Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Telemóveis > Telemóvel protege bens pessoais

Telemóvel protege bens pessoais

Categoria: Telemóveis
Visitas: 6
Comentários: 2
Telemóvel protege bens pessoais

Graças aos avanços da tecnologia, as questões da segurança dos nossos bens materiais e humanos podem estar contempladas nas funções do nosso telemóvel. Já é possível visionar o que se passa dentro da nossa própria casa ou sermos avisados, por toque ou sms, no caso do disparo de um sistema de detecção de incêndio (indicando a presença de fumos ou de temperaturas altas na nossa habitação ou escritório) ou de intrusão (dando sinais da existência de movimentos do ar).

Através do telemóvel poderemos também, no sistema das denominadas casas inteligentes, activar o fecho ou abertura de persianas, a presença ou não de luzes e de som (como música ou TV), de modo a dar a ilusão do movimento de alguém no interior da casa. Este método é particularmente útil aquando da ausência prolongada dos proprietários e funciona como elemento dissuasor de intrusão ou assalto.
Em desenvolvimento, estão alguns instrumentos de protecção humana que podem comunicar directamente com o telemóvel dando vários tipos de alerta ou de conhecimento das situações. Tal é o caso, por exemplo, de um chip, que pode ser incorporado numa pulseira, usada por uma criança ou idoso, de forma a que os familiares saibam do seu paradeiro, tipo sistema de GPS assistido.

Alguns infantários desenvolvem inclusivé a introdução de sistemas de circuitos internos de televisão, de modo a que os pais (à semelhança do que acontece com o sistema das casas inteligentes), possam visionar em tempo real o que se passa com o seu rebento, na hora que entenderem. Seria interessante, aplicar esta técnica de forma generalizada, incluindo nos lares de idosos, a bem da preservação da segurança dos nossos entes queridos.

No futuro, e de acordo com alguns cientistas, certos dispositivos poderão detectar os níveis de stress (através da medição dos níveis de sudação e dos batimentos cardíacos, por exemplo) na criança ou no idoso, enviando automaticamente um sinal de alarme para o telemóvel, de modo a que o receptor possa visionar o que se passa e, em caso de necessidade, enviar os cuidados médicos ou de ajuda necessários.
Mais que um meio de comunicação, o telemóvel veste-se como a ponte de ligação familiar, promovendo a solidez dos laços afectivos. Antes de 2020 é bem possível que assistamos à chegada do telemóvel da xª geração, com potencialidades apenas hoje idealizadas, mas constituintes da evolução e segurança humanas.

Carla Santos

Título: Telemóvel protege bens pessoais

Autor: Carla Santos (todos os textos)

Visitas: 6

772 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • Luene ZarcoLuene

    10-11-2014 às 11:36:54

    Muito bom! Melhor mesmo é tentar estar seguro num mundo que constantemente estão a nos trapacear! Todo o cuidado ao usar suas informações por aí!

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    03-06-2014 às 23:27:26

    É bem verdade quando somos acionados pelo celular mediante algum fato como débito em nossa conta, ou quando estão querendo invadir a conta no facebook, logo somos advertidos pelo celular.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Comentários - Telemóvel protege bens pessoais

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O Mito da Entrevista de Emprego

Ler próximo texto...

Tema: Empresariais
O Mito da Entrevista de Emprego\"Rua
Aguardando há meses pela oportunidade de um novo emprego e após ser aprovado em várias etapas do processo de seleção eis que surge um empecilho: a entrevista de emprego.

Diversas dúvidas passam pela cabeça do candidato como o que vestir, como sentar-se, qual o tom de voz adequado, o que o entrevistador espera como resposta e como impressioná-lo provando ser a pessoa certa para a vaga a ser ocupada.

A verdade é que não há regra que garanta o sucesso em uma entrevista, porém, algumas atitudes e cuidados precisam ser tomados. Abaixo seguem 10 dicas que auxiliarão o candidato enfrentar essa fase do processo de seletivo de forma mais segura, não importando a área ou cargo pretendido.

1. Seja pontual. A pontualidade é uma forma de demonstrar respeito, consideração e compromisso com a empresa, porém, ser pontual não significa ser precipitado, chegando com muito tempo de antecedência. Para isso programe-se: quanto tempo você levará para chegar até o local combinado para a entrevista? E se houver algum tipo de atraso? Programe-se para que os prazos possam ser cumpridos. Se o atraso for inevitável entre em contato com a empresa e explique o motivo para o mesmo solicitando a possibilidade de remarcar o compromisso.

2. Vista-se de maneira condizente ao cargo que irá ocupar. Mesmo parecendo ser uma superficialidade, a forma como o candidato se veste pode influenciar a decisão do entrevistador, portanto, causar uma boa impressão é essencial. Para isso pesquise o perfil da empresa, se possível observe a forma como os funcionários se vestem e use na entrevista algo um pouco mais formal do que usaria todos os dias para ir ao trabalho.

3. Zele por uma boa aparência. Como descrito acima causar uma boa impressão é essencial, dessa forma, a higiene pessoal é indispensável. Vale ressaltar que perfumes e maquiagem exagerados são pontos negativos em uma entrevista.

4. Tenha em mente suas principais realizações profissionais e as evidencie. Quais os principais desafios que essas lhe trouxeram e o que aprendeu em cada uma delas. Se é seu primeiro emprego vale ressaltar suas experiências escolares e acadêmicas como trabalhos em grupos, projetos realizados, programas de estágio e trainee.

5. Tenha atitudes positivas. Um método de entrevista consiste em perguntas aparentemente absurdas que não possuem, necessariamente, respostas prontas. O que ele deseja na verdade é avaliar seu raciocínio lógico, portanto, seja criativo, argumente e crie estratégias para sair dessa saia justa.

6. Seja genuíno e autentico. Mesmo estando sob pressão seja você na entrevista. Não minta nem use máscaras. O recrutador provavelmente perceberá que você não está sendo sincero.

7. Tenha argumentos. “Por que você quer trabalhar aqui?” ou “Quais serão suas contribuições para essa empresa?” são perguntas básicas em uma entrevista de empregos. Portanto, tenha bons argumentos para esses questionamentos.

8. Mostre-se interessado. Faça perguntas plausíveis ao entrevistador.

9. Seja gentil e educado a todo o momento. Muitas empresas costumam analisar o candidato no momento em que esse inicia o processo seletivo.

10. Mostre-se confiante. Se você fará a entrevista de emprego é porque já passou por outras fases do processo seletivo, ou seja, tem muitos pontos a seu favor. Acredite no seu potencial .

Outros textos do autor:
O Mito da Entrevista de Emprego

Pesquisar mais textos:

Mabelly Venson

Título:O Mito da Entrevista de Emprego

Autor:Mabelly Venson(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios