Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > Como estudar para um exame

Como estudar para um exame

Categoria: Outros
Comentários: 3
Como estudar para um exame

Os exames são uma parte necessária do estudo. A sua preparação pode tornar-se mesmo estressante. Uma vez que eles são tão importantes, é preciso estudar para que os melhores resultados sejam obtidos. Aqui estão alguns comportamentos e opções para melhorar suas habilidades no estudo. Adapte-os às suas necessidades e ao seu ambiente para fazer o melhor pela sua educação.

Crie um calendário. Faça a gestão do tempo com sabedoria para garantir que você estuda todos os temas previstos do exame. Lembre-se de fazer pausas regulares e sair e fazer exercício.
Reescreva as suas notas para auxílio de memória. Renovar ou refazer os seus apontamentos é ótimo se você for um aluno cinestésico. Além disso, quando você voltar a escrever algo, provavelmente você vai pensar sobre o que você está escrevendo e por que você escreveu. Mais importante ainda, isso atualiza a sua memória. Memorizar matérias às vezes não ajuda.

Você aprende, não cansa a sua memória, mas para isso certifique-se de compreender o que você está tentando aprender.

Encontre as horas certas para estudar. Não estude quando você estiver muito cansado. É melhor ter uma boa noite de sono depois de estudar por um tempo curto, do que forçar mais e ir até às duas da manhã. Você não vai se recordar do que leu e é provável que sua performance caia no dia seguinte.

Não force nem absorva demasiada informação de uma vez só. O congestionamento de informação na noite anterior é provado ser ineficaz, porque você está estudando tanta informação de uma só vez que é impossível memorizá-la toda - na verdade, dificilmente você vai reter alguma coisa. Estudar com antecedência e revisar várias vezes a mesma matéria é realmente a melhor maneira de aprender. Isto é especialmente verdadeiro com matérias como História e outras disciplinas mais teóricas.

Para diferentes temas, um estudo diferente. Se for Matemática, trabalhe mais à base de exercícios e resolução de situações problemáticas. Não basta ler sobre a matéria, como você faria para História, por exemplo. A Matemática exige prática e resolução de muitos exercícios. Lembre-se: se você não consegue resolver o problema antes do exame, você não será capaz de resolvê-lo no exame também.

Se você está estudando para um assunto mais social, releia suas notas, ou reescreva-as! Certifique-se de que você sabe o que você está falando (em vez de apenas memorizar as notas)!
Não basta copiar as suas anotações uma e outra vez. Isso tende a provocar a memorização das palavras exatas de suas notas em vez da compreensão dos conceitos reais. Em vez disso, leia e pense sobre o conteúdo dos seus apontamentos (nos exemplos que você usou no estudo) e use-os por outras palavras.

Escolha bons ambientes para estudar. Como você estuda melhor? Vestindo seu pijama ou sua t-shirt favorito? Com música ou sem? No seu quarto ou no exterior? Você provavelmente não será capaz de estudar de forma eficaz com distrações como ouvindo membros da família e ruídos externos. Algumas estratégias para gerir seu ambiente incluem: uma sala limpa, calma e bem arrumada. As bibliotecas públicas são geralmente uma boa opção. Esteja ciente de que os alimentos provavelmente não serão permitidos e você vai ter que manter o silêncio.

Estudar em uma sala escura não é recomendado. Utilize uma boa iluminação e abra suas janelas. As pessoas tendem a estudar e a se concentrar melhor em um quarto oxigenado, mais luminoso e com pouco ruído.

Desligue a TV. Algumas pessoas gostam de ter a TV silenciosamente em segundo plano. Isso pode funcionar em ambos os sentidos na medida em que pode distraí-lo, mas também pode ajudá-lo a continuar a estudar. Pode ser benéfico para começar a estudar com a TV ligada e depois desligue-a quando você estiver embalado mo estudo. A combinação de estímulos visuais e de áudio, provavelmente, reduzirão o seu desempenho estudar, pois torna-se mais difícil para o seu cérebro priorizar a aquisição de informações (trocando rapidamente a atenção entre estudar e assistir TV). O mesmo acontece com a utilização de música durante o estudo.

Planeje com antecedência. Sempre crie um plano antes de começar a estudar. Lembre-se que este plano tem que ser alcançável. Se em 5 lições 3 lições são fáceis e podem ser concluídas rapidamente, comece com elas para que possa passar mais tempo nas lições difíceis sem se preocupar. Pequenos truques como estes irão ajudá-lo a terminar as suas tarefas rapidamente.
Reveja suas notas. Quando você terminar de estudar uma página de suas notas, antes de passar para a próxima página, pergunte a si mesmo as questões relativas à matéria da página para ver se você se lembra do que você acabou de estudar. Também ajuda se disser as respostas para suas perguntas em voz alta, como se estivesse tentando explicar os conteúdos a alguém.

Pergunte-se: O que é que meu professor colocaria no exame?

Quais as matérias em que devo focar-me para o que eu preciso saber?

Peça ajuda. Se você precisar de ajuda, peça a alguém que seja bom nas matérias que você está estudando. Amigos, família e professores são todos boas opções.

Esteja preparado para o grande dia. No dia do seu exame, olhe para as suas notas antes do exame para que a informação ainda esteja fresca na sua cabeça. Tenha uma boa noite de sono na véspera e coma um bom pequeno-almoço no próprio dia. Depois, mantenha-se focado e… boa sorte!


Rua Direita

Título: Como estudar para um exame

Autor: Rua Direita (todos os textos)

Visitas: 0

617 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 3 )    recentes

  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoIsabel

    16-04-2014 às 19:21:37

    Como devo estudar para fazer uma apresentação oral? Da área de psicologia, defender Trabalho de grupo... Como devo fazer?

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    16-04-2014 às 18:58:34

    Nossa, arrasaste com esse texto. Muito útil e prático. Parabéns e sucessos!

    A equipa da Rua Direita

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoIsabel

    16-04-2014 às 00:09:50

    Como devo estudar para fazer uma apresentação oral? Da área de psicologia, defender Trabalho de grupo... Como devo fazer?

    ¬ Responder

Comentários - Como estudar para um exame

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Como burlar a crise e fazer a viagem dos sonhos gastando pouco

Ler próximo texto...

Tema: Viagens
Como burlar a crise e fazer a viagem dos sonhos gastando pouco\"Rua
Não é novidade para ninguém que o Brasil está passando por uma séria crise econômica e política. Atrelado a isso, a elevação do dólar nos últimos meses tem contribuído para a queda considerável no número de viagens internacionais. Para os amantes de viagens, também chamados travelholics, a crise não é um motivo para adiar aquela viagem tão esperada.
Nesse post você terá dicas de como superar esse momento e realizar seu sonho de uma forma mais econômica, sem precisar de guias turísticos, que encarecem ainda mais a viagem.

Dica 1) Planeje sua viagem com antecedência.
Provavelmente a maioria já ouviu falar disso, mas é a pura verdade. Programar a viagem é o primeiro passo para uma estadia tranquila e bem mais barata. Escolher o destino, a época do ano e com quem ir é o começo de tudo. As passagens aéreas costumam ter preços promocionais quando comprada com antecedência e você poderá escolher melhor onde passará as noites.

Dica 2) Pesquise os preços das passagens diariamente.
Se o destino já está definido, comece a buscar as passagens já. Os preços costumam variar diariamente, e sim, podem cair ou subir absurdamente de um dia para o outro. Eu super indico o Google Voos como busca de passagem. Ele apresenta os valores e os horários das mais variadas companhias aéreas e no final, te redireciona para o site da empresa sem te cobrar nenhuma taxa por isso. Além disso, ter em mente a opção de flexibilizar as datas pode te possibilitar um bom desconto no final. Você e o seu vizinho de assento podem estar indo pro mesmo destino, mas pagando valores completamente diferentes.

Dica 3) Use e abuse do Google Maps para escolher a região de hospedagem.
O Google Maps é uma opção de busca com mil e uma utilidades. Depois de escolhida a cidade, pesquise a localização dos principais pontos turísticos que são do seu interesse. Há várias ferramentas para busca de hotéis e pontos turísticos no site. Se você vai depender de transporte público ou ''viação pé'' para conhecer a cidade, uma boa dica para economizar tempo e dinheiro é ficar na região cultural da cidade. Você poderá pagar um pouco mais caro na estadia, mas economizará em outros quesitos.

Dica 4) Utilize os sites de busca de hotéis para fazer as reservas.
Depois de muito pesquisar, descobri que organizar a viagem por conta própria pode sair até pela metade do preço do que seria através de uma agência de viagem. Existem muitos sites de hotéis, mas é bom pesquisar sua credibilidade em fóruns e sites de reclamação. Minha sugestão é o Booking.com, há anos no mercado com milhões de clientes, ele é reconhecido pela sua transparência e grande assistência àqueles que precisaram resolver algum problema. Utilizando as datas de entrada e saída, e os filtros como valor máximo da diária e número de estrelas, você encontra o melhor hotel pro seu gosto e seu bolso.

Dica 5) Seguro Viagem
É imprescindível a contratação de um seguro viagem se você está indo para o exterior. Dependendo do país, uma diária no hospital pode sair mais cara que toda a viagem. Sem falar que em caso de extravio de bagagem e algum problema mais grave com um parente próximo no país de origem, além de outras questões, o seguro tem a cobertura específica. Não se deixe levar pelos pequenos preços. Procure aqueles conhecidos mundialmente e, de preferência, utilizado por algum conhecido. Quanto mais detalhado for, melhor.

Dica 6) Curta a pré-viagem pesquisando
O período antes da viagem é tão gostoso quanto ela, propriamente dita. Aproveite para pesquisar sobre os locais do seu interesse, restaurantes, lojas e principalmente transporte. Hoje, já existe taxímetro online em grandes metrópoles, onde você pode fazer um cálculo estimado da corrida de um lugar a outro. Como o nosso objetivo é a economia, são muitas as alternativas de transporte. Além do bom e velho ônibus, as vans compartilhadas do aeroporto para o hotel podem sair bem mais em conta que o táxi. Para quem for ficar poucos dias em uma grande cidade, os ônibus vermelhos de dois andares, conhecidos por Hop On Hop Off, dão uma geral na cidade, passando pelos principais pontos e possibilitando ao turista parar onde quiser, e esperar pelo próximo nos pontos indicados. Existem ticktes de 24, 48 e 72 horas ilimitado, a partir do momento do primeiro uso.

Pesquisar mais textos:

Letícia Spínola Flávio

Título:Como burlar a crise e fazer a viagem dos sonhos gastando pouco

Autor:Letícia Spínola Flávio(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Adriana SantosAdriana Santos

    10-11-2015 às 21:16:50

    Gostei das dicas! Valeu!
    Realmente, as pessoas que amam viajar encontram diversas formas, nem que seja um lugar próximo a sua cidade!

    Abraços!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios