Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > TV HIFI > Televisão – De uma Sensação a Outra

Televisão – De uma Sensação a Outra

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: TV HIFI
Visitas: 2
Televisão – De uma Sensação a Outra

Decorria o ano de 1987 quando pela primeira vez houve uma televisão na minha casa. Era um aparelho a preto e branco que conseguiu prender a minha atenção por todos os minutos em que transmitia algo, sim, porque nesse tempo tínhamos que esperar a abertura da emissão, não havia programas para ver vinte e quatro horas no dia.

Lembro-me que aos sábados de manhã acordava cedo e ficava à espera que desaparecesse a mira técnica para dar lugar aos desenhos animados, no entanto depois que começava a emissão, também os meus olhos não saíam do ecrã, e ria até com a publicidade que achava engraçadíssima.

A sensação que causava era fantástica e era difícil quando as crianças tinham que se deitar à hora do Vitinho… e então eu não via mais nada… que dificuldade esperar até ao outro dia…

Hoje, o tempo é outro, as coisas mudaram, e quando as crianças nascem, já há televisão em casa, muitas são mesmo educadas por ela, daí que falta aquele calor humano nas pessoas dos nossos dias… hoje não se tem que esperar pela televisão, ela está lá as vinte e quatro horas do dia, ela está lá, quer precisemos dela ou não, hoje as publicidades já não têm graça e temos um comando que muda de canal com a maior das facilidades logo que chega ao intervalo… Hoje perdemos a paciência para esperar, e se embora de dois canais tenhamos passado a dispor de uma infinidade, muitas vezes temos que virar as costas e ir embora porque não está a dar nada com interesse.

Naqueles tempos parávamos para ver o telejornal, hoje os boletins noticiosos são tantos e transmitem tão pouco quanto o muito que procuram causar sensação através de tantas coisas que não correspondem às realidades vividas…

Hoje o jornalista não procura acontecimentos para ter uma noticia, hoje as notícias fabricam-se são anunciadas com frases sensacionalistas para prender o telespectador, e quando vemos o conteúdo não tem nada daquilo que esperávamos…

Hoje temos muitos meios… perdemos a “magia”… mas a caixa está lá, e podemos escolher o que ver dentre o leque alargado de oportunidades, podemos gravar e ver mais tarde… somos afortunados pela quantidade de tecnologia de que dispomos… mas precisamos voltar ao tempo em que a família se reunia em volta de um mesmo programa… a sensação que me causa é que hoje uma casa tem várias televisões, e cada elemento das famílias vê o seu programa, e a cada dia que passa as pessoas vão se tornando robots autónomos que esquecem que fazem parte de um todo que deve estar unido em volta de objetivos comuns…


Ana Sebastião

Título: Televisão – De uma Sensação a Outra

Autor: Ana Sebastião (todos os textos)

Visitas: 2

601 

Comentários - Televisão – De uma Sensação a Outra

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O que é uma Open House?

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Imóveis Venda
O que é uma Open House?\"Rua
Este é um tema que vem pôr muito a lindo o trabalho de alguns mediadores imobiliários e do seu trabalho.

Quando temos um imóvel para vender, muitos são os métodos a utilizar e os meios que nos levam até eles para termos o nosso objetivo cumprido – A venda da Casa.
Quando entregamos o nosso imóvel para que uma mediadora o comercialize, alguns aspetos têm de ser tidos em conta, como a legalidade da empresa e quem será a pessoa responsável pela divulgação da sua casa, mas a ansia de vermos o negócio concretizado é tanta, que muitas vezes nos escapa a forma como fazem a referida divulgação e publicidade do imóvel.

Entre anúncios na internet e as conhecidas folhas nas montras dos estabelecimentos autorizados, muitas mediadoras optam por fazer uma ação que está agora muito em voga que é uma Open House. Mas afinal, o que é isto de nome estrangeiro que tanto se vê pelas ruas e em folhetos de anúncio?

Ora bem, a designação em Português é muito simples – Casa Aberta. E na realidade, uma Open House é isso mesmo. Abrir uma Casa para que todos a possam ver. NO entanto, requerem-se alguns aspetos que as mediadoras normalmente preveem, mas que é fundamental que o proprietário do imóvel também tenha consciência e conhecimento.

Por norma as imobiliárias só fazem este tipo de intervenção e ação em imóveis que têm como exclusivo, isto é, quando é uma só determinada mediadora, a autorizada a poder comercializar o imóvel.

Em segundo lugar, este tipo de ação de destaque requer à mediadora custos com tempo, recursos humanos e financeiros.
A mediadora começa por marcar um dia próprio que por norma é datado para um feriado ou fim de semana. Faz então publicidade local através de folhetos e flyres anunciando a Open House, o dia e a hora, tal como o local. Muito provavelmente serão tiradas fotografias ao seu imóvel.

Através de redes sociais também poderão ser divulgadas as ações.
No dia da Open House, o local será indicado com publicidade da sua casa e da imobiliária e começarão a aparecer visitas ao imóvel.

Sugiro que não tenha mobiliário e muito menos valores em casa. O ideal será o imóvel estar desocupado de todos e quaisquer bens, por uma questão de segurança, mas também porque as áreas parecerão maiores e isso com toda a certeza ajuda à venda.

A imobiliária será responsável pela limpeza e trato do imóvel, pelo que se ocorrerem danos, serão eles os responsáveis.
Neste tipo de ações, é normal que a concorrência das imobiliárias apareça e faça parcerias que para si só trará vantagens.

Uma Open House pode não ser uma ação de destaque em Portugal, mas por exemplo nos Estados Unidos, é o normal e mais agradável. Os clientes não se sentem pressionados como numa visita normal e os negócios concretizam-se com muito mais rapidez e naturalidade.

Pesquisar mais textos:

Carla Horta

Título:O que é uma Open House?

Autor:Carla Horta(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios