Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Bricolage Jardim > Dicas para Terraços !

Dicas para Terraços !

Categoria: Bricolage Jardim
Visitas: 12
Comentários: 3
Dicas para Terraços !

A ideia é criar um solo original composto de diferentes materiais. Na foto de cima vemos pétalas de ardósia e caminhos de terracota colocados ao canto.
Estes materiais pouco pesados se instalam sobre azulejos, cobertos por um filtro de jardim e de areia. Sacos de terra permitem colocar plantas anãs entre os ladrilhos para acompanhar as gramíneas.
Podes adicionar bandejas, vasos ou recipientes cinzentos (podem ser de madeira pintada, zinco, fibra de terra ou recobertos com placas finas de ardósia) para adicionar elementos decorativos que combinem com as pétalas de ardósia.
Uma pequena horta organizada pode ser criada com pouco meios. Com ela podemos cultivar as nossas próprias verduras. Deveremos criar diferentes tamanhos dependendo do tipo de verdura.

Por exemplo, os espinafres, as alfaces e os rabanetes requerem 30 cm, enquanto as abóboras e os alhos-porros necessitam de 40 cm. Se vermos os troncos de madeira na foto colocados em forma piramidal, estes relembram o ambiente das verdadeiras hortas.

Podes instalar pequenas tiras de relva entre as diferentes zonas de cultivo, no chão e sobre os troncos de madeira, para melhorar a decoração da horta. Com a relva em placa, a operação torna-se mais rápida.
Portadas com partes separadas e de cores vivas e alegres preservam a intimidade com muita leveza. Estas ficam muito bem com uma fileira de bambus e de outros arbustos de folhagem ligeira.
Com elas, a partir do exterior não se distingue exactamente o que há no terraço e a partir do interior a decoração realça a cor das estruturas. Uma outra ideia: se falta espaço podes substituir os arbustos por plantas trepadoras. Faz com que elas subam as portadas.

Criar diferentes níveis guardado uma unidade de materiais permite multiplicar os centros de interesse. Isto dá também mais volume à vegetação. Esta pode ser plantada em grandes depósitos de 60 de largura para combinar arbustos persistentes, com plantas pequenas e flores, que farão evolucionar a decoração. A paliçada em bambu, dá maior privacidade ao jardim.

Pode ainda acrescentar a relva artificial requer de muito pouca manutenção, ao contrário da relva natural. Esta opção sintética não necessita de qualquer tipo de rega. Apenas um endireitamento anual das fibras e possivelmente a eliminação de folhas secas que surgiram com as árvores perto. Como podemos imaginar, a despesa de dinheiro, tempo e esforço é enorme. Este relvado sintético vai-se gastando com o passar do tempo, mas muito mais lentamente que a versão natural.

E como funciona a relva sintética? Vamos mostrar-te umas pequenas noções. Os relvados artificiais que encontramos no mercado vêm geralmente com uns filtros que há que colocar directamente sobre o solo. Este acessório, graças à sua composição, impede o aparecimento de ervas daninhas.

A relva propriamente dita apresenta-se em forma de fibras, coladas sobre uma base micro porosa. Esta base deixa que a água se filtre com o objectivo da chuva e outros líquidos que possam cair sobre a relva não se acumulem por cima. A relva vem com uns pregos especiais para fixar e com um saco de areia especial que tem de se colocar como base. A areia ajuda à adesão no solo.

Muitas empresas se especializaram na criação e venda de relvados artificiais. Graças a eles, a gama de tipos, qualidades e tons de cores é ampla e variada. Devemos informar-nos bem antes de escolher.


Miguel Pereira

Título: Dicas para Terraços !

Autor: Miguel Pereira (todos os textos)

Visitas: 12

622 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 3 )    recentes

  • Luene ZarcoLuene

    12-10-2014 às 14:11:39

    Um terraço, nem que seja pequeno, vale muito a pena! O melhor é que se pode plantar vários frutos, qualquer tipo de legumes, verduras. Gostei demais dessas dicas e vou adotá-las para mim. Obrigada.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãojoao almeida

    08-05-2014 às 01:14:42

    ajudou me muito este texto consegui seguir suas dicas...obrigado

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    17-04-2014 às 21:52:22

    A Rua Direita o parabeniza pelas dúvidas tiradas quanto aos terraços. Muito boa essas dicas!

    ¬ Responder

Comentários - Dicas para Terraços !

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Dicas para decorar salas pequenas.

Ler próximo texto...

Tema: Decoração
Dicas para decorar salas pequenas.\"Rua
A realidade das grandes cidades é que a maioria das pessoas mora em espaços pequenos. É fato também que todos desejam ter um ambiente acolhedor e aconchegante para receber amigos. Em contrapartida, na medida em que os espaços encolhem, a quantidade de aparelhos eletrônicos que utilizamos aumenta cada vez mais. Há ainda quem use a sala como home-office.

Nesta busca de inspiração para organizar e incrementar sua sala, encontramos uma série de sites especializados e blogs com muitas, muitas ideias. O conceito de D.I.Y. (do it yourself) que significa "faça você mesmo” nunca esteve tão na moda. É uma alternativa para reduzir gastos com mão de obra e nada melhor do que criar um espaço com um toque todo seu. Inspirações e ideias não faltam. Hoje, de certa forma todos nos sentimos meio decoradores.

Mas planejar a decoração de uma sala pequena exige alguns cuidados para que o ambiente não fique entulhado de móveis, disfuncional ou até mesmo desagradável.

Confira algumas dicas para decorar sua sala com estilo e valorizando seu espaço:
Os espelhos, além da autocontemplação, causam efeitos interessantes. Aplicados, por exemplo, em uma parede inteira pode duplicar a amplitude do ambiente. Pode ser usado também em móveis, tetos, em diversos formatos e valorizar a luminosidade da decoração.

As cores tem poder de causar sensações. Em ambientes com pouco espaço, elas podem colaborar para que a sensação de amplitude possa tanto aumentar quanto diminuir. Para pintar as paredes de sua sala aposte em cores claras. O teto com uma cor mais clara que a das paredes, por exemplo, pode simular uma elevação do teto, já em uma cor mais escura, promoverá uma sensação de rebaixamento do teto.

A escolha e posição dos móveis são um aspecto muito importante. Opte por poucos móveis, nunca de tamanhos exagerados e posicione-os de forma que valorize o espaço. Móveis que misturam poucos materiais, baixos e com linhas retas proporcionam leveza ao ambiente.

Uma solução muito interessante para espaços pequenos é a utilização de prateleiras. Caixas para produtos horto frutícolas reformadas podem se tornar lindas prateleiras. Mas cuidado com a profundidade, para não atrapalhar na disposição de outros móveis e objetos.

Móveis multifuncionais ou móveis inteligentes são excelentes alternativas para uma sala pequena. Um bom exemplo são pufes, que podem ser usados como mesas de centro ou ficarem alojados debaixo de aparadores e quando recebemos visitas podem se transformar em assentos extras. Mesas dobráveis também são uma ótima opção.

Escolher o mesmo piso ou revestimento pode dar a impressão de área maior, de continuidade. Mudanças drásticas de um ambiente para outro pode causar a sensação de divisão e consequentemente fazer parecer menor.

Algumas outras dicas: um sofá retrátil ou reclinável garante muito mais conforto e ocupa o espaço de um sofá simples. Suporte ou painéis móveis para TV possibilitam que ela seja movida na direção desejável. Caso o ambiente tenha escadas, escolher um modelo de escadas vazadas evita divisões e pode se tornar uma peça de destaque na sala. E para as cortinas, escolha tecidos leves, lisas e sem estampas.

De qualquer forma, ouse, não tenha medo de arriscar, crie, não copie, só assim será seu!

Luciana Santos.

Outros textos do autor:
Dicas para decorar salas pequenas.

Pesquisar mais textos:

Luciana Maria dos Santos

Título:Dicas para decorar salas pequenas.

Autor:Luciana Maria Santos(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Carlos Rubens Neto 16-06-2016 às 16:20:24

    Excelente matéria! Parabéns Luciana ;)

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios