Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > TV HIFI > Televisão – um pouco de história

Televisão – um pouco de história

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: TV HIFI
Visitas: 8
Comentários: 5
Televisão – um pouco de história

Tecnologicamente, a televisão é um sistema eletrónico de receção de imagens e som. Socialmente, é a maior companhia de muita gente.

Por volta dos anos 1920, iniciou-se a busca de um método que agrupasse e transmitisse ondas se som (como já se tinha feito anteriormente com o rádio) e de imagem. A primeira televisão da história data de 1928.

Ernst Alexanderson, engenheiro da GM, conseguiu a primeira transmissão com qualidade de som e imagem ainda para apenas três casas. Os primeiros aparelhos de televisão eram apenas rádios com um disco giratório mecânico que produzia imagens do tamanho de um selo postal.

A primeira transmissão com alta definição aconteceu em 1935, na Alemanha, com os Jogos Olímpicos de Berlim. Devido a todos os avanços sociais, económicos e tecnológicos sucedidos até à Segunda Guerra Mundial, foi ganhando uma popularidade cada vez maior. A primeira televisão a cores surgiu nos Estados Unidos em 1954. No início do século XXI, através de esquemas de modulação e compressão de imagens superiores, a televisão digital permite um enorme aumento da qualidade de imagem.

Foi a partir das Olimpíadas de Berlim que a televisão começou a ser vista como meio de divulgação para as massas, o novo “ópio do povo”, que se pensou vir a acabar com o cinema. No entanto, estas indústrias viriam a complementar-se, uma vez que a tecnologia ao serviço da televisão era algo ainda extremamente caro para a grande maioria da sociedade. A indústria de Hollywood, sentindo-se ameaçada, começou a fazer filmes em modo cinemascope, um método que consistia num ecrã largo que proporcionava ao público a sensação de fazer parte da ação.

No entanto, a televisão ganhava a primazia e começava a invadir as casas das pessoas através de programas de entretenimento, de notícias ou de divulgação, fazendo com que todos os hábitos familiares e sociais se alterassem por completo. A televisão tem um mercado de milhares de milhões, uma vez que atinge todos os públicos de todas as faixas etárias e extratos sociais. Seja para entreter, para educar ou para divulgar, entre muitas outras atividades que se podem desenvolver pela televisão, este instrumento é um dos melhores meios de divulgação, sendo apenas ameaçado no início do séc. XXI pela Internet. Apesar do choque inicial, estes dois serviços conseguem complementar-se através da produção e divulgação de conteúdos.

Apesar de frequentes ameaças que possam ter surgido ao longo dos tempos, estas acabaram por se transformar aliadas, uma vez que está mais do que provado que o poder da televisão é enorme.


Luís Seco Passadouro

Título: Televisão – um pouco de história

Autor: Luís Seco Passadouro (todos os textos)

Visitas: 8

789 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 5 )    recentes

  • Yuri SilvaYuri

    22-09-2014 às 22:05:45

    Sempre é interessante saber das histórias em que surgiram muitas das coisas que hoje temos. Como, por exemplo, a televisão. Algo que é útil na vida das pessoas.

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    03-06-2014 às 23:46:31

    A televisão é bem antiga mesmo. Adorei saber sobre a sua história. Valeu!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãodudinha

    02-05-2012 às 23:54:39

    gostei muito da mensagem... continue assim.Ok!!!
    By/: Dudinha.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoAnacleto e Srª Jorquina

    20-05-2011 às 13:01:01

    Mai lindo
    Cosinha mai linda

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoAlucardmcm

    09-05-2011 às 12:03:15

    LOOK AT MY HORSE..O.o MY HORSE IS AMAZING!!!! GIVE IT A LICK..mMMM I TASTES LIKE RAISINS!!!

    ¬ Responder

Comentários - Televisão – um pouco de história

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Dicas para decorar salas pequenas.

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Decoração
Dicas para decorar salas pequenas.\"Rua
A realidade das grandes cidades é que a maioria das pessoas mora em espaços pequenos. É fato também que todos desejam ter um ambiente acolhedor e aconchegante para receber amigos. Em contrapartida, na medida em que os espaços encolhem, a quantidade de aparelhos eletrônicos que utilizamos aumenta cada vez mais. Há ainda quem use a sala como home-office.

Nesta busca de inspiração para organizar e incrementar sua sala, encontramos uma série de sites especializados e blogs com muitas, muitas ideias. O conceito de D.I.Y. (do it yourself) que significa "faça você mesmo” nunca esteve tão na moda. É uma alternativa para reduzir gastos com mão de obra e nada melhor do que criar um espaço com um toque todo seu. Inspirações e ideias não faltam. Hoje, de certa forma todos nos sentimos meio decoradores.

Mas planejar a decoração de uma sala pequena exige alguns cuidados para que o ambiente não fique entulhado de móveis, disfuncional ou até mesmo desagradável.

Confira algumas dicas para decorar sua sala com estilo e valorizando seu espaço:
Os espelhos, além da autocontemplação, causam efeitos interessantes. Aplicados, por exemplo, em uma parede inteira pode duplicar a amplitude do ambiente. Pode ser usado também em móveis, tetos, em diversos formatos e valorizar a luminosidade da decoração.

As cores tem poder de causar sensações. Em ambientes com pouco espaço, elas podem colaborar para que a sensação de amplitude possa tanto aumentar quanto diminuir. Para pintar as paredes de sua sala aposte em cores claras. O teto com uma cor mais clara que a das paredes, por exemplo, pode simular uma elevação do teto, já em uma cor mais escura, promoverá uma sensação de rebaixamento do teto.

A escolha e posição dos móveis são um aspecto muito importante. Opte por poucos móveis, nunca de tamanhos exagerados e posicione-os de forma que valorize o espaço. Móveis que misturam poucos materiais, baixos e com linhas retas proporcionam leveza ao ambiente.

Uma solução muito interessante para espaços pequenos é a utilização de prateleiras. Caixas para produtos horto frutícolas reformadas podem se tornar lindas prateleiras. Mas cuidado com a profundidade, para não atrapalhar na disposição de outros móveis e objetos.

Móveis multifuncionais ou móveis inteligentes são excelentes alternativas para uma sala pequena. Um bom exemplo são pufes, que podem ser usados como mesas de centro ou ficarem alojados debaixo de aparadores e quando recebemos visitas podem se transformar em assentos extras. Mesas dobráveis também são uma ótima opção.

Escolher o mesmo piso ou revestimento pode dar a impressão de área maior, de continuidade. Mudanças drásticas de um ambiente para outro pode causar a sensação de divisão e consequentemente fazer parecer menor.

Algumas outras dicas: um sofá retrátil ou reclinável garante muito mais conforto e ocupa o espaço de um sofá simples. Suporte ou painéis móveis para TV possibilitam que ela seja movida na direção desejável. Caso o ambiente tenha escadas, escolher um modelo de escadas vazadas evita divisões e pode se tornar uma peça de destaque na sala. E para as cortinas, escolha tecidos leves, lisas e sem estampas.

De qualquer forma, ouse, não tenha medo de arriscar, crie, não copie, só assim será seu!

Luciana Santos.

Outros textos do autor:
Dicas para decorar salas pequenas.

Pesquisar mais textos:

Luciana Maria dos Santos

Título:Dicas para decorar salas pequenas.

Autor:Luciana Maria Santos(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Carlos Rubens Neto 16-06-2016 às 16:20:24

    Excelente matéria! Parabéns Luciana ;)

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios