Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Telemóveis > Use o telemóvel com precaução

Use o telemóvel com precaução

Categoria: Telemóveis
Visitas: 4
Comentários: 3
Use o telemóvel com precaução

Uma autêntica maravilha da tecnologia moderna, os telemóveis vieram trazer ao mundo uma dimensão de “já aqui” (pelo menos até onde as imponentes antenas foram capazes de transmitir as ondas…). É incrível como se suprimem milhares e milhares de quilómetros, como a felicidade ou as más notícias podem ser veiculadas em tempo real, como uma chamada feita em situação de emergência é passível de salvar uma vida!

É claro que, depois, personalidades desviantes reconhecem-lhes vantagens mais perniciosas, que incluem o aviso da presença ou ausência de condições para efectuar roubos, a realização de ameaças, o acerto de pormenores de alguma fraude por parte de malandros de qualquer espécie, arranjinhos extra-conjugais, enfim, toda uma série de ilícitos que se tornaram mais fáceis, rápidos e precisos.

Os antepassados dos telemóveis que hoje conhecemos eram apelidados de “tijolos” e, quando se olha para eles e se pega num desses “jurássicos” percebe-se bem porquê: a forma é designativa, mas é o peso que os remete para a categoria de “arma de arremesso! Há quem desmaie por menos… Actualmente, assemelham-se mais a “ervilhas nervosas”, que vibram desalmada e freneticamente, à deriva num bolso ou numa mala, como se sofressem da doença de Parkinson. Às vezes, pelo seu reduzido tamanho e pela iminência de os perder, seria proveitoso engendrar uma adaptação do sistema de GPS para os localizar… Ou então colocar-lhes algo do estilo da pulseira electrónica, a fim de saber o seu posicionamento em cada momento.

Há pessoas para quem o telemóvel se tornou indispensável, por razões profissionais ou outras quaisquer, revelando total dependência deste aparelho. Para outras, porém, incarna mais uma definição de “telefixo”, dado que não lhe ligam nenhuma nem se preocupam em levá-lo quando saem. Como em tudo, os extremos não são salutares; há que recusar a escravidão do telemóvel e da disponibilidade absoluta, mas, por outro lado, desenvolver o aproveitamento da modernidade e do que ela tem para oferecer, que constitui factor de liberdade.

É profundamente desaconselhável transportar telemóveis próximo de cartões magnetizados (uma vez que os códigos podem ser apagados) ou de chaves de carro com controlo remoto. Também não é recomendável trazê-los no bolso da camisa, junto ao coração, mormente quando se tem um padecimento a nível deste órgão. Podem-se ter os amigos perto do coração de formas distintas…

Outros problemas que os telemóveis podem apresentar são as interferências, o esgotamento ou o “falecimento” da bateria e o prejuízo em termos de saúde das longas exposições às ondas.
Portanto, quando do outro lado se encontrar alguém que aparenta estar ligado à corrente, interfira você no sentido de o “desligar”…



Maria Bijóias

Título: Use o telemóvel com precaução

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 4

624 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 3 )    recentes

  • Briana AlvesBriana

    03-11-2014 às 02:37:38

    Muito bom mesmo esta consciência do uso do telemóvel com precaução. É bem certo que ele pode interferir em muito no nosso cotidiano. Temos que saber fazer bom uso e estar atento.

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    02-06-2014 às 17:07:09

    Nossa, como o celular é indispensável nas horas mais improváveis. Na verdade, o celular era uma necessidade suprida, hoje ele virou diversão. Devemos utilizá-lo com a máxima precaução!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoNelson cravo

    19-12-2010 às 11:58:49

    As maravilhas modernas,futuramente poderão ser as maravilhas de destruição massiva dos seus criadores.

    ¬ Responder

Comentários - Use o telemóvel com precaução

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Ler próximo texto...

Tema: Informática
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?\"Rua
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Bom, Não é de hoje que tecnologia vem surpreendendo a todos nós com grandes revoluções e os custos que diminuem cada vez mais.
Hoje em dia é comum ver crianças com smarthphones com tecnologia que a 10 anos atrás nem o celular mais moderno e caro do mercado tinha.
Com isso surgiram sugiram vários profetas da tecnologia e visionários, tentando prever qual será o próximo passo.

E os filmes retratam bem esse tema e usam essa formula que atrai a curiosidade das pessoas.
Exemplos:

Minority report - A nova lei de 2002 (Imagem)

Transcendence de 2014

Em Transcendence um tema mais conspiratório, onde um ser humano transcende a uma consciência artificial e assim se torna imortal e com infinita capacidade de aprendizagem.
Vale a pena ver tanto um quanto o outro filme. Algumas tecnologias de Minority Report, como utilizar computadores com as mãos (caso do kinect do Xbox 360 e One) e carros dirigidos automaticamente, já parecem bem mais próximo do que as tecnologias vistas em Transcendence, pois o foco principal do mesmo ainda é um tema que a humanidade engatinha, que é o cérebro humano, a máquina mais complexa conhecida até o momento.

Eu particularmente, acredito que em alguns anos teremos realmente, carros pilotados automaticamente, devido ao investimento de gigantes como o Google e o Baidu nessa tecnologia.

Também acho que o inicio da colonização de Marte, vai trazer grandes conquistas para humanidade, porém grandes desafios, desafios esses que vão nos obrigar a evoluir rapidamente nossa tecnologia e nossa forma de encarar a exploração espacial, não como um gasto, mas sim como um investimento necessário a toda humanidade e a perpetuação da sua existência.

A única salvação verdadeira para humanidade e para o planeta terra, é que seja possível o ser humano habitar outros planetas, seja localizando planetas parecidos com a terra ou mudando planetas sem condições para a vida em planetas habitáveis e isso só será possível com gente morando nesses planetas, como será o caso do Marte. O ser humano com a sua engenhosidade, aprendeu a mudar o ambiente a sua volta e assim deixou de ser nômade e da mesma forma teremos que aprender a mudar os mundos, sistemas, galáxias e o universo a nossa volta.

Espero que tenham gostado do meu primeiro texto.
Obrigado à todos!
Até a Próxima!


Pesquisar mais textos:

Érico da Silva Kaercher

Título:Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Autor:Érico da Kaercher(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios