melhor do que a vida no campo!” Se para uns o entendimento desta frase passa pela ideia de que a vida do campo são sopas e descanso, para outros o entendimento pode ser bem diferente.

Por norma, no campo, os vizinhos estão bem afastados, e se existem muitos para quem os prédios cheios de gente e os condomínios com vizinhança próxima são o ideal, para muitos, esta vida de sociedade em prédios citadinos é um verdadeiro pesadelo.

Muitos mais do que se imagina são os que vivem verdadeiros pesadelos dentro da sua própria casa, causados pelos vizinhos. Estes podem ser por vezes, barulhentos, mal-educados, pouco cívicos e com uma falta de bom senso inacreditável, assombram quem quer descansar e dormir. Se tem vizinhos destes, este texto é para si.

Uma das situações mais frequentes são os saltos altos da vizinha de cima. Um toc-toc-toc que nunca mais acaba, quer a dita senhora entre em casa de dia de noite ou de madrugada.

O arrojar de cadeiras e bancos também é frequente, se forem feitos durante o dia não há problema, mas durante a noite pode-se tornar realmente incomodativo.
As crianças também fazem parte do leque de barulhos, mas convenhamos, são crianças e se um bom crescimento obriga a deitar cedo, a partir das 10 horas da noite, a correria acaba.

As festas, são o mais escandaloso na luta contra o descanso dos outros. Podemos apanhar um daqueles vizinhos solteirões dados a conquistas e que adora oferecer festas? Ou então aqueles casais que gostam muito de receber outras pessoas em casa sem um aviso prévio aos restantes moradores ou que o fazem durante a semana, em vez de tentar fazer jantares longos ao fim-de-semana. Aí é que a luta pelo sue merecido descanso, poderá vir a ser uma guerra civil.

Como lutar contra isto? Aqui vão pequenas dicas:



Antes de mais, o mais importante, e não caso se depare com uma situação destas, convém que tenha uma boa relação com os seus vizinhos, desde o início. Tente sempre, ser o mais civilizado possível com o seu vizinho, caso uma situação desta surge.

Dirija-se a ele e fale-lhe acerco do quê é que o anda a incomodar. Não se faça nem de coitado, nem de ofendido. Fale com ele sem problemas. Explique-lhe que os seus filhos precisam deitar-se mais cedo que os dele, pois entram mais cedo na escola. Com simpatia à partida a coisa fica resolvida.

Se o seu vizinho for teimoso e insistir no barulho, vá mesmo em pijama tocar-lhe à campainha e peça-lhe que coloque a música um pouco mais baixa por que necessita dormir. Com um ar menos simpático e ele irá perceber imediatamente que tem estado a abusar.

Se mesmo assim, a coisa não fica resolvida e até tem a sensação que ele faz de propósito, e antes de usar a polícia como ultimo recurso fale da questão aos seus responsáveis de condomínio. Se mesmo assim, a falta de respeito se mantiver, recorra à polícia. Existe uma Lei (Lei do Ruído) em Portugal que nos obriga a respeitar o descanso dos outros. Atos que provoquem a destabilização da Paz e descanso dos outros são puníveis por lei.


Carla Horta

Título: Vizinhos Barulhentos - Como agir

Autor: Carla Horta (todos os textos)

Visitas: 57

808 

Imagem por: TheNickster

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 253 )    recentes

  • Isabel

    10-09-2015 às 23:04:53

    E se os vizinhos forem ciganos, fizerem festas até ás tantas regularmente e depois de chamadas várias vezes a polícia, eles continuem? Quanto ás coimas, duvido que as paguem. Complicado, né?
    Os putos tocam á campainha de qualquer vizinho, como retaliação acordam os vizinhos cedo ao fim semana, que suspeitam que chamam a polícia, para além de insultos do género: se apareces á minha porta, deito-te da janela abaixo e ...

    ¬ Responder
  • angelina

    16-01-2015 às 12:34:32

    meu vizinho faz barulho totó dia as 22;00 ate as 3;00da manha quando vou reclamar ele acha rui esta noite fui reclamar ele falou que vai me deixar no hospital que eu conheço ele já reclame com o dono da casa onde eu pago aluguel que e mesmo do dono que o dele tudos os vizinho reclama dele mais tem medo dele oque fazer estou com medo dele também que ajente não sambe de onde ele veio e ameaça a jente

    ¬ Responder
  • ricardo fernandes

    03-10-2014 às 16:33:54

    boa tarde
    eu tenho uma vizinha de cima, que após 1 ano e meio, e mesmo sabendo que moro com idosos, fazia festas e algazarras. Ela retirou o interfone para não ser incomodada em suas festas. Fiz então um boletim de ocorrência, e só assim, ela nos deus paz por 6 meses, quando novamente voltou a incomodar. Meu pai então, fez um Boletim de Ocorrência na delegacia do idoso. O síndico mora na frente dela e o subsíndico é funcionário da mesma. Eu já pedi por diversas vezes um breve relato de todas as providências tomadas e cópia de minhas reclamações. O síndico sempre se negou a me dispor de tudo o que solicitei.
    Então, a moradora agora, pisa com seus saltos mirabolantes e arrasta móveis pela noite a dentro.
    Eu enviei então emails para a administração, que, sempre diz que "meus emails viram spam", mas o estranho é que, eu sempre enviei emails e quando as reclamações ficaram frequentes, virou spam. Então, enviei e-mail para eles do meu trabalho, onde não tive retorno.
    Todas as minhas reclamações foram registradas no livro de ocorrências, e o porteiro comprovou que estava mesmo havendo festas.
    Como devo proceder???

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    09-10-2014 às 00:59:08

    Olá,
    Você pode mover a ação moral na justiça de pequenas causas com todas as provas palpáveis em mãos.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • igina

    01-10-2014 às 13:55:01

    ólá, faz uns 8 meses que me mudei, e o namoradinho da filha da minha vizinha passa todo dia,toda hora na frente do meu portão e xinga meus cachorros, e chuta meu portão. o que eu posso fazer em relação a isto ?

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    02-10-2014 às 16:35:03

    Boa Tarde, Igina!
    Você precisa ter provas contra ele para, então, mover uma ação moral. Pode tentar a conversa amigável, mas se não resolver pode contactar um advogado.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • Angela Matos

    09-09-2014 às 05:11:18

    Ao lado do prédio que moro, tem uma casa que todos os dias os moradores, se xingam, gritam muitos palavrões, uma baixaria só, esses vizinhos são idosos e não respeitam nem a netinha de 7 meses.
    Gostaria de saber a quem denunciar, uma vez que,a idosa manda os vizinhos tomar...Obrigada, Angela Matos

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    11-09-2014 às 19:04:15

    Olá, você pode fazer a denúncia por escrito na delegacia mais próxima. Faça um Boletim de Ocorrência (B.O).
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • grazielle alves

    05-09-2014 às 16:50:59

    eu tenho uma vizinha velha e muito chata que joga lixo em minha recidencia e quando eu limpo meu terreiro e ponho fogo no lixo para evitar bichos ela joga agua e apaga meu fogo molhando meus cao minhas criaçao e ate mesmo meu filho de treis anos o que devo fazer?

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    07-09-2014 às 23:06:48

    Olá, você pode denunciá-la e até mesmo mover uma ação contra ela por ferir a moral e o bom costume social. Procure um advogado para se informar melhor, é na justiça de pequenas causas.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • jose luiz

    16-03-2014 às 09:38:44

    Tenho um vizinho de nome Felipe, o miserável é evangelizo e em virtude disso adora cantar os seus hinos até ai tudo bem , porém ele o faz como se estivesse no coral ou na sua igreja ou seja bem alto, e que se dane o mundo por ser o caçula e 'nervosinho' os pais saem para o trabalho ao lado e deixam o 'bonitinho reinar à vontade,muitas vezes coloco tampões nos ouvidos mais sinceramente tenho vontade de estrangular o miserável.

    ¬ Responder
  • Eliane

    12-02-2014 às 06:29:50

    São 4:05 da manhã e minha vizinha não nos deixa dormir...Faz pouco mais de um ano que nos mudamos pra cá,a dona da casa não comentou que a vizinha da frente era esclerosada...ela briga e fala sozinha o dia e a noite inteira...briga com o cachorro que faz sujeira no pátio e então ela amarra ele no portão sem água e sem comida pra ele não fazer mais...coisa de gente maluca mesmo...grita dizendo que tem ratos dentro de casa e bate nos móveis com a vassoura,puxa fogão pra fora de casa de madrugada porque diz ter ratos...fala que tem uma pessoa que tenta envenenar ela e a deixar doente,que mexe nas coisas dela e tira do lugar que ela deixou...e assim segue,todas as noites...nenhum vizinho faz nada,acham tudo normal...como uma pessoa assim pode morar sozinha?Não ter nenhum tipo de tratamento?Tenho pena dela,mas sinceramente,está ficando insuportável...Já entrei na casa dela e na parte superior é um lixo...uma casa linda,mas cheia de pó...ela tem medo de subir,porque diz ter gente que quer fazer mal a ela lá em cima...não dorme na cama,dorme na escada,sentada,porque diz não conseguir mais levantar por causa da coluna...passa o dia sentada em uma cadeira na porta,cuidando de quem passa,nada escapa dela...de noite a mesma coisa,canta na porta,conversa sozinha,briga e muitas vezes quebra coisas dentro de casa...nos assustamos nas primeiras vezes até entender que não tinha ninguém mais dentro da casa além dela e do cachorro "monte de merda" como ela chama ele quando xinga porque ele faz cocô ou xixi...Sinceramente não sei que atitude tomar sem prejudicar ela...ou será que estarei ajudando se denunciar a situação...acho que os filhos dela não sabem que isso acontece rotineiramente...muito triste,entendo a situação dela,mas sofremos com a falta de paz e de silêncio...

    ¬ Responder
  • Sabina maia de lima e silva

    30-01-2014 às 22:01:40

    Moro do lado de um residencial,crianças jogam brita por cima do muro(2,50m de altura)entra pela janela cai por todo lugar dentro de casa,do prédio ao lado jogam sacola com lixo em cima de nosso telhado,o sindico deles não nos atende para que possamo conversar não sei como agir nessa situação.Teve um dia que entrou uma brita pela janela e acertou a cabeça da minha filha que veio me visitar.Se puder me orientar agradeço

    ¬ Responder
  • E

    09-03-2014 às 22:47:01

    moro em casa de telha e meus vizinhos jogão de tudo em cima do meu telhado, construirão um muro no lugar de uma parede então roupas, sapatos, latinhas, restos de comida, embalagens, tudo cai no telhado e quando é algo que os interesse eles ainda tem a cara de pau de mexer no telhado para pegar.
    o que devo fazer?

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãoajtaoital

    06-01-2014 às 23:34:46

    Sou bobo não, falar com a polícia , nem pensar depois o maluco vem vem e me passa o rodo. Prefiro ir pro or
    Orelhao e denunciar o miaeravel. Não vale a pena dialogar , ele já ta mostrando o que é, o pau que nasce torto, não tem jeito.




    ¬ Responder

Comentários - Vizinhos Barulhentos - Como agir

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O segredo de Van Gogh (Campo de Trigo com corvos)

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Arte
O segredo de Van Gogh (Campo de Trigo com corvos)\"Rua
Muitos são os materiais indispensáveis ao funcionamento de uma empresa. Alguns de uso corrente, outros nem por isso e enquanto alguns são dispensáveis, outros há que fazem parte do trabalho, como se do ar empresarial se tratasse.

Canetas e blocos, computadores e faxes, secretarias e cadeiras, enfim, um sem número de coisas de que nos lembramos que fazem parte do dia-a-dia das empresas. Existem depois, alguns utensílios que são impensáveis para um ramo, mas que para outros são imprescindíveis. Caso disso são as máquinas de etiquetar.

As máquinas de etiquetar podem, ao contrário do que possa julgar à partida ter uma funcionalidade dentro de um escritório, ter uma utilidade única.

Quando um ramo empresarial obriga a registos em pastas em número substancial, ou até mesmo para identificar documentos, a máquina de etiquetar torna a função muito mais fácil, rápida e eficaz.

Dependo do ramo, as máquinas de etiquetar podem ser diferentes.

Existem máquinas, cuja única função é fazer salientar datas, e aqui os números podem ser alterados à mão e de forma simples, bastando para isso rodar os dígitos uma vez por dia.

Embora à partida julguemos que as máquinas de etiquetar são básicas, a realidade é que podem ser muito complexas. Se anteriormente foi dado um exemplo de máquinas simples e manuais, posso apresentar-lhe um exemplo de uma máquina bastante sofisticada.

Imagine que uma empresa tem de registar milhares de impressos por dia e que todos os impressos têm obrigatoriamente de ter um número sequencial. Aqui, uma máquina electrónica que se encarrega de entregar a cada etiqueta um número único e seguido, consegue transformar uma tarefa complicada e muito exaustiva, numa atitude perfeitamente normal e do quotidiano no trabalho.

As máquinas dependem, sendo electrónicas de um rolo de etiquetas que é impresso e que sai pronto a colar no local necessário.

Os rolos são comprados à parte e podem conter até 1000 etiquetas. Naturalmente que saindo impressas de forma automática, estas maquinas requerem um pequeno deposito de tinta que pode ser em formato de dispositivo (tipo tinteiro) ou através de recarga de tinta.

Apesar do valor de uma maquina de etiquetar ser mais cara e do seu uso ser também mais dispendioso, certo é que nada como um bom utensílio de trabalho que poupe dores de cabeça aos colaboradores.

Há venda em grandes superfícies comerciais especializadas em materiais de escritório, estas máquinas requerem atenção na altura da compra, pelo que o melhor é fazer um pequeno estudo antes da compra e pedir ajuda na própria loja.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:O segredo de Van Gogh (Campo de Trigo com corvos)

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: TheNickster

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    17-06-2014 às 02:30:44

    As obras de Van Gogh são bem inspirativas. Amei saber dessa história.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • 15-04-2014 às 23:54:00

    É verdade que 3 dos mais caros top 10 quadros do mundo são de Van Gogh?

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios