Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Decoração > É muito zen...

É muito zen...

Categoria: Decoração
Visitas: 2
Comentários: 20
É muito zen...

Decorar o interior do seu lar seguindo os princípios Zen pode ajudá-lo a obter um estado de alma mais calmo. Mesmo que não seja conhecedor destes princípios, conseguirá dar um ar mais de nirvana ao seu lar de forma muito simples.

O que é Zen?

Talvez não seja fácil abraçar os conceitos Zen no primeiro contacto, pois facilmente se levantam paradoxos do tipo "qual é o som de bater palmas só com uma mão?" ou " para se tornar Buda primeiro tem de matar Buda?" – isto certamente que o confundirá. Então o que é Zen? Infelizmente, a ambiguidade Zen não nos permite especificar uma só definição.

Zen não é uma religião – não há dogmas, escrituras sagradas ou padres para determinar o que um monge Zen deverá fazer. Também não é uma filosofia nem contém uma forma sistemática de apresentar as suas ideias numa forma tipicamente ocidental. A definição mais simples de Zen é de ser um estado de espírito que enaltece a nossa consciência do aqui e agora sem se fundamentar por inteiro nas nossas opiniões e ideias.

A decoração de interiores Zen utiliza a interacção harmoniosa dos espaços e formas no seu lar, conferindo-lhe uma aura mais relaxada e aumentado assim o seu descanso de que tanto necessita.

A abordagem Zen em decoração de interiores promove o minimalismo, ao apenas recorrer do essencial do lar e conferindo um uso específico a cada item do lar. As cores preferenciais para se conseguir um toque Zen no lar são as cores da terra, como o castanho. A iluminação é um conceito muito importante num lar Zen, o que passa por janelas grandes para haver mais luz natural.

Ao permitir que os princípios Zen estejam na base da sua escolha em termos de iluminação, organização do espaço e função de forma harmoniosa, o seu lar estará mais em sintonia com a natureza e a realidade circundante.

É muito Zen, não é? Mantenha uma mente aberta e experimente – será certamente surpreendido.

Rua Direita

Título: É muito zen...

Autor: Rua Direita (todos os textos)

Visitas: 2

770 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 20 )    recentes

  • Luene ZarcoLuene

    30-09-2014 às 22:40:32

    Este estilo é bom para quem aprecia um ambiente mais calmo, harmonioso e sem barulho. Há quem goste desse gênero na decoração, pois isso reflete muito o jeito e a personalidade da pessoa.

    ¬ Responder
  • Patrícia CarvalhoPatrícia Carvalho

    07-10-2012 às 12:50:10

    Este conceito zen parece-me um pouco presente em todo o design, na medida em que este pretende conciliar estética e funcionalidade, simplicidade linear e de utilização mas que permita um sem-fim de funções.

    ¬ Responder
  • Gabriela TorresGabriela Torres

    06-10-2012 às 02:06:42

    Algumas pessoas criticam a filosofia zen,ou até mesmo criticam pessoas que adotam essa filosofia para a vida delas.Penso que se faz bem para a pessoa ela deve continuar adotando e praticando um estilo de vida zen.

    ¬ Responder
  • Gabriela TorresGabriela Torres

    06-10-2012 às 02:05:39

    Adoro a filosofia zen.Nada mais gostoso do que aproveitar a vida de forma bem relaxada e livre.Ser zen é ser natural,é aproveitar a vida sem medos e receios.Resumindo é ser feliz.

    ¬ Responder
  • Maria GabrielaMaria Gabriela

    04-10-2012 às 14:29:00

    Sem dúvida o mais importante é manter a mente aberta e sairmos do nosso mundinho. Gostei do conceito Zen, especialmente na questão da luminosidade. Além de eu preferir a luz natural, cada vez mais passa a ser uma necessidade, pois será muito mais económico. À que explorar os recursos que a natureza nos oferece sem encargos acrescidos. E tendo em conta o contexto atual que estamos a viver só mesmo vivendo de uma forma Zen.

    ¬ Responder
  • Pedro gil FerreiraPedro gil Ferreira

    04-10-2012 às 13:51:09

    Ser zen é muito bom pois denota paz e equilíbrio.Ele pode estar sempre presente, no dia-a-dia. Basta para isso fazer pequenas meditações, de cinco minutos, para ficar zen.Ou se prefere ouvir música clássica ou de reiki também o vai achar. Com efeito estar zen é estar bem, ou estar bem é estar zen.

    ¬ Responder
  • Teresa Maria Batista GilTeresa Maria Batista Gil

    04-10-2012 às 08:21:31

    Atualmente a palavra zen está muito na moda. Na verdade ser zen é estar em equilíbrio, harmonia e paz. Além disso procura-se tudo o que nos faça estar zen, seja através da meditação, música relaxante, yoga ou outras terapias zen.O objetivo é o total equilíbrio, paz e tranquilidade com a alma e a natureza.

    ¬ Responder
  • Anne TeixeiraAnne Teixeira

    03-10-2012 às 01:20:38

    Adoro yoga, comidas orientais, e até sigo o 5s pra organização, mas confesso que principios zen pra arrumar a casa nao testei ainda.Gosto de lugares confortáveis e que me acalmem, pois sou normalmente muito agitada.Até pensei em pequenas fontes e jardins de inverno mais voltados pra jardins orientais, excelentes para meditação, em futuras decorações da casa. Quem sabe.Alguém tem uma ideia????

    ¬ Responder
  • Adriana SantosAdriana dos Santos da Silva

    03-10-2012 às 00:20:58

    Zen é uma expressão que demonstra tranquilidade, paz e são aquelas pessoas que não se stressam com nada. Falar de um lugar que é muito zen significa falar que tem harmonia, uma grande paz. Todos nós queremos um lugar assim, que seja calmo e que possamos sair um pouco do tumulto da vida e relaxar para pensar um pouco sobre o futuro e sobre nossos planos. Sempre é bom tirar um tempo e fazer isso.

    ¬ Responder
  • Nilson EmpreendedorNilson Uemoto

    01-10-2012 às 21:18:25

    Baseado nos princípios da cultura milenar do oriente, a proposta zen é um convite para estarmos em um ambiente calmo, tranquilo e que nos remete ao interior de nós mesmos.Pessoas praticantes da meditação encontram no ambiente zen a condição ideal para se retirarem da agitação do mundo exterior e penetrarem nas profundezas de seu eu interior.Clínicas de massagem sempre tem um ambiente decorado segundo os princípios zen.

    ¬ Responder
  • Ruben GonçalvesRuben Gonçalves

    30-09-2012 às 15:54:01

    Fantástico, a decoração do ambiente em que vivemos é sem dúvida alguma muito importante para o nosso bem estar diário. Mantermos a nossa cabeça relaxada e um espírito Zen fará com que possamos alcançar os nossos objectivos mais facilmente permitindo-nos viver a vida de forma mais saudável.

    ¬ Responder
  • Cristina SousaCristina Sousa

    27-09-2012 às 20:15:46

    Passar um fim de semana prolongado no campo a usufruir de tudo o que este nos dá, desde as paisagens, tradição, história e relação com a terra. E como o bem estar físico é importante, nada melhor do que fazer uma caminhada e respirar o ar puro que só neste local existe. E obviamente, apreciar a boa comida acompanhada de um bom vinho, mas, escolher os produtos da terra.

    ¬ Responder
  • Nilson EmpreendedorNilson Uemoto

    25-09-2012 às 21:52:35

    Nada como um bom ambiente zen que nos traz a paz interior e é um lugar ideal para a prática da meditação,nesse mundo agitado e estressante de hoje,é importante nos voltarmos para dentro de nós mesmos e nada melhor que um ambiente tranquilo que nos devolve a serenidade e a lucidez das coisas.E isso é benéfico para a pessoa independentemente da crença ou religião, afinal uma mente sã gera um corpo são.

    ¬ Responder
  • Sofia NunesSofia Nunes

    24-09-2012 às 16:25:13

    Gostei bastante das suas dicas para desenvolver a decoração da casa de acordo com padrões zen… principalmente porque aprecio do estilo minimalista na decoração. Porém, uma vez que são vários os meus gostos nesta área, passando pelo também pelo vintage, pelo étnico e pelo pop art, penso que quando tiver a oportunidade de decorar uma casa cada divisão terá o seu estilo. O estilo zen ficará talvez para o quarto ou para o escritório.

    ¬ Responder
  • Teresa Maria Batista GilTeresa Maria Batista Gil

    24-09-2012 às 13:32:42

    Concordo inteiramente com o autor deste texto pois na realidade Zen não é religião, nem filosofia, nem sequer um dogma!. Trata-se efetivamente de um estado de espírito que ao ser aplicado amplia a consciência de tal modo, que chega á alma, ou ao seu conhecimento.Se for aplicado ao lar, lógicamente ele cria harmonia porque Zen é na minha perspectiva, Apenas paz, harmonia e conhecimento.

    ¬ Responder
  • Daiany Nascimento

    24-09-2012 às 11:07:14

    Olá autor, gostei muito deste texto falando sobre a decoração Zen, acho que para todas as pessoas que estão interessadas em modificar o visual de algum ambiente de sua casa, vale à pena apostar neste tipo de decoração. Além de a decoração estilo Zen garantir um ambiente mais calmo e relaxante, todos os tipos de peças, pintura e detalhes empregados no estilo parecem ficar muito bonitos, pois eu gosto uma decoração minimalista. Parabéns pelo texto.

    ¬ Responder
  • Lucas SouzaLucas Souza

    24-09-2012 às 00:30:31

    Parabéns pelo seu texto! Muito interessante conhecer sobre esse tipo de cultura e forma de viver, eu realmente não tinha conhecimento algum sobre o universo budista e o significado da palavra Zen. Além disso, a parte que menciona sobre a decoração de interiores me cativou muito, pois a nossa casa deve ser o lugar mais confortável possível, pois será o nosso paraíso particular. Continue assim, contribuindo com boas matérias e assuntos diversificados e temas novos!

    ¬ Responder
  • Gabriela TorresGabriela Torres

    22-09-2012 às 15:30:04

    Não tem nada melhor do que ser uma pessoa zen.Alguém assim está sempre bem consigo mesmo,sempre em paz.Pessoas que conservam esse estilo zen são bem mais felizes e com certeza devem viver mais.

    ¬ Responder
  • Luís da CostaLuís da Costa

    22-09-2012 às 11:11:15

    Ao ler este texto, deparaei-me com um dos temas que mais me apaixona: a filosofia oriental. O Zen japonê deriva das práticas do budismo indiano. Zen é apenas estar, é respirar e viver em harmonia com o Universo. Este texto é elucidativo. É imposível não praticar o Zen-Do ou o Za-Zen e de pôr s seus princípios em prática, inclusivé na decoração do lar, depois de se compreender minimamente a sua essência. Parabéns ao escritor.

    ¬ Responder
  • Carla HortaCarla Horta

    22-09-2012 às 10:12:48

    Existem factores muito importantes na decoração de uma casa. Sem duvida alguma que uma decoração equilibrada vai influenciar a nossa vida, pois é na nossa casa que os dias despertam. Ter em conta algumas ideias e informarmo-nos das energias da nossa casa é fundamental.

    ¬ Responder

Comentários - É muito zen...

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Como burlar a crise e fazer a viagem dos sonhos gastando pouco

Ler próximo texto...

Tema: Viagens
Como burlar a crise e fazer a viagem dos sonhos gastando pouco\"Rua
Não é novidade para ninguém que o Brasil está passando por uma séria crise econômica e política. Atrelado a isso, a elevação do dólar nos últimos meses tem contribuído para a queda considerável no número de viagens internacionais. Para os amantes de viagens, também chamados travelholics, a crise não é um motivo para adiar aquela viagem tão esperada.
Nesse post você terá dicas de como superar esse momento e realizar seu sonho de uma forma mais econômica, sem precisar de guias turísticos, que encarecem ainda mais a viagem.

Dica 1) Planeje sua viagem com antecedência.
Provavelmente a maioria já ouviu falar disso, mas é a pura verdade. Programar a viagem é o primeiro passo para uma estadia tranquila e bem mais barata. Escolher o destino, a época do ano e com quem ir é o começo de tudo. As passagens aéreas costumam ter preços promocionais quando comprada com antecedência e você poderá escolher melhor onde passará as noites.

Dica 2) Pesquise os preços das passagens diariamente.
Se o destino já está definido, comece a buscar as passagens já. Os preços costumam variar diariamente, e sim, podem cair ou subir absurdamente de um dia para o outro. Eu super indico o Google Voos como busca de passagem. Ele apresenta os valores e os horários das mais variadas companhias aéreas e no final, te redireciona para o site da empresa sem te cobrar nenhuma taxa por isso. Além disso, ter em mente a opção de flexibilizar as datas pode te possibilitar um bom desconto no final. Você e o seu vizinho de assento podem estar indo pro mesmo destino, mas pagando valores completamente diferentes.

Dica 3) Use e abuse do Google Maps para escolher a região de hospedagem.
O Google Maps é uma opção de busca com mil e uma utilidades. Depois de escolhida a cidade, pesquise a localização dos principais pontos turísticos que são do seu interesse. Há várias ferramentas para busca de hotéis e pontos turísticos no site. Se você vai depender de transporte público ou ''viação pé'' para conhecer a cidade, uma boa dica para economizar tempo e dinheiro é ficar na região cultural da cidade. Você poderá pagar um pouco mais caro na estadia, mas economizará em outros quesitos.

Dica 4) Utilize os sites de busca de hotéis para fazer as reservas.
Depois de muito pesquisar, descobri que organizar a viagem por conta própria pode sair até pela metade do preço do que seria através de uma agência de viagem. Existem muitos sites de hotéis, mas é bom pesquisar sua credibilidade em fóruns e sites de reclamação. Minha sugestão é o Booking.com, há anos no mercado com milhões de clientes, ele é reconhecido pela sua transparência e grande assistência àqueles que precisaram resolver algum problema. Utilizando as datas de entrada e saída, e os filtros como valor máximo da diária e número de estrelas, você encontra o melhor hotel pro seu gosto e seu bolso.

Dica 5) Seguro Viagem
É imprescindível a contratação de um seguro viagem se você está indo para o exterior. Dependendo do país, uma diária no hospital pode sair mais cara que toda a viagem. Sem falar que em caso de extravio de bagagem e algum problema mais grave com um parente próximo no país de origem, além de outras questões, o seguro tem a cobertura específica. Não se deixe levar pelos pequenos preços. Procure aqueles conhecidos mundialmente e, de preferência, utilizado por algum conhecido. Quanto mais detalhado for, melhor.

Dica 6) Curta a pré-viagem pesquisando
O período antes da viagem é tão gostoso quanto ela, propriamente dita. Aproveite para pesquisar sobre os locais do seu interesse, restaurantes, lojas e principalmente transporte. Hoje, já existe taxímetro online em grandes metrópoles, onde você pode fazer um cálculo estimado da corrida de um lugar a outro. Como o nosso objetivo é a economia, são muitas as alternativas de transporte. Além do bom e velho ônibus, as vans compartilhadas do aeroporto para o hotel podem sair bem mais em conta que o táxi. Para quem for ficar poucos dias em uma grande cidade, os ônibus vermelhos de dois andares, conhecidos por Hop On Hop Off, dão uma geral na cidade, passando pelos principais pontos e possibilitando ao turista parar onde quiser, e esperar pelo próximo nos pontos indicados. Existem ticktes de 24, 48 e 72 horas ilimitado, a partir do momento do primeiro uso.

Pesquisar mais textos:

Letícia Spínola Flávio

Título:Como burlar a crise e fazer a viagem dos sonhos gastando pouco

Autor:Letícia Spínola Flávio(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Adriana SantosAdriana Santos

    10-11-2015 às 21:16:50

    Gostei das dicas! Valeu!
    Realmente, as pessoas que amam viajar encontram diversas formas, nem que seja um lugar próximo a sua cidade!

    Abraços!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios