Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Telemóveis > iPhone - O Telemóvel que todos querem...

iPhone - O Telemóvel que todos querem...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Telemóveis
Visitas: 20
Comentários: 5
iPhone - O Telemóvel que todos querem...

Em junho do ano passado, a loucura instalou-se um pouco por todo o mundo: o iPhone 3G estava prestes a estar disponível no mercado. Milhares de pessoas estavam em lista de espera para ter o novo telefone da Apple. Mas o que torna este telemóvel tão especial? Além de permitir um acesso mais rápido à internet, tem iPod e GPS assistido pelo Google Maps que indica o local exato onde a pessoa está, tem uma câmara fotográfica de 2 megapixels, transfere dados de forma três vezes mais rápida… não acha que já são motivos mais do que suficientes para adquirir um?

Ah, parece que para muitos o único inconveniente é o elevado preço, acima dos 500 euros. Só que nem este fator impediu milhares de consumidores de o adquirirem. Mas uma análise mais pormenorizada demonstra que este telemóvel apresenta algumas falhas básicas, tais como: não grava vídeos, não recebe nem envia mensagens multimédia, não tem bateria extraível, não tem rádio FM, não tem bluetooth estéreo… E são estas faltas que modelos topos de gama de outras marcas colmatam.
Por isso, ainda não tinha saído para o mercado e o iPhone 3G já contava com muitos concorrentes. Porém ter um produto da Apple é sempre garantia de qualidade. Para muitos ter um Mac é mesmo uma filosofia de vida. Tudo o que é desenvolvido pela marca tem sempre uma identidade inovadora e exclusiva, com uma forte aposta no design. Steve Jobs, o proprietário da marca, é de tal forma exigente com os produtos que comercializa, que os empregados trabalham em clima de terror. Mas tem sido o sigilo que impõe aos colaboradores, que acaba por se o sucesso de marketing da empresa.

A verdade é que mais que uma ferramenta de trabalho ou de lazer, ter o iPhone 3G é também um símbolo de estatuto social. Muitas foram as pessoas que o encomendaram diretamente dos Estados Unidos, sem se preocuparam com os enormes custos de porte e nem mesmo com o facto de o aparelho não funcionar bem em redes europeias. Um pouco por todo o lado, veem-se pessoas com o telemóvel “em punho”, como se fosse um brinquedo, aliás, muitos encaram-no como tal. Atualmente não se fala de outra coisa e poucas são as pessoas que não gostariam de ter um. Aposto que você é uma dessas pessoas… Mas não se preocupe, que qualquer dia Steve Jobs anuncia mais uma novidade e ter um iPhone passar a ser para qualquer um. É que num mercado forte e competitivo, como o mercado dos telemóveis, o que é hoje inacessível, amanhã deixa de ser. Por isso, se ainda não tem o telemóvel da moda, não desespere, o amanhã está quase a chegar…

Catarina Guedes Duarte

Título: iPhone - O Telemóvel que todos querem...

Autor: Catarina Guedes Duarte (todos os textos)

Visitas: 20

655 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 5 )    recentes

  • Luene ZarcoLuene

    29-10-2014 às 10:07:30

    O iPhone é sempre uma febre! Todos realmente o querem por causa das suas grandes funcionalidades e acredito também que é vaidade. Sempre há novos lançamentos e as pessoas não cansam de querer os últimos modelos.

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    02-06-2014 às 06:13:27

    O iPhone é a sensação do momento e possui inúmeros modelos com características diferentes. Não sei se teria um desses, mas seu design e serviço são muito bons.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • Daniela VicenteDaniela Vicente

    16-09-2012 às 21:14:12

    Para mim a Apple tem bons produtos, derivado ao seu design, aos materias utilizados na sua construção que permitem uma maior longevidade do produto e também pelo facto de serem produtos virados para a produtividade e qualidade.Quanto ao iphone foi o primeiro a surgir do género, mas à medida que a concorrência aumenta têm-se verificado um pouco inadaptado, principalmente pelas limitações impostas pelo fabricante.

    ¬ Responder
  • Wallace RandalWallace Randal

    14-09-2012 às 14:06:13

    Sou definitivamente time Android. Ainda mais agora, com o lançamento recente do iPhone 5. Ele não tem nada de especial, então prefiro continuar com meu aparelho da Motorola, e com o sistema Android. Essa galera que compra por modismos não faz de fato uma análise de custo benefício e no final só estão interessadas em status.Bom, se o status é importante para alguns, fico com o que realmente é importante: preço, qualidade, e satisfação.

    ¬ Responder
  • ana raquelana raquel

    13-11-2009 às 10:58:12

    quanto custa o iphone com a rede da vodafone

    ¬ Responder

Comentários - iPhone - O Telemóvel que todos querem...

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Informática
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?\"Rua
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Bom, Não é de hoje que tecnologia vem surpreendendo a todos nós com grandes revoluções e os custos que diminuem cada vez mais.
Hoje em dia é comum ver crianças com smarthphones com tecnologia que a 10 anos atrás nem o celular mais moderno e caro do mercado tinha.
Com isso surgiram sugiram vários profetas da tecnologia e visionários, tentando prever qual será o próximo passo.

E os filmes retratam bem esse tema e usam essa formula que atrai a curiosidade das pessoas.
Exemplos:

Minority report - A nova lei de 2002 (Imagem)

Transcendence de 2014

Em Transcendence um tema mais conspiratório, onde um ser humano transcende a uma consciência artificial e assim se torna imortal e com infinita capacidade de aprendizagem.
Vale a pena ver tanto um quanto o outro filme. Algumas tecnologias de Minority Report, como utilizar computadores com as mãos (caso do kinect do Xbox 360 e One) e carros dirigidos automaticamente, já parecem bem mais próximo do que as tecnologias vistas em Transcendence, pois o foco principal do mesmo ainda é um tema que a humanidade engatinha, que é o cérebro humano, a máquina mais complexa conhecida até o momento.

Eu particularmente, acredito que em alguns anos teremos realmente, carros pilotados automaticamente, devido ao investimento de gigantes como o Google e o Baidu nessa tecnologia.

Também acho que o inicio da colonização de Marte, vai trazer grandes conquistas para humanidade, porém grandes desafios, desafios esses que vão nos obrigar a evoluir rapidamente nossa tecnologia e nossa forma de encarar a exploração espacial, não como um gasto, mas sim como um investimento necessário a toda humanidade e a perpetuação da sua existência.

A única salvação verdadeira para humanidade e para o planeta terra, é que seja possível o ser humano habitar outros planetas, seja localizando planetas parecidos com a terra ou mudando planetas sem condições para a vida em planetas habitáveis e isso só será possível com gente morando nesses planetas, como será o caso do Marte. O ser humano com a sua engenhosidade, aprendeu a mudar o ambiente a sua volta e assim deixou de ser nômade e da mesma forma teremos que aprender a mudar os mundos, sistemas, galáxias e o universo a nossa volta.

Espero que tenham gostado do meu primeiro texto.
Obrigado à todos!
Até a Próxima!


Pesquisar mais textos:

Érico da Silva Kaercher

Título:Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Autor:Érico da Kaercher(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios