Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Mobiliário > Cuidados e proteções para móveis de madeira

Cuidados e proteções para móveis de madeira

Categoria: Mobiliário
Visitas: 2
Comentários: 1
Cuidados e proteções para móveis de madeira

Dos móveis que se encontra em uma casa, a maioria é deles é feito de madeira, a preferência pelos móveis de madeira vem de muito tempo atras. A tradição de trabalhar a madeira transformando-a em móveis clássicos, rústicos e modernos nos acompanham até hoje, além de serem úteis, cabem muito bem na decoração que pode ser mesclada moderno com clássico para estar sempre atual.

São muitas as opções de matéria prima para a produção dos móveis, há um grande incentivo para utilização de madeiras de reflorestamento, outros estão experimentando os móveis de bambú, outros preferem as madeiras já conhecidas na fabricação. Independente do tipo de madeira que foi utilizada na fabricação do móvel, seja ela qual for, requer cuidados. Não se pode deixar o móvel lá no canto e apenas remover a poeira com o espanador, a madeira para que esteja sempre bonita e tenha maior durabilidade é preciso contar com alguns pequenos cuidados para lustrar, remover eventuais manchas e arranhões que possam surgir acidentalmente.

Quem não tem um amigo ou amiga, que tem um filho e que ao visitar, por uma distração põe o copo em cima do móvel de madeira e esquece? O risco de ficar uma mancha com marca do fundo do copo é bem grande mas não há motivos para gritar ou abdicar da visista dos amigos para que o móvel não fique manchado, imagine se um movel seria produzido sem que se tivesse como lidar com situações parecidas. Uma coisa é certa; seria preciso guardar os móveis ou então não receber ninguém por medo de marcar, arranhar ou derramar um líquido, o que seria uma gigantesca incoerência.

Para tratar os móveis de madeira vamos por partes: se for um móvel de madeira com leve brilho, passe um pano úmido, quase seco e lustra móveis, essa aplicação não deve ser feita todos os dias e se tiver marcas como as de copo, um pouco de creme dental sobreleve resolverá. Para os móveis de madeira pintada, um pano seco e quando achar necessário, passe uma bucha levemente umidecida em água só para remover sujeira mais difícil.Um cuidado que se deve ter é evitar colocar o móvel em um local que pegue sol, o sol tende a rachar a madeira e com o tempo o móvel ficará danificado.

Outro cuidado é não ficar arrastando os móveis a toda semana, mesmo tratando-se de móveis de boa qualidade, pode sim, modificar a posição dos móveis mas nem tanto e quando fizer, prefira pedir ajuda do que arrasta-los para evitar comprometer os pés.


Sílvia Baptista

Título: Cuidados e proteções para móveis de madeira

Autor: Sílvia Baptista (todos os textos)

Visitas: 2

793 

Imagem por: quimpg

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • SophiaSophia

    20-04-2014 às 15:55:19

    A Rua Direita adorou saber desses cuidados, vale a pena preservá-los!

    ¬ Responder

Comentários - Cuidados e proteções para móveis de madeira

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Superstições Náuticas

Ler próximo texto...

Tema: Barcos
Superstições Náuticas\"Rua
Todos temos as nossas manias e superstições. Não que se trate de comportamentos compulsivos, mas a realidade é que mesmo para quem diz que não liga nenhuma a estas coisas, as superstições acompanham-nos.

Passar por baixo de uma escada, deixar a tesoura, uma porta de um armário ou uma gaveta aberta ou até deixar os sapatos em posição oposta ao correcto, são das superstições mais comuns. As Sextas-feiras 13 também criam alguma confusão a muita gente, mas muitos são os que já festejam e brincam com a data.

Somos assim mesmo, supersticiosos, uns mais do que outros, mas é uma essência que carregamos, mesmo que de forma inconsciente.

Existem no entanto profissões que carregam mitos mais assustadores do que outros, e por exemplos muitos actores não entram em palco sem mandar um “miminho” uns aos outros.

Caso de superstição de marinheiro é dos mais sérios e se julga que se trata só de casos vistos em filmes de piratas, desengane-se. Os marinheiros dos dias de hoje carregam superstições tão carregadas de emoção quanto os de outros tempos.

Umas mais caricatas do que outras, as superstições contam histórias e truques. Por exemplo, contra tempestades, muitos marinheiros colam uma moeda no mastro dos navios.

Tal como fazem os actores, desejar boa sorte a um marinheiro antes de embarcar, também não é boa ideia. Os miminhos dados antes de entrar em palco também servem para o efeito.

Dar um novo nome a um barco é uma péssima ideia para um marinheiro. Dizem que muitos há que não navegam em barcos rebaptizados.

Lembra-se que os piratas de outros tempos utilizavam brincos? Pois isto faz parte de uma superstição. Dizem que os brincos evitam que se afoguem.

Entrar com um pé direito na embarcação é sinal de bons ventos. Tal como acontece com muitos de nós, os marinheiros também não gostam de entrar de pé esquerdo.

Já desde remotos tempos se dia que assobiar traz tempestades. Ora aqui está um mote dos marinheiros, pelo que se assobiar numa embarcação, arrisca-se a ter chatices com o marinheiro.

Verdades ou mentiras, as superstições existem e se manter os seus próprios mitos acalma um marinheiro, então que assim seja. Venham as superstições náuticas que cá estamos para as ouvir.

Já agora uma curiosidade ainda maior. Dizem que se tocar a gola de um marinheiro passará a ter sorte. Será verdade ou foi um marinheiro que inventou?

Pesquisar mais textos:

Carla Horta

Título:Superstições Náuticas

Autor:Carla Horta(todos os textos)

Imagem por: quimpg

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    17-06-2014 às 06:39:27

    Não acredito em superstições de forma alguma.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios