Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Telemóveis > O que fazer quando o telemóvel apanha água

O que fazer quando o telemóvel apanha água

Categoria: Telemóveis
Visitas: 7
Comentários: 3
O que fazer quando o telemóvel apanha água

O uso do telemóvel é cada vez mais indispensável. Em casa, no trabalho, na rua, em viagem ou em qualquer lugar já é impensável não se trazer na carteira, no bolso ou até na mão. Ele pode realmente ser muito útil, no entanto exige certos cuidados que se forem descuidados podem dar uma grande dor de cabeça.

O telemóvel é vulnerável a certos perigos tais como micróbios devido á temperatura amena onde são guardados. O ideal é usar uns auriculares e de vez em quando esfregar o seu teclado com um algodão embebido em álcool. Para além do teclado ser um verdadeiro ninho de propagação de micróbios há outros perigos que convêm evitar como a humidade. Esta é possível de ser apanhada em casa, na piscina ou num local onde se guarda. Deste modo há que haver uma certa sensibilidade onde se deixa o telemóvel medindo a temperatura ou grau de humidade para não apanhar verdete ou estragar a bateria.

Outro problema que pode suscitar é por exemplo cair à na água do banheiro, na piscina ou na água do mar. Ou simplesmente esta em contacto com roupas húmidas ou molhadas como acontece na época balnear. O sol é igualmente nocivo para a bateria, devendo ser protegido com uma bolsa apropriada.

Assim, no caso de o telemóvel cair á água ou apanhar humidade é necessário seguir algumas regras fundamentais para não se estragar. As mais importantes e imediatas são:

- Retirar a bateria e deixar secar;

- Secar com o secador;

- Retirar da água e não o ligar;

- Remover a bateria, o cartão Sim e o de memória;

- Enxaguar o telemóvel com papel absorvente ou pano;

- Deixar secar 24H, num local com ventilação;

-Colocar o cartão Sim e a bateria depois de seco para ver se mantêm as funções

Outra coisa a fazer de vez em quando é retirar a batera para evitar a oxidação electrolítica.

Apesar destas dicas essenciais á manutenção do telemóvel há quem aconselhe no caso de apanhar água, retirar a água que esteja à vista e colocar arroz durante dois a três dias, ou seja mergulhá-lo num recipiente com arroz.

Apesar da grande funcionalidade do telefone móvel é de referir que o mesmo está constantemente sujeito a perigos de roubo, spam, e temperatura alta ou húmida. Deve pois guardar-se nas melhores condições de higiene e segurança para prevenir danos irreversíveis.


Teresa Maria Batista Gil

Título: O que fazer quando o telemóvel apanha água

Autor: Teresa Maria Gil (todos os textos)

Visitas: 7

792 

Imagem por: cesarastudillo

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 3 )    recentes

  • Luene ZarcoLuene

    31-10-2014 às 12:33:13

    É uma lástima quando isso acontece! Obrigada pelas dicas e sugestões. Isso nunca aconteceu comigo, mas é sempre bom saber o que fazer quando telemóvel cai na água. Valeu!

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    02-06-2014 às 16:20:59

    Excelente dica para quando o telemóvel pegar água. Nunca aconteceu comigo, mas se acontecer, já saberei o que fazer. Grata!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • Sofia NunesSofia Nunes

    15-09-2012 às 13:40:51

    Já mais de uma vez passei pela situação de deixar telemóveis apanhar água. Um deles, tendo caído dentro da banheira, não teve qualquer hipótese de salvação. Com outro, que apanhou – bastantes- salpicos, fiz exactamente o que recomenda, ainda que não necessariamente pela mesma ordem e mais que uma vez. Foi difícil, mas depois de estar vários dias a arejar, foi voltando ao normal, algo que me surpreendeu. Recuperou completamente e durou mais uns anos.

    ¬ Responder

Comentários - O que fazer quando o telemóvel apanha água

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Cães e Humanos: Amizade por interesses

Ler próximo texto...

Tema: Animais Estimação
Cães e Humanos: Amizade por interesses\"Rua
Não é de hoje que os cães são considerados nossos melhores amigos, porém como toda amizade ela não é totalmente incondicional e livre de interesses, pense bem, você pode discordar a princípio, mas analise a fundo e verá que tenho razão.

Cães convivem conosco a mais de 10mil anos, foi lá atrás na pré história que essa amizade começou, uma das mais duradouras da história. Teorias dizem que essa conexão iniciou pois ambas as espécies precisavam de algo que não possuíam e juntos se completaram.

Em plena era do gelo onde a sobrevivência estava sendo testada a todo vapor, aquele lobo considerado mais corajoso se encontrou com um homem também corajoso e resolveram unir forças, talvez não conscientemente, mas deu certo para ambos, e ali iniciava uma amizade que duraria por milênios.

Nesse estágio da nossa história, corríamos perigo de sobrevivência; faltava comida, segurança e energia ! ... E então percebemos que esses lobos simpáticos poderiam nos dar uma vantagem na corrida contra a morte, afinal eles caçavam muito bem , coisa que tínhamos dificuldade em fazer pela falta de energia naquele momento; então pensamos, eles nos ajudam a caçar, nós dividimos o alimento e em troca eles ganham segurança e afeto, e foi assim que essa amizade nos ajudou a enfrentar todos os percalços do caminho, e hoje evoluímos tanto que não precisamos mais de seus serviços e ainda sim continuam sendo nossos melhores amigos, posso dizer então que realmente é uma amizade verdadeira, que surgiu da dificuldade e interesses mas que não se deixou abalar por nada.

Então, agora quando virmos alguém maltratar esses animais, desdenhar deles dizendo que "não prestam pra nada", "não fazem nada de útil", como a galinha que põe ovos, ou a vaca que dá leite, lembremo-nos o quão útil eles foram na nossa caminhada, não só no quesito físico mas também no emocional, numa época em que as aparências não importavam e nem o QI para se fazer um amigo, bastava ser corajoso o bastante pra ultrapassar barreiras e conhecer mais o outro, do jeito que ele viesse, garanto que vantagens incríveis nascerão dessa amizade, e não pense em vantagens como algo ruim, quando digo penso em a vantagem da gente se sentir o humano mais importante do mundo quando esses seres peludos nos olham nos olhos sem pedir mais nada em troca, damos e recebemos carinho como nunca, uma retribuição silenciosa a quem sempre esteve do nosso lado, no pior e melhor momento.

O maior interesse em uma amizade é que ela dure para sempre, e acho que com os Cães conseguimos isso.

Pesquisar mais textos:

Lara Lavic

Título:Cães e Humanos: Amizade por interesses

Autor:Lara Lavic(todos os textos)

Imagem por: cesarastudillo

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios