Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Desporto > As bicicletas estão na vanguarda

As bicicletas estão na vanguarda

Categoria: Desporto
Visitas: 6
Comentários: 1
As bicicletas estão na vanguarda

Devido ao constante aumento dos combustíveis, à maior preocupação com as causas ambientais, às dificuldades de mobilidade e estacionamento nas cidades é cada vez maior o nº de pessoas que opta pela bicicleta como meio de transporte.

Esta parece ser uma solução muito interessante, principalmente nas cidades mais planas e para pessoas que não tenham que fazer um número exagerado de quilómetros para chegar ao local de trabalho. Segundo a ONU, a bicicleta é o veículo mais rápido e prático para percursos de até seis quilómetros de distância.

Também como forma de lazer, a bicicleta tem vindo a assumir um papel cada vez mais relevante. Em pequenos ou grandes grupos, as pessoas juntam-se e fazem passeios de bicicleta, o chamado Cicloturismo. Estas actividades são normalmente organizadas por associações que incentivam os seus sócios (e também outras pessoas) a participarem. Desta forma, as pessoas têm a oportunidade de sair da rotina, passar o dia ao ar livre, conviver e ao mesmo tempo “desenferrujam” os músculos e estão a contribuir para melhorar o seu bem-estar e a sua saúde. Além disso, trata-se de uma actividade em que pode participar toda a família e pode ser uma excelente forma de usufruir de algum “tempo de qualidade” com os seus entes queridos.

Inclusivamente, na Europa já existe um projecto denominado “Eurovelo”, da responsabilidade da Federação Europeia de Ciclistas com o objectivo de desenvolver rotas cicláveis de longa distância atravessando todo o continente.

Ainda não comprou uma bicicleta? De que está à espera…

Se for daquelas pessoas que pensa que comprar uma bicicleta é um mau investimento, então atrevo-me a dizer-lhe o seguinte: Só será um mau investimento se depois não fizer uso dela!

Senão repare, além de lhe proporcionar bons momentos de lazer ao ar livre ainda irá contribuir para melhorar a sua saúde e o seu bem-estar físico e mental. Já pensou que isso poderá fazer com que poupe muitos euros em despesas de saúde a curto médio prazo… já para não falar na questão do bem-estar porque isso certamente não tem preço.

Ah, e já agora, para sua segurança não se esqueça de comprar o respectivo capacete.


Carlos Vieira

Título: As bicicletas estão na vanguarda

Autor: Carlos Vieira (todos os textos)

Visitas: 6

763 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Luene ZarcoLuene

    09-10-2014 às 13:37:33

    É uma forma incrível de aliar o movimentar do corpo com a economia no bolso. Acredito que cada pessoa deveria experimentar ir para o trabalho de bicicleta ou para a faculdade. É excelente!

    ¬ Responder

Comentários - As bicicletas estão na vanguarda

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Um sinal de compromisso

Ler próximo texto...

Tema: Jóias Relógios
Um sinal de compromisso\"Rua
Exibir uma aliança de compromisso é, frequentemente, motivo de orgulho e, quando se olha para ela, vai-se rodando-a no dedo e fica-se com aquela expressão ridícula na cara.

Uma questão se coloca: qual a razão de estas alianças de compromisso serem tão fininhas: será porque os seus principais clientes, os jovens, são sujeitos de poucas posses (tendendo as mesadas a emagrecer ainda mais com a crise generalizada) ou porque esse compromisso, não obstante a paixão arrebatadora, é frágil e inseguro?

Sim, porque aqui há que fazer cálculos matemáticos: x compromissos vezes y alianças…com um orçamento limitado sobre um fundo sentimental infinito…

Depois, importa perpassar os tipos destas alianças. Há as provisórias, que duram em média quinze dias; há as voadoras, que atravessam os ares à velocidade da luz quando a coisa dá para o torto; há as que insistem em cair do dedo, sobretudo em momentos em que ter um compromisso se revela extremamente inoportuno; e depois há as residentes, que uma vez entradas não tornam a sair.

Os pombos-correios usam anilhas onde figuram códigos que os identificam. Talvez não fosse completamente descabido fazer umas inscrições deste género em algumas alianças de compromisso por aí…

Só para ajudar os mais esquecidos a recordarem a que “pombal” pertencem.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Um sinal de compromisso

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Luene ZarcoLuene

    22-09-2014 às 05:46:10

    Um sinal de amor e lealdade perpétua! Adoro ver os vários modelos de aliança! Vale a pena escolher uma bem bonita!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios