Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Mobiliário > Dicas para limpar móveis e deixa-los como novos

Dicas para limpar móveis e deixa-los como novos

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Mobiliário
Visitas: 42
Comentários: 4
Dicas para limpar móveis e deixa-los como novos

Limpar os móveis é uma tarefa doméstica que todos sabem fazer. Essa é uma atividade que faz parte da arrumação e limpeza da casa, mas nem todos sabem como proceder para que os móveis durem mais e mantenham por mais tempo aparência de pouco uso.

Cuidar da manutenção para manter o brilho, ou a cor dos móveis é bom para não ter que comprar novos móveis todo ano e, dentre eles, sempre tem um que nos identificamos e que parece ser parte da casa, como uma janela por exemplo.

Diariamente os móveis recebem uma camada de poeira, com o tempo de uso, a limpeza, os arranhões inevitáveis, marcas de copo, pequenas lascas soltam, riscos e tudo o mais que possa agredir a superfície, faz com que o móvel aparente ser velho.

Para amenizar e fazer com que os móveis estejam sempre lustrados vamos a algumas dicas:
Para limpar mesa de madeira com capa laqueada, umedeça um pano, tem que ser um tecido que não risque nem solte fios, passe em toda a mesa, inclusive nos pés, seque com um pano seco e passe cera de abelha, pode ser incolor ou na cor do móvel, depois lustre com um pano seco.

Atenção: a camada de cera deve ser suave, aplicar camada muito grossa dificulta a lustração e a madeira pode ficar manchada temporariamente.

Mesas e demais móveis de metal, aplique óleo lubrificante antiferrugem na região dos parafusos e nos pés, espere 10 minutos e então limpe o excesso de óleo que escorreu, depois pode limpar com pano ligeiramente úmido, e depois passar lustra móvel comum. No caso da mesa de cozinha (estrutura de ferro), como recebem gotículas de gordura, o metal sofre mais agressões. Para limpar, umedeça uma esponja (lado que não arranha) e ponha umas gotas de detergente neutro. Passe em toda a mesa remova com pano umedecido e seque bem.

Quanto aos armários brancos inox, nunca use alvejantes nem amoníacos para limpar, eles podem manchar e agredir a pintura. A melhor maneira de limpa-los é mergulhar uma bucha (lado liso) em água morna e detergente neutro. Seque, mas deixe as portas abertas por um tempo para arejar e secar bem.


Sílvia Baptista

Título: Dicas para limpar móveis e deixa-los como novos

Autor: Sílvia Baptista (todos os textos)

Visitas: 42

799 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 4 )    recentes

  • SophiaSophia

    19-04-2014 às 22:32:01

    Muito bom seu texto, a Rua Direita agradece!

    ¬ Responder
  • Sílvia BaptistaSílvia Baptista

    14-08-2012 às 23:06:03

    Olá João, passe um pano umedecido no móvel e aplique uma camada fina de cera microcristal. Essa cera você poderá comprar nas casa de material de construção ou madeireiras.

    Um abraço!

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoJoao

    02-07-2012 às 11:10:08

    Gostaria de saber o que aconselha para limpar o mogno.. pois estou tendo dificuldades
    Obrigado

    ¬ Responder
  • andhreya

    25-02-2013 às 21:32:57

    ola joao o oleo de peroba e otimo para limpar o mogno...tenho muitas coisas com cor de mogno e uso sempre isso...obg

    ¬ Responder

Comentários - Dicas para limpar móveis e deixa-los como novos

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Martelos e marrettas

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Ferramentas
Martelos e marrettas\"Rua
Os martelos e as marretas são, digamos assim, da mesma família. As marretas poderiam apelidar-se de “martelos com cauda”. Elas são bastante mais robustas e mantêm as devidas distâncias: o cabo é maior.

Ambos constituem, na sua génese, amplificadores de força destinados a converter o trabalho mecânico em energia cinética e pressão.

Com origem no latim medieval martellu, o martelo é um instrumento utilizado para “cacetear” objectos, com propósitos vários, pelo que o seu uso perpassa áreas como o Direito, a medicina, a carpintaria, a indústria pesada, a escultura, o desporto, as manifestações culturais, etcétera, variando, naturalmente, de formas, tamanhos e materiais de composição.

A diversidade dos martelos é, realmente, espantosa. O mascoto, por exemplo, é um martelo grande empregue no fabrico de moedas. Com a crise económica que assola o mundo actualmente, já se imaginam os governantes, a par dos banqueiros, de martelo em punho para que não falte nada às populações…

Há também o marrão que, mais do que o “papa-livros” que tira boas notas a tudo, constitui um grande martelo de ferro, adequado para partir pedra. Sempre poupa trabalho à pobre água mole…

O martelo de cozinha serve para amaciar carne. Daquela que se vai preparar, claro está, e não da de quem aparecer no entretanto para nos martelar a paciência…!

Já no âmbito desportivo, o lançamento do martelo representa uma das provas olímpicas, tendo sido recentemente adoptado na modalidade feminina. Imagine-se se, em vez do martelo, se lançasse a marreta… seria, certamente, mesmo sem juiz nem tribunal, a martelada que sentenciaria a sorte, ou melhor, o azar de alguém!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Martelos e marrettas

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios