Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Vestuário > O vestido mais caro da história

O vestido mais caro da história

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Vestuário
Visitas: 6
Comentários: 2
O vestido mais caro da história

Diga lá a verdade! Quando está super apaixonada por aquela peça caríssima que viu na sua loja de roupa preferida, mais tarde ou mais cedo, acaba por dar a mão à palmatoria e arranja meios e fundos para a poder comprar.

Mas será que era capaz de pagar 800 mil euros por um vestido? Reformulando a pergunta; será que tem possibilidade de gastar este valor? Se a sua resposta é não, pois fique sabendo que existe quem possa gastar balúrdios numa peça de roupa!

No aniversario de 45 anos do presidente John Kennedy, realizado no famoso ginásio da época Madison Square Garden, em nova York, a inesquecível Marilyn Monroe usou o vestido que é hoje considerado como o mais caro do mundo, para cantar os “Parabéns a você”ao presidente dos Estados Unidos.

Numa festa em que as atenções deveriam estar voltadas para John Kennedy, Marilyn Monroe que se encontrava no auge da sua carreira, acabou por ser o principal centro de atenções quando entrou em palco e cantou os parabéns de uma forma tão sensual. Marilyn Monroe com o seu estilo único e inesquecível usou um vestido bem justo, da cor da pele com cerca de seis mil pedras de cristal Swarovski.

Este evento foi a última grande aparição em público da famosa estrela de cinema, uma vez que esta veio a falecer três meses depois. Após a sua morte o vestido foi deixado como herança para Lee Strasberd, conselheiro artístico de Marilyn e proprietário da escola artística onde esta estudava. Com a morte de Strasberg em 1982, a proprietária do vestido passou a ser a sua mulher, que o manteve em conjunto com outros pertences de Marilyn durante 17anos.

O vestido usado por Marilyn foi vendido num leilão, em outubro de 1999, a Robert Schagrin e a Peter Siegel, proprietários da loja Gotta Have It Collectibles pelo valor de 800 mil euros.

Este belíssimo vestido foi criado pelo famoso estilista francês Jean Louis Henri Bousquet, criador da marca cacherel no ano de 1962 em paris. É considerado um dos grandes nomes do mundo da moda internacional.


Rua Direita

Título: O vestido mais caro da história

Autor: Rua Direita (todos os textos)

Visitas: 6

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • SophiaSophia

    09-06-2014 às 04:00:12

    Não conhecia o vestido mais caro da história. Mas, penso que deva ser lindooo...
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • sabara aleixo

    07-04-2013 às 19:43:57

    nice vestijiu tu es mesmo biutiful conbinou contigo.

    ¬ Responder

Comentários - O vestido mais caro da história

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O que é uma Open House?

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Imóveis Venda
O que é uma Open House?\"Rua
Este é um tema que vem pôr muito a lindo o trabalho de alguns mediadores imobiliários e do seu trabalho.

Quando temos um imóvel para vender, muitos são os métodos a utilizar e os meios que nos levam até eles para termos o nosso objetivo cumprido – A venda da Casa.
Quando entregamos o nosso imóvel para que uma mediadora o comercialize, alguns aspetos têm de ser tidos em conta, como a legalidade da empresa e quem será a pessoa responsável pela divulgação da sua casa, mas a ansia de vermos o negócio concretizado é tanta, que muitas vezes nos escapa a forma como fazem a referida divulgação e publicidade do imóvel.

Entre anúncios na internet e as conhecidas folhas nas montras dos estabelecimentos autorizados, muitas mediadoras optam por fazer uma ação que está agora muito em voga que é uma Open House. Mas afinal, o que é isto de nome estrangeiro que tanto se vê pelas ruas e em folhetos de anúncio?

Ora bem, a designação em Português é muito simples – Casa Aberta. E na realidade, uma Open House é isso mesmo. Abrir uma Casa para que todos a possam ver. NO entanto, requerem-se alguns aspetos que as mediadoras normalmente preveem, mas que é fundamental que o proprietário do imóvel também tenha consciência e conhecimento.

Por norma as imobiliárias só fazem este tipo de intervenção e ação em imóveis que têm como exclusivo, isto é, quando é uma só determinada mediadora, a autorizada a poder comercializar o imóvel.

Em segundo lugar, este tipo de ação de destaque requer à mediadora custos com tempo, recursos humanos e financeiros.
A mediadora começa por marcar um dia próprio que por norma é datado para um feriado ou fim de semana. Faz então publicidade local através de folhetos e flyres anunciando a Open House, o dia e a hora, tal como o local. Muito provavelmente serão tiradas fotografias ao seu imóvel.

Através de redes sociais também poderão ser divulgadas as ações.
No dia da Open House, o local será indicado com publicidade da sua casa e da imobiliária e começarão a aparecer visitas ao imóvel.

Sugiro que não tenha mobiliário e muito menos valores em casa. O ideal será o imóvel estar desocupado de todos e quaisquer bens, por uma questão de segurança, mas também porque as áreas parecerão maiores e isso com toda a certeza ajuda à venda.

A imobiliária será responsável pela limpeza e trato do imóvel, pelo que se ocorrerem danos, serão eles os responsáveis.
Neste tipo de ações, é normal que a concorrência das imobiliárias apareça e faça parcerias que para si só trará vantagens.

Uma Open House pode não ser uma ação de destaque em Portugal, mas por exemplo nos Estados Unidos, é o normal e mais agradável. Os clientes não se sentem pressionados como numa visita normal e os negócios concretizam-se com muito mais rapidez e naturalidade.

Pesquisar mais textos:

Carla Horta

Título:O que é uma Open House?

Autor:Carla Horta(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios