Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Informática > Saiba mais sobre como criar partições em seu HD

Saiba mais sobre como criar partições em seu HD

Categoria: Informática
Saiba mais sobre como criar partições em seu HD

Sempre que você precisa formatar sua máquina, a maior parte do tempo perdido é para fazer backup dos documentos importantes. Há uma solução simples e eficaz para isso: Criar uma partição em seu próprio HD. Isso mesmo, criar uma partição, pois assim quando você for formatar sua máquina, poderá transferir os documentos e arquivos importantes para essa partição, e formatar o restante do HD, sem perder tempo e protegendo seus arquivos. Mas, você poderá salvar somente os arquivos. Programas instalados serão impossíveis salvar, somente o arquivo executável para instalá-lo novamente na máquina.

Confira um tutorial feito com base nas informações do site TecMundo e aprenda a fazer partições descobrindo suas funcionalidades.

O que é partições e porque particionar?

Imagine uma pizza. Antes de ser cortada, ela está inteira, sem nenhuma divisão. Após cotarem ela, independente da quantidade de divisões feitas, ela está particionada. Agora associe isso a um HD, e imagine que ele é a pizza antes de ser dividida. Criar uma partição é dividir algo inteiro e pedaços menores, simples assim. Por exemplo: Seu HD possui 160GB de espaço para armazenamento. Você necessita de um espaço de 15GB para guardar seus arquivos e documentos importantes (fotos, vídeos, arquivos em pdf, instaladores de programas, entre outros). Basta você particionar seu HD, criando uma nova unidade de disco com o tamanho de 20GB, suficiente para você guardar o que precisa.

Unidade de disco são as partições em seu HD. Quando ele não está particionado, ao abrir o “Meu Computador”, irá aparecer somente o disco local (“C:”). Ao particionar, aparecerá essa outra parte do HD. Seguindo o exemplo citado acima, seria dessa forma: Uma partição principal para o sistema operacional, chamada “C:” com 140GB e a outra para backup, chamada “D:” com 20GB.

Além de utilizar outra partição para guardar dados, você pode criar uma para instalar outro sistema operacional nela, sem apagar o outro ou comprometer seus documentos.

Sistema de arquivos
É importante saber qual sistema de arquivos você irá utilizar. Primeiro, esclarecendo o que é sistema de arquivos: é a disposição que o sistema operacional irá colocar os documentos no HD. Os SO’s do Windows costumam usar o sistema FAT32 ou o NTFS, sendo o NTFS o mais recente, seguro e o recomendado. Já o Linux utiliza o EXT2, EXT3, EXT4, ReiserFS, XFS, JFS. O mais utilizado é o EXT4.

Como particionar
Você pode particionar seu HD quando estiver formatando a máquina. Mas, muitos usuários não o fazem ou não sabem da existência desse recurso. Descubra agora como fazer.

1 – Vá ao menu “Iniciar”, clique com o botão direito do mouse em “Meu Computador” e escolha a opção “Gerenciar”;

2 – Na tela que abrir, localize a esquerda o item “Armazenamento” e depois escolha “Armazenamento em disco”;

3 – Na tela seguinte, será exibida uma lista contendo suas partições. Clique com o botão direito do mouse sobre a partição que deseja alterar;

4 – Opte entre as opções “Estender volume” para dividir, “Diminuir Volume” para redimensionar ou “Excluir Volume” para apagar a partição selecionada.

Programas que auxiliam na criação de partições
No mercado existem diversos tipos de softwares que podem auxiliar na criação e gerenciamento de suas partições, tornando a vida dos usuários que não possuem muito conhecimento na área de informática, mais fácil. Conheça alguns desses softwares:

Partition Magic
Programa mais utilizado pelos profissionais de informática, capaz de criar, redimensionar, apagar, mesclar e converter partições. Sua utilização é muito prática.

Cute Partition Manager
Com praticamente as mesmas funções que o programa citado acima, esse software é prático e fácil de instalar, além de ser leve. Ele também é capaz de gerenciar as partições existentes.

R-Studio 4.5
Este programa tem um diferencial muito importante, pois ele é capaz de recuperar partições excluídas, juntamente com os arquivos contidos nela. O software é compatível com Windows 95/98/ME/NT/2000 e XP.


Lucas Souza

Título: Saiba mais sobre como criar partições em seu HD

Autor: Lucas Souza (todos os textos)

Visitas: 0

664 

Comentários - Saiba mais sobre como criar partições em seu HD

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os benefícios do piso laminado

Ler próximo texto...

Tema: Materiais Construção
Os benefícios do piso laminado\"Rua
Ao se realizar uma obra, ou na renovação de ambientes, há sempre muitas opções de técnicas e tecnologias de construção civil, arquitetura e decoração a serem escolhidas da forma mais adequada ao resultado que se espera. O piso adequado ao ambiente que se está construindo ou reformando é uma questão bastante relevante para o sucesso do empreendimento e para o bem-estar dos usuários.

Os tipos de pavimentos ou assoalhos ou revestimentos são diversificados e para cada tipo de ambiente, construção e gosto pessoal há um mais adequado. Pelos inúmeros benefícios que tem apresentado, o piso laminado tem sido bastante escolhido como revestimento nos ambientes modernos. Ele é composto por quatro camadas, feitas de fibras de madeira de alta densidade, lâminas de celulose, lâminas decorativas e filme cristalino de celulose, colados diretamente ao chão. Essa composição garante estabilidade, beleza, resistência, facilitando a limpeza. Somente com estes argumentos já se pode notar as vantagens desse tipo de piso, contudo ainda existem outras.

Os pisos laminados custam menos que os pisos de madeira, seu substrato é ecologicamente correto, já que as madeiras utilizadas na composição desse piso provêm de florestas certificadas e possui fácil instalação, sem a necessidade de pregá-lo ao chão. Além disso, os pisos laminados não precisam de envernizamento como os pisos de madeira que causam mau cheiro e sujeira. Os pisos laminados são mais resistentes que os pisos de madeira devido a sua alta pressão. A superfície dos pisos laminados de alto tráfego contém papel decorativo que garante diversas possibilidades de estampas e combinações.

Existem, portanto, dois tipos distintos de pisos laminados. Os pisos laminados de madeira têm em sua composição madeira natural e são revestidos com verniz. São indicados para ambientes residenciais e menos movimentados. Os pisos laminados de alto tráfego são compostos por madeiras de alta densidade cobertas por papel decorativo. São mais resistentes e, em virtude disso, indicados para ambientes de grande circulação. Podem estar em ambientes residenciais, porém para ambientes comerciais é o ideal.

Os pisos laminados são resistentes à luz do sol, a riscos e a manchas. São práticos devido à diversificada opção de padrões e funcionais devido à facilidade de limpá-lo. Acomodam-se perfeitamente em qualquer ambiente, proporcionando fácil decoração. Entretanto, medidas para mantê-lo em bom estado por mais tempo (apesar da sua alta durabilidade) devem ser tomadas. Colocar proteção na entrada das portas evita a instalação de sujeira e pedras. Forrar móveis e peças decorativas, que entrem em contato com o piso, é recomendado, a fim de não marcá-lo. Esses forros podem ser feitos com tecidos felpudos ou recortes em feltro. Forrar os móveis ao movimentá-los é apropriado para não riscar o piso. Salto alto fino com base metálica também marca esse tipo de piso. Evitar molhar em demasia o piso é necessário, pois caso contrário pode haver o inchamento do piso. Deve-se mantê-lo sempre seco.

Esse tipo de piso também tem a vantagem de não carregar cupins, contudo é preciso verificar as condições de presença desses insetos. Ambientes com cupins requerem a desintetização prévia.

Pesquisar mais textos:

Rosana Fernandes

Título:Os benefícios do piso laminado

Autor:Rosana Fernandes(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    12-05-2014 às 12:45:43

    O piso laminado é muito bom, sua durabilidade é de quase 40 anos e são mais fáceis de manter.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • silvana 22-02-2014 às 18:17:44

    o piso laminada tem durabilidade de quantos anosposso passar pano umido no piso loaminado

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios