Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Segurança > Saiba Como Identificar Dinheiro Falso

Saiba Como Identificar Dinheiro Falso

Categoria: Segurança
Visitas: 39
Saiba Como Identificar Dinheiro Falso

A falsificação de cédulas do Real é um prática bastante comum entre bandidos profissionais ou pessoas de má fé que querem tirar vantagem de comerciantes ou pessoas comuns, principalmente as mais inexperientes, que facilmente caem no golpe.

Dados do BC indicam que só no ano passado foram apreendidas mais de 500 mil cédulas falsas no Brasil, gerando um prejuízo de quase 20 milhões de reais.

A tecnologia tem proporcionado cada vez mais precisão no reconhecimento de notas falsas, o que impede que um número maior de pessoas sejam lesadas. Mas apensar desta grande ajuda, cada cidadão pode fazer a sua parte e prestar bastante atenção sempre que receber dinheiro.
Existem algumas marcas que permitem a distinção entre notas falsas e verdadeiras. Com a distribuição das novas notas do Real, o número de marcas aumentou para impedir a falsificação e assim também, a facilidade para os usuários reconheçam as notas falsas. Veja algumas dicas e fique de olho para não trocar gato por lebre e ficar a ver navios:

1. Marca D'água


As novas notas possuem também marca d'água a novidade é que agora a figura que aparece será a que representa a nota junto com o valor da nota, assim, nas notas de 100 veremos a marca com a Garoupa e o número 100 e nas notas de 50 veremos a Onça Pintada e o número 50.

2. Quebra-Cabeça


Essa é uma das novidades, ele fica localizado no lado superior esquerdo da frente da nota e no lado superior direito do verso da nota, ao colocarmos a nota contra a luz veremos que as partes se "juntam" e formam o valor da nota.

3. Número Escondido


Na parte da frente da nota do lado direito logo abaixo do numeral contendo o valor temos um retângulo, se colocarmos a nota horizontalmente na altura dos olhos iremos enxergar ali uma marca com o número correspondente ao valor da nota.

4. Faixa Holográfica


A faixa holográfica não é novidade, mas agora ela estará em todas as notas, ao movimentar-mos a nota perceberemos que dentro da faixa irão aparecer impressões com o valor da nota e a palavra "reais".

5. Microimpressões


As microimpressões agora estão localizadas em várias partes da nota, como perto da figura da república e perto da figura do animal, e elas não são mais os "bc" e sim o valor da nota em questão.

6. Alto Relevo


Várias regiões da nota possuem alto relevo, podemos localizá-lo nas laterais e frente das notas, nos numerais da nota e nas expressões "república federativa do Brasil" e "Banco do Brasil".

7. Fio de Segurança


Agora ao colocarmos a nota contra a luz iremos perceber que há inscrições nele como "100 reais" nas notas de 100 e "50 reais" nas notas de 50.

8. Elementos Fluorescentes


A nova nota também possui elementos fluorescentes, ao colocarmos a nota sobre a luz ultravioleta iremos ver fios na cor lilás, a numeração passa do vermelho para o amarelo e o número da nota aparece na frente.

IMPORTANTE


Ao reconhecer alguma cédula falsificada, o cidadão tem o direito de rejeitá-la. Caso já tenha absorvido a nota, você pode dirigir-se a qualquer agência bancária para solicitar um teste no exemplar, ou simplesmente descartá-la e assumir o prejuízo. E se você sabe de onde esta nota falsificada veio, fique à vontade para contar à polícia.
Caso tenha recebido a cédula suspeita em um terminal de auto-atendimento bancário, seguem algumas dicas:

Retire um extrato que comprove o saque, preferencialmente no mesmo terminal, e encaminhar-se ao gerente da agência para pedir providências.
Se não obtiver solução satisfatória com o gerente do banco o cidadão deve procurar uma delegacia policial mais próxima (Civil ou Federal) para registrar uma possível ocorrência.


Miguel Pereira

Título: Saiba Como Identificar Dinheiro Falso

Autor: Miguel Pereira (todos os textos)

Visitas: 39

527 

Comentários - Saiba Como Identificar Dinheiro Falso

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Martelos e marrettas

Tema: Ferramentas
Martelos e marrettas\"Rua
Os martelos e as marretas são, digamos assim, da mesma família. As marretas poderiam apelidar-se de “martelos com cauda”. Elas são bastante mais robustas e mantêm as devidas distâncias: o cabo é maior.

Ambos constituem, na sua génese, amplificadores de força destinados a converter o trabalho mecânico em energia cinética e pressão.

Com origem no latim medieval martellu, o martelo é um instrumento utilizado para “cacetear” objectos, com propósitos vários, pelo que o seu uso perpassa áreas como o Direito, a medicina, a carpintaria, a indústria pesada, a escultura, o desporto, as manifestações culturais, etcétera, variando, naturalmente, de formas, tamanhos e materiais de composição.

A diversidade dos martelos é, realmente, espantosa. O mascoto, por exemplo, é um martelo grande empregue no fabrico de moedas. Com a crise económica que assola o mundo actualmente, já se imaginam os governantes, a par dos banqueiros, de martelo em punho para que não falte nada às populações…

Há também o marrão que, mais do que o “papa-livros” que tira boas notas a tudo, constitui um grande martelo de ferro, adequado para partir pedra. Sempre poupa trabalho à pobre água mole…

O martelo de cozinha serve para amaciar carne. Daquela que se vai preparar, claro está, e não da de quem aparecer no entretanto para nos martelar a paciência…!

Já no âmbito desportivo, o lançamento do martelo representa uma das provas olímpicas, tendo sido recentemente adoptado na modalidade feminina. Imagine-se se, em vez do martelo, se lançasse a marreta… seria, certamente, mesmo sem juiz nem tribunal, a martelada que sentenciaria a sorte, ou melhor, o azar de alguém!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Martelos e marrettas

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios