Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > TV HIFI > A história da televisão

A história da televisão

Categoria: TV HIFI
Visitas: 10
Comentários: 2
A história da televisão

A televisão surgiu graças a grandes matemáticos e físicos, ligados às ciências exactas que decidiram dar um enorme contributo às ciências humanas. Desde o início do século XIX, que os cientistas andavam preocupados em transmitir imagens à distância e isso foi possível em 1842, com um invento de Alexander Bain, onde foi feita a transmissão telegráfica de uma imagem, hoje conhecida por fax

Em 1873, foi provado por um inglês que o selénio conseguia transformar energia luminosa em energia eléctrica e com isto, pode-se fazer a transmissão de imagens através de corrente eléctrica. Depois de mais algumas invenções, a televisão estava cada vez mais perto de chegar ao que é actualmente.

Em 1920 realizaram-se as primeiras transmissões, através de um sistema mecânico baseado no invento de Nipkow. Quatro anos depois, foram transmitidos contornos de objectos à distância e no ano seguinte, fisionomias de pessoas. Em 1926 foi feita a primeira demonstração no Royal Institution em Londres e a BBC começou a fazer as primeiras transmissões experimentais.

Na Alemanha, a televisão emitiu oficialmente a partir de Março de 1935 e em Novembro a partir de França, sendo a Torre Eiffel o posto emissor. No ano seguinte, Londres utilizou imagens com uma definição de 405 linhas e inaugurou a estação televisiva da BBC. Em 1937, cinquenta mil telespectadores assistiram à cerimónia de coroação de Jorge V. Nos Estados Unidos, as transmissões só começaram em 1939, sendo a primeira emissão feita para cerca de 400 aparelhos em Nova Iorque.

Com a Segunda Guerra Mundial, a Alemanha foi o único país da Europa que manteve as emissões no ar. Paris retornou às transmissões em 1944, Moscovo em 1945 e Londres no ano seguinte, com a emissão do desfile da vitória.

A televisão a cores, surgiria mais tarde, em 1954, nos Estados Unidos. Vários sistemas foram criados, mas uma questão levantava-se, o que fazer aos televisores que as pessoas já tinham adquirido, sendo já cerca de 10 milhões? Assim, criou-se um comité que desenvolveu um sistema que consistia em utilizar o padrão preto e branco, acrescentando cor, usando três cores primárias, o vermelho, o verde e o azul.

Assim, se resolveu o problema e depressa a televisão se expandiu, chegando a diversos lares por todo o mundo. Hoje, a televisão tem um enorme poder na vida das pessoas, porque consegue transmitir mensagens que influenciam as sociedades e as mentalidades


Rua Direita

Título: A história da televisão

Autor: Rua Direita (todos os textos)

Visitas: 10

699 

Imagem por: DeaPeaJay

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • SophiaSophia

    04-06-2014 às 00:09:35

    Bom saber sobre a história da televisão. Adorei!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • natynaty

    21-04-2012 às 01:28:10

    gostei, fiz um pesquisa com fiz trabalhos escolares, e gostei imenso. obrigado por me ajudarem

    ¬ Responder

Comentários - A história da televisão

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Fine and Mellow

Ler próximo texto...

Tema: Música
Fine and Mellow\"Rua
"O amor é como uma torneira
Que você abre e fecha
Às vezes quando você pensa que ela está aberta, querido
Ela se fechou e se foi"
(Fine and Melow by Billie Holiday)

Ao assistir a Bio de Billie Holiday, ocorreu-me a questão Bluesingers x feminismo, pois quem ouve Blues, especialmente as mais antigas, as damas dos anos 10, 20, 30, 40, 50, há de pensar que eram mulheres submissas ao machismo e maldade de seus homens. Mas, as cantoras de Blues, eram mulheres extremamente independentes; embora cantassem seus problemas, elas não eram submissas a ponto de serem ultrajadas, espancadas... Eram submissas, sim, ao amor, ao bom trato... Essas mulheres, durante muito tempo, tiveram de se virar sozinhas e sempre que era necessário, ficavam sós ou mudavam de parceiros ou assumiam sua bissexualidade ou homossexualidade efetiva. Estas senhoras, muitas trabalharam como prostitutas, eram viciadas em drogas ou viviam boa parte entregues ao álcool, merecem todo nosso respeito. Além de serem precursoras do feminismo, pois romperam barreiras em tempos bem difíceis, amargavam sua solidão motivadas pelo preconceito em relação a cor de sua pele, como aconteceu a Lady Day quê, quando tocava com Artie Shaw, teve que esperar muitas vezes dentro do ônibus, enquanto uma cantora branca cantava os arranjos que haviam sido feitos especialmente para ela, Bilie Holiday. Foram humilhadas, mas, nunca servis; lutaram com garra e competência, eram mulheres de fibra e cheias de muito amor. Ouvir Billie cantar Strange Fruit, uma das primeiras canções de protestos, sem medo, apenas com dor na alma, é demais para quem tem sentimentos. O brilho nos olhos de Billie, fosse quando cantava sobre dor de amor ou sobre dor da dor, é insubstituível. Viva elas, nossas Divas do Blues, viva Billie Holiday, aquela que quando canta parte o coração da gente; linda, magnifica, incomparável, Lady Day.

O amor vai fazer você beber e cair
Vai fazer você ficar a noite toda se repetindo

O amor vai fazer você fazer coisas
Que você sabe que são erradas

Mas, se você me tratar bem, querido
Eu estarei em casa todos os dias

Mas, se você continuar a ser tão mau pra mim, querido
Eu sei que você vai acabar comigo

Pesquisar mais textos:

Sayonara Melo

Título:Fine and Mellow

Autor:Sayonara Melo(todos os textos)

Imagem por: DeaPeaJay

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios