Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > TV HIFI > Liberte-se da televisão

Liberte-se da televisão

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: TV HIFI
Visitas: 4
Comentários: 1
Liberte-se da televisão

A televisão e os programas televisivos marcam o ritmo e as rotinas diárias de muitas pessoas. Além disso, é um facto que a televisão é o meio de comunicação mais mediático, sendo aquele que chega ao maior número de pessoas, e por isso é muitas vezes usado para criar ondas de opinião e influenciar o público.

Felizmente os paradigmas estão a mudar, mas mesmo assim são ainda muitas as pessoas cuja principal fonte de informação é a televisão, uma vez que não têm hábitos de leitura do jornal, não usam a internet e não ouvem rádio. Para uma pessoa se manter convenientemente informada deve variar as suas fontes de informação, captando assim vários pontos de vista para depois tirar as suas próprias conclusões. Desta forma, evita também ficar refém do ponto de vista de um jornalista ou de um canal de televisão, que como sabemos em muitas situações é tudo menos imparcial. Por outro lado, a televisão é certamente o meio de comunicação que difunde mais notícias – “não notícias” – ou seja, por vezes perde-se demasiado tempo com assuntos menores e que como se costuma dizer não interessam nem ao menino Jesus.

Se bem que as pessoas devem tirar proveito da televisão para se manterem informadas e para se entreterem, devem fazê-lo em doses adequadas e não ficar horas em frente ao televisor. Sabia que as pessoas que têm mais sucesso na vida são as que menos vêm televisão? Pois é, pense nisto e em vez de passar tanto tempo a desperdiçar o seu tempo com a televisão, comece a aproveitar algum desse tempo para por exemplo investir em si – ler, pesquisar por assuntos relacionados com o seu trabalho de forma a melhorar as suas capacidades profissionais, fazer desporto, fazer uma atividade de grupo, ou simplesmente sair de casa e caminhar. Fazendo isto irá tornar-se uma pessoa melhor preparada para enfrentar os desafios do dia a dia, uma pessoa mais culta, melhor preparada fisicamente, em suma irá adquirir vantagens competitivas face às pessoas que desperdiçam todo esse tempo em frente da televisão.

Com isto não estou a dizer que deve deixar de ver a sua série ou novela preferida, ou deixar de ver os jogos do seu clube, aquilo que estou a dizer é que não deve passar horas a ver todas as novelas, todas as séries, todos os programas e por aí adiante.

Carlos Vieira

Título: Liberte-se da televisão

Autor: Carlos Vieira (todos os textos)

Visitas: 4

657 

Imagem por: Paul Stevenson

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • SophiaSophia

    04-06-2014 às 06:23:47

    Se as pessoas pararem um pouco pra pensar do tempo desperdiçado em frente da televisão, né?? É preciso se libertar mesmo!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Comentários - Liberte-se da televisão

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Fine and Mellow

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Música
Fine and Mellow\"Rua
"O amor é como uma torneira
Que você abre e fecha
Às vezes quando você pensa que ela está aberta, querido
Ela se fechou e se foi"
(Fine and Melow by Billie Holiday)

Ao assistir a Bio de Billie Holiday, ocorreu-me a questão Bluesingers x feminismo, pois quem ouve Blues, especialmente as mais antigas, as damas dos anos 10, 20, 30, 40, 50, há de pensar que eram mulheres submissas ao machismo e maldade de seus homens. Mas, as cantoras de Blues, eram mulheres extremamente independentes; embora cantassem seus problemas, elas não eram submissas a ponto de serem ultrajadas, espancadas... Eram submissas, sim, ao amor, ao bom trato... Essas mulheres, durante muito tempo, tiveram de se virar sozinhas e sempre que era necessário, ficavam sós ou mudavam de parceiros ou assumiam sua bissexualidade ou homossexualidade efetiva. Estas senhoras, muitas trabalharam como prostitutas, eram viciadas em drogas ou viviam boa parte entregues ao álcool, merecem todo nosso respeito. Além de serem precursoras do feminismo, pois romperam barreiras em tempos bem difíceis, amargavam sua solidão motivadas pelo preconceito em relação a cor de sua pele, como aconteceu a Lady Day quê, quando tocava com Artie Shaw, teve que esperar muitas vezes dentro do ônibus, enquanto uma cantora branca cantava os arranjos que haviam sido feitos especialmente para ela, Bilie Holiday. Foram humilhadas, mas, nunca servis; lutaram com garra e competência, eram mulheres de fibra e cheias de muito amor. Ouvir Billie cantar Strange Fruit, uma das primeiras canções de protestos, sem medo, apenas com dor na alma, é demais para quem tem sentimentos. O brilho nos olhos de Billie, fosse quando cantava sobre dor de amor ou sobre dor da dor, é insubstituível. Viva elas, nossas Divas do Blues, viva Billie Holiday, aquela que quando canta parte o coração da gente; linda, magnifica, incomparável, Lady Day.

O amor vai fazer você beber e cair
Vai fazer você ficar a noite toda se repetindo

O amor vai fazer você fazer coisas
Que você sabe que são erradas

Mas, se você me tratar bem, querido
Eu estarei em casa todos os dias

Mas, se você continuar a ser tão mau pra mim, querido
Eu sei que você vai acabar comigo

Pesquisar mais textos:

Sayonara Melo

Título:Fine and Mellow

Autor:Sayonara Melo(todos os textos)

Imagem por: Paul Stevenson

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios