Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Máquinas > Como Consertar Sua Máquina De Costura

Como Consertar Sua Máquina De Costura

Categoria: Máquinas
Visitas: 12
Como Consertar Sua Máquina De Costura

Desde 1850, Isaac Merritt Singer tem ajudado costureiros a criarem projetos mais rapidamente e com melhor visual. Máquinas de costura possuem vários problemas comuns e máquinas lentas podem ser consertadas solucionando alguns problemas simples. De acordo com a Sewing Machine Tech, 2,5% dos problemas em máquinas são elétricos, 15% são causados por falta de lubrificação e 22% por falta de limpeza. Cheque os passos um de cada vez, testando a máquina após cada um. Se completar os passos e não obtiver sucesso, leve-a ao conserto.
Instruções

1


Desligue-a da tomada e teste a máquina de costura substituta.

2


Desligue o controle de pé e coloque o substituto. Teste a máquina.

3


Abra a caixa de bobinas e o compartimento do motor
sewing machine image by pavel siamionov from Fotolia.com
Abra a caixa de bobinas e o acesso ao motor. De acordo com a Sewing Machine Tech, as principais causas da lentidão de uma máquina são "fios enrolados, uso de óleo ou lubrificantes incorretos, lubrificação incorreta, falta de uso, entupimento, cinto muito apertado ou muito solto, falta de limpeza, peças estragadas".

4


Desligue a máquina. Procure por fios enrolados no motor ou em qualquer bobina. Use a pinça para levantar a linha e utilize a tesoura para cortá-la. Use novamente a pinça para tirar os fios das partes da máquina. Ligue-a e teste.

5


Desligue a máquina. Remova a bobina e insira uma nova. Sopre a poeira da área. Use pinça para retirar qualquer fio enrolado. Ligue a máquina de costura e teste.

6


Poeira se acumula ao longo do tempo dentro da máquina de costura
details of machine image by Leonid Nyshko from Fotolia.com
Desligue a máquina. Abra o compartimento do motor. Procure por qualquer acumulação de óleo ou poeira. Umedeça um papel-toalha e adicione umas gotas de detergente antigordura. Limpe e seque com outro papel-toalha. Se a substância pegajosa resistir, use o papel-toalha com um solvente para remover a substância. Seque com outra toalha. Ligue a máquina e teste. De acordo com o manual da máquina de costura Singer, "o número de vezes que deverá limpar e lubrificar a máquina depende de quanto você a usa. Quando o uso é regular, a máquina deve ser limpada periodicamente para remover sujeiras que se acumulam".

7


Desligue a máquina. Abra o compartimento do motor. Coloque um papel-toalha embaixo do pé de pressão, em volta do braço da máquina. Coloque gotas de óleo no braço do motor (um longo braço que se move para cima e para baixo) e em qualquer engrenagem. Distribua o óleo pela máquina, depois limpe o excesso com papéis-toalha. Ligue a máquina e teste.

8


Desligue a máquina. Consulte o manual, para instruções de como substituir o cinto. Cintos muito apertados ou muito soltos deixam a máquina lenta. Ligue-a e teste-a. Se continuar lenta, leve-a ao conserto.


Miguel Pereira

Título: Como Consertar Sua Máquina De Costura

Autor: Miguel Pereira (todos os textos)

Visitas: 12

567 

Comentários - Como Consertar Sua Máquina De Costura

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Pulp Fiction: 20 anos depois

Ler próximo texto...

Tema: Arte
Pulp Fiction: 20 anos depois\"Rua
Faz hoje 20 anos que estreou um dos mais importantes ícones cinematográficos americanos.

Pulp Fiction é um marco do cinema, que atirou para a ribalta Quentin Tarantino e as suas ideias controversas (ainda poucos tinham visto o brilhante “Cães Danados”).

Repleto de referências ao cinema dos anos 70 e com uma escolha de casting excepcional, Pulp Fiction conquistou o público com um discurso incisivo (os monólogos bíblicos de Samuel L. Jackson são um exemplo disso), uma violência propositadamente mordaz e uma não linearidade na sucessão dos acontecimentos, tudo isto, associado a um ritmo alucinante.

As três narrativas principais entrelaçadas de dois assassinos, um pugilista e um casal, valeram-lhe a nomeação para sete Óscares da Academia, acabando por vencer na categoria de Melhor Argumento Original, ganhando também o Globo de Ouro para Melhor Argumento e a Palma D'Ouro do Festival de Cannes para Melhor Filme.

O elenco era composto por nomes como John Travolta, Samuel L. Jackson, Bruce Willis, Uma Thurman e (porque há um português em cada canto do mundo) Maria de Medeiros.

Para muitos a sua banda sonora continua a constar na lista das melhores de sempre, e na memória cinéfila, ficam eternamente, os passos de dança de Uma Thurman e Travolta.

As personagens pareciam ser feitas à medida de cada actor.
Para John Travolta, até então conhecido pelos musicais “Grease” e “Febre de Sábado à Noite”, dar vida a Vincent Vega foi como um renascer na sua carreira.

Uma Thurman começou por recusar o papel de Mia Wallace, mas Tarantino soube ser persuasivo e leu-lhe o guião ao telefone até ela o aceitar.

Começava ali uma parceria profissional (como é habitual de Tarantino) que voltaria ao topo do sucesso com “Kill Bill”, quase 10 anos depois.

Com um humor negro afiadíssimo, Tarantino provou em 1994 que veio para revolucionar o cinema independente americano e nasceu aí uma inspirada carreira de sucesso, que ainda hoje é politicamente incorrecta, contradizendo-se da restante indústria.

Pulp Fiction é uma obra genial. Uma obra crua e simultaneamente refrescante, que sobreviveu ao tempo e se tornou um clássico.
Pulp Fiction foi uma lição de cinema!

Curiosidade Cinéfila:
pulp fiction ou revista pulp são nomes dados a revistas feitas com papel de baixa qualidade a partir do início de 1900. Essas revistas geralmente eram dedicadas às histórias de fantasia e ficção científica e o termo “pulp fiction” foi usado para descrever histórias de qualidade menor ou absurdas.

Pesquisar mais textos:

Carla Correia

Título:Pulp Fiction: 20 anos depois

Autor:Carla Correia(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios