Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Mobiliário > Cadeiras de Baloiço

Cadeiras de Baloiço

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Mobiliário
Visitas: 34
Cadeiras de Baloiço

As cadeiras de baloiço fazem-nos lembrar as avozinhas que ainda hoje conseguimos vislumbrar nos filmes que passam no pequeno e no grande ecrã. Algumas imagens mostram-nos a ternura dos carrapitos brancos, mas outras, as que fazem barulho e guincham e rangem baixinho, fazem-nos lembrar os filmes de suspance ou terror.

As cadeiras de baloiço fazem-nos ainda lembrar os embalos das recentes mães quando dão de mamar ao seus pequenos rebentos, e este quadro de amor e ternura, fazem-nos muitas vezes rebuscar sensações de tranquilidade que existe dentro de todos nós.

Mas se as lembranças que trazemos das cadeiras de baloiço nos levam a tempos remotos, a verdade é que cada vez mais estas cadeiras se vêm nas casas desse Portugal.

Mas a realidade é que até as cadeiras de baloiço, ao mesmo passo de tudo o que nos acompanha, estão diferentes. A diferença pode ser muita ou pouca.

Vemos então as cadeiras de baloiço antigas, em madeira com costas e assentos em palhinha, recuperadas, restauradas, enfim resgatadas dos sótãos escuros e poeirentos.

No entanto, a modernidade oferece-nos um novo design de cadeiras de baloiço, o que torna a sua funcionalidade mais vasta do que as cadeiras de antigamente. Sabia que existem poltronas de baloiço? Pois essa é a realidade e mostra bem o avanço das ditas.

Existem cadeiras estofadas com padrões modernos, as suspensas no teto, as de acrílico, de ferro grosso e fininho, plástico e até mesmo numa madeira moderna com um design único.

As cadeiras de baloiço, acompanhadas por um banquinho de pés trás não só a harmonia a uma sala ou quarto, mas um fantástico equilíbrio, tal como um conforto único. Verdade seja dita que mesmo quem não se fascina pelas cadeiras de baloiço para a sua própria decoração, fascina-se sim com uma cadeira de baloiço. Caminham então para as cadeiras e é-lhes impossível não resistir ao conforto de um baloiço sentado e recostado.

À venda em vários locais, conseguimos encontrar as cadeiras de baloiço em lojas de antiguidades, no caso das antigas, mas nos mais variadíssimos sítios no caso das modernas e capacitadas de designs exclusivos. Por internet ou em superfícies comerciais específicas em mobiliário vai encontrar uma enorme variedade de cadeiras de baloiço. Vai ver que se é um apaixonado, vai ter facilidade em encontrar uma cadeira fantástica.

Já agora e a titulo de curiosidade, a patente da primeira cadeira de baloiço que se transforma em cama é de um nosso transmontano. Baloiça e deita, mas isto foi só uma curiosidade.


Carla Horta

Título: Cadeiras de Baloiço

Autor: Carla Horta (todos os textos)

Visitas: 34

809 

Imagem por: Frugan

Comentários - Cadeiras de Baloiço

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Informática
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?\"Rua
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Bom, Não é de hoje que tecnologia vem surpreendendo a todos nós com grandes revoluções e os custos que diminuem cada vez mais.
Hoje em dia é comum ver crianças com smarthphones com tecnologia que a 10 anos atrás nem o celular mais moderno e caro do mercado tinha.
Com isso surgiram sugiram vários profetas da tecnologia e visionários, tentando prever qual será o próximo passo.

E os filmes retratam bem esse tema e usam essa formula que atrai a curiosidade das pessoas.
Exemplos:

Minority report - A nova lei de 2002 (Imagem)

Transcendence de 2014

Em Transcendence um tema mais conspiratório, onde um ser humano transcende a uma consciência artificial e assim se torna imortal e com infinita capacidade de aprendizagem.
Vale a pena ver tanto um quanto o outro filme. Algumas tecnologias de Minority Report, como utilizar computadores com as mãos (caso do kinect do Xbox 360 e One) e carros dirigidos automaticamente, já parecem bem mais próximo do que as tecnologias vistas em Transcendence, pois o foco principal do mesmo ainda é um tema que a humanidade engatinha, que é o cérebro humano, a máquina mais complexa conhecida até o momento.

Eu particularmente, acredito que em alguns anos teremos realmente, carros pilotados automaticamente, devido ao investimento de gigantes como o Google e o Baidu nessa tecnologia.

Também acho que o inicio da colonização de Marte, vai trazer grandes conquistas para humanidade, porém grandes desafios, desafios esses que vão nos obrigar a evoluir rapidamente nossa tecnologia e nossa forma de encarar a exploração espacial, não como um gasto, mas sim como um investimento necessário a toda humanidade e a perpetuação da sua existência.

A única salvação verdadeira para humanidade e para o planeta terra, é que seja possível o ser humano habitar outros planetas, seja localizando planetas parecidos com a terra ou mudando planetas sem condições para a vida em planetas habitáveis e isso só será possível com gente morando nesses planetas, como será o caso do Marte. O ser humano com a sua engenhosidade, aprendeu a mudar o ambiente a sua volta e assim deixou de ser nômade e da mesma forma teremos que aprender a mudar os mundos, sistemas, galáxias e o universo a nossa volta.

Espero que tenham gostado do meu primeiro texto.
Obrigado à todos!
Até a Próxima!


Pesquisar mais textos:

Érico da Silva Kaercher

Título:Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Autor:Érico da Kaercher(todos os textos)

Imagem por: Frugan

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios