Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Telemóveis > Visões do Futuro

Visões do Futuro

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Telemóveis
Visitas: 2
Comentários: 2
Visões do Futuro

Há muitos anos que se fala da questão de fusão quase que impercetível do ser humano com a tecnologia. Pode parecer que não mas já vivemos dessa forma. Com os telemóveis a tornarem-se cada vez mais parte integral da nossa vida, chegamos mesmo ao ponto de nos sentirmos incompletos se não tivermos o nosso smartphone à mão em muitos casos.

Assim, o que podemos esperar do futuro das telecomunicações?
Bem, a Nokia e a Google são alguns das primeiras empresas ligadas às telecomunicações a dar-nos os primeiros vislumbres sobre o que será muito provavelmente as tecnologias que vamos começar a usar dentre em breve.



Tanto uma companhia como a outra acreditam em produtos que permitam ao utilizador de telemóveis e redes sociais fazer tudo aquilo que fazemos atualmente com um smartphone, mas com as mãos totalmente livres, usando apenas sistemas de reconhecimento de voz, isto tudo usando um visor que é nada mais, nada menos que um par de óculos.

A Google apresentou em junho deste ano, na Google I/O os seus Google Glasses (Óculos Google). Este além de terem a capacidade de funcionar como um telemóvel na sua aplicação mais simples (receber chamadas e enviar de mensagens), permite também usando a tecnologia de realidade aumentada, receber informação acerca de locais onde nos encontremos, enviar vídeo, imagens e texto para as nossas redes sociais em tempo real, isto tudo ao longo da nossa rotina diária. A Google está almejar por um lançamento em 2013.

A Nokia apresentou também um protótipo para a sua versão do telemóvel do futuro. Este funciona também com a tecnologia de realidade aumentada em conjunto como um sistema de leitura de movimentos muito parecido ao Kinetic da Microsoft, que lendo o movimento da nossa mão consegue concluir qual a função ou operação que estamos a escolher ou aplicação a iniciar. Tal como os óculos da Google, esta invenção da Nokia, possui todas as funções de um smartphone.



Porém é um protótipo e ainda não está estipulada uma data de lançamento.
A questão é, este tipo de tecnologia será bem pelas massas? Poderá ser vista como um pouco intrusiva uma vez que obriga a que tenhamos de usar um acessório estranho a nós constantemente ou pelo menos enquanto queremos estar contactáveis. O futuro o dirá.


Bruno Jorge

Título: Visões do Futuro

Autor: Bruno Jorge (todos os textos)

Visitas: 2

613 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • Luene ZarcoLuene

    04-11-2014 às 10:22:59

    Quando que iríamos imaginar uma tecnologia tão avançada como a de hoje? Nunca! Então, temos que aproveitar muito e nos beneficiar de tudo que ela poderá nos fornecer.

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    02-06-2014 às 17:21:51

    Pode-se observar que essas empresas desempenham um papel de grande responsabilidade, visando a produzir telemóveis mais modernos e chamativos, com o fim único de lucrar. Como são inteligentes!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Comentários - Visões do Futuro

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os primeiros brinquedos

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Brinquedos
Os primeiros brinquedos\"Rua
O brinquedo é mais do que um objecto para a criança se divertir e distrair, é também uma forma de conhecer o mundo que tem ao seu redor e para dar asas à sua imaginação. Desta forma, os brinquedos sempre estiveram presentes na sociedade.

Os primeiros brinquedos datam de 6500 anos atrás, no Japão, em que as crianças brincavam com bolas de fibra de bambu. Entretanto há 3000 anos surgiram os piões feitos de argila e decorados, na Babilónia.

No século XIII apareceram os soldadinhos de chumbo, porém só eram acessíveis às famílias nobres. Cinco séculos mais tarde, apareceram as caixas de música, criadas por relojoeiros suíços.

As bonecas são muito antigas, surgiram enquanto figuras adoradas como deusas, há 40 mil anos, mas a primeira fábrica abriu apenas em 1413 na Alemanha. Barbie, a boneca mais famosa do mundo, foi criada em 1959, mas ainda hoje é das mais apetecíveis pelas crianças.

O grande boom dos brinquedos aconteceu quando se descobriu o plástico para o fabrico. Mesmo assim, muitas famílias não podiam comprar brinquedos aos filhos, como tal, estes utilizavam diversos tipos de materiais e construíam os seus próprios brinquedos.

Actualmente, as crianças têm acesso a uma enorme variedade de brinquedos, desde bonecas, a carros telecomandados, a videojogos… Educativos ou apenas lúdicos, há de tudo e para todos os gostos e preços.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Os primeiros brinquedos

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • umdolitoys 23-01-2013 às 05:46:38

    Adorei a reportagem! e tenho algo para vocês verem!!

    Espero que gostem!!!

    ¬ Responder
  • sofia 22-07-2012 às 21:56:29

    Achei muito interecante e muito legal saber que ano foi fabricadoas bonecas

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios