Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Telemóveis > Não telefone, mande uma SMS!

Não telefone, mande uma SMS!

Categoria: Telemóveis
Visitas: 6
Comentários: 2
Não telefone, mande uma SMS!

Muitas são as vezes que dou por mim a pensar em como a nossa vida está facilitada. Desde a divulgação maciça do uso do telemóvel, tudo se tornou mais simples. Antes, quando combinávamos um encontro com alguém, tudo tinha de ficar muito bem confirmado: num local muito específico e o horário bem acordado. Se alguém se atrasava um pouco relativamente à hora marcada, ninguém imaginava que não apareceria. Aguardávamos, pacientemente, pois ela havia de aparecer. E na realidade aparecia e mesmo que estivéssemos num sítio com muita gente, acabávamos sempre por nos encontrar.

Hoje nada se passa desta forma. Os pontos de encontro já não são tão exaustivamente combinados, pois “quando chegarmos damos um toque” ou “o primeiro a chegar telefona”.

Lembro-me do aparecimento do telemóvel no nosso país. De algum volume, revolucionaram rapidamente a vida de quem os adquiria e ainda mais depressa se vulgarizaram.

Quando adquiri o meu primeiro telemóvel, apercebi-me que tinham a possibilidade de enviar mensagens escritas, mas que esse serviço ainda não era disponibilizado. Recordo-me de pensar que quando tal fosse possível, iria adorar comunicar dessa forma com os meus amigos. E não me enganava. Hoje sou grande fã das SMS e utilizo-as em grande quantidade no meu dia-a-dia.

Mas os telemóveis vieram para ficar e as capacidades dos modelos contemporâneos surpreendem-me todos os dias. O pequeno aparelho que trazemos no bolso, deixou de servir exclusivamente para fazer chamadas telefónicas. Para além de funções mais básicas, como agenda, calendário ou calculadora, actualmente, alguns modelos têm acesso à internet, permitem vídeo chamadas, disponibilizam serviço de GPS, possibilitam ouvir rádio ou ficheiros de música seleccionados pelo proprietário e até servem de máquina fotográfica e câmara de vídeo.

Se fizermos as contas, conseguimos substituir o computador, as máquinas de filmar e fotografar, o aparelho de GPS e o mp3, por apenas um e só um telemóvel. Claro que nem um bom telemóvel consegue captar, com a mesma qualidade de imagem, uma fotografia ou um pequeno vídeo que queremos produzir, mas servem muitas vezes de recurso quando melhor tecnologia não está disponível.

Imagina-se a viver sem telemóvel? Eu não, e já passei por situações complicadas por me esquecer dele em casa ou por ficar sem bateria. Parece que a vida actual não é possível sem eles! Apesar de ter um modelo bastante modesto, permite-me fazer exactamente aquilo de que necessito: telefonemas e enviar SMS. Quanto a fotografias, GPS ou mp3, prefiro utilizar modelos tecnológicos próprios.



Cláudia Bandeira

Título: Não telefone, mande uma SMS!

Autor: Cláudia Bandeira (todos os textos)

Visitas: 6

615 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • Briana AlvesBriana

    10-11-2014 às 11:22:10

    É até bem mais barato enviar um SMS que fazer uma ligação. Também prefiro assim, no caso de ser algo rápido e sem muita importância. Hoje também já está difícil seu uso por conta das msgs on line como whatsapp, messenger e facebook.

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    03-06-2014 às 23:25:29

    O SMS é limitado, mas para aquelas frases curtas, tipo coisa rápida, ele é ótimo! A ligação, muitas vezes, custa caro e os Sms's nos ajudam muito nessas horas.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Comentários - Não telefone, mande uma SMS!

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Como cuidar de Plantas de interior

Ler próximo texto...

Tema: Bricolage Jardim
Como cuidar de Plantas de interior\"Rua
Cada planta tem um comportamento diferente, vou colocar aqui alguns cuidados que servem para a maioria delas.

LUZ:

Os principais erros no cultivo de plantas de interior é a falta de luz.
Se elas estiverem em locais onde não há luz suficiente, isso pode ser corrigido com a instalação de luz artificial, existe no mercado lâmpada que imitam a luz natural.


TEMPERATURA:

Mudanças bruscas de temperatura retardam e até paralisa o crescimento da planta, bem como causa a queda de folhas.


UMIDADE:

A maioria das plantas necessita de uma umidade atmosférica adequada.
Normalmente notamos que a planta não está com a umidade correta quando acontece ficarem amarelas e a queda de folhas.


IRRIGAÇÃO:

Conselhos básicos:
Uma planta em fase de crescimento vai precisar de mais água que uma que está em fase de dormência, ou já atingiu o seu tamanho adulto.
Durante a floração a planta precisa de mais água que em sua fase de crescimento
Em ambientes internos mais quentes é evidente que a planta vai precisar de mais águas que em ambientes mais frios.
Para saber qual é o momento exato de molhar, enfie o dedo no substrato, se sentir ele seco, chegou a hora

FERTILIZANTE:

Para que a planta tenha um desenvolvimento harmonioso convém usar periodicamente de fertilizantes que podem ser líquido ou sólidos.
No mercado existe a venda fertilizante com fórmulas específicas para cada planta.
Após a utilização do fertilizante regue a planta.

LIMPEZA:

Faça regularmente a limpeza de folhas secas e caule, pois elas são bastante positivas não só esteticamente como para a saúde das plantas.
Se estiver acumulada muita poeira sobre as folhas, espane, e depois passe um pano húmido
Atenção: Existe algumas espécies, que tem as folhas aveludadas, tipo a Violeta Africana, Begônia Rex, etc. que não deve ser colocada água é só usar uma escovinha bem macia.

TROCA DE VASO:

De uma maneira geral após 1 ou 2 anos as plantas de interior devem ser colocadas em vasos de tamanho maior.
Isso deve ser feito porque as raízes passam a ocupar um grande espaço e também porque o substrato vai perdendo sua composição inicial.
A época mais adequada varia de planta para planta, algumas devem ser feitas na primavera e outras quando estão na fase de repouso.
Aproveite para obterem mudas, separando brotos e dividindo touceiras.

Pesquisar mais textos:

Miguel Pereira

Título:Como cuidar de Plantas de interior

Autor:Miguel Pereira(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Briana AlvesBriana

    13-10-2014 às 04:09:31

    Muito bom! É tão gratificante cuidar de plantas. A gente vê o quanto elas florescem quando são bem-cuidadas. Amei as dicas!

    ¬ Responder
  • Rua DireitaRua Direita

    18-04-2014 às 22:36:55

    Fantástico seu texto, a Rua Direita agradece!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios