Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Mobiliário > Mobiliário Rústico

Mobiliário Rústico

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Mobiliário
Visitas: 38
Comentários: 5
Mobiliário Rústico

Existem todos os gostos em tudo o que é tema. Nos móveis também não exceção. Se para uns o design moderno é a preferência, para outros o clássico, é eleição. Existe também a moda de quem conjuga o clássico com o moderno e muitas são as decorações em que esta harmonia, além de estética, transmite um bom gosto extraordinário.

Independentemente da forma como decoramos a nossa casa, uma coisa é certa – o toque pessoal transforma e harmoniza espaços. Espaços coloridos ou básicos, mobiliário de madeira ou plástico, a verdade é que existe de tudo para todos os gostos.

Se o toque pessoal é tão importante numa decoração, reparamos que cada vez mais se desejam regressar às origens e isso reflete-se na casa de cada um.

Os móveis rústicos demonstram isso mesmo. Se carácter histórico, os móveis rústicos contam histórias tal e qual como o mobiliário clássico ou como o estilo D. Maria.

De formas pesadas, mas aparentemente humilde, o mobiliário rústico é muitas vezes associado ao campo e a um estilo de vida saudável das quintas e montes alentejanos. Mesmo que não exista nenhuma costela da zona, o estilo rústico apaixona muitos e são cada vez mais as decorações com estas influências.

Madeiras como o pinho ou o carvalho predominam nos móveis, e mesmo que envernizados e bem tratados, mantém um estilo farrusco, próprio de móveis contadores de histórias.

As cores que predominam nestas decorações são as mais variadas, e os móveis rústicos têm a particularidade de poderem ser conjugados com algumas decorações étnicas também muito em voga.

Com grandes ferragens muitas vezes negras, o mobiliário destaca-se pelas estruturas robustas e fortes. Mesas, bancos, cristaleiras, estantes, mesas de apoio, móveis, camas, e guarda roupas entre as mais variadas peças, tem um estilo próprio e inconfundível.

Versáteis e apreciados por muitos, apresentam muitas vezes pequenas pinturas á mão que retratam pequenos floreados a fazer lembrar o interior do país.

Apaixonantes as cadeiras tipicamente alentejanas em que depois de pintadas a cor branca ou amarela clara, são adornadas por flores pinceladas sem ritmo nem sequência, mas com uma técnica e experiência tão profundas, que parecem coladas e cuidadas.

Acompanhados por objetos decorativos que compõem o espaço, estes móveis fazem cada vez mais paixões entre decoradores profissionais ou não.

De forma apaixonante, muitas vezes acompanhados na decoração por uma lareira quentinha e romântica, o mobiliário rústico nunca sai de moda. Seja na cidade ou na casa de campo, lembra-nos ou cria-nos origens. Lembra-nos quem somos e conforta-nos. Apaixonante.


Carla Horta

Título: Mobiliário Rústico

Autor: Carla Horta (todos os textos)

Visitas: 38

786 

Imagem por: Design and Technology Student

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 5 )    recentes

  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãoisabel

    28-02-2016 às 18:53:10

    isabel alcário

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoMarisa

    24-07-2012 às 11:02:33


    Carolina, o mais importante para se fazer uma decoração destas é fazer várias pesquisas na net para ter uma ideia. Dentro do rustico existem uma quantidade de coisas e se os móveis escuros são para uns uma coisa fascinante, para outros o carvalho ou o pinho envelhecido são a maior tentação.
    Em primeiro lugar deve escolher um estilo dentro do rustico que mais goste. Pode até ser um country ou um mais ao estilo alentejano e tipicamente Português.
    Quando vir imagens e fotografias que goste, imprima e guarde as imagens. É a melhor forma de se decidir pelo tal estilo.
    Quando reduzir a escolha a uma só foto, veja qual é o móvel, acessório ou apontamento que mais gosta. Agora faça a sua decoração a partir dai. Vai ver que não é difícil.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoCarolina

    24-07-2012 às 11:02:11

    Alguém me diz como posso fazer uma decoração rustica? Tenho sempre a ideia que o vou fazer de forma parola por isso tenho medo e não arrisco. Existe algumas regras que se devam saber? Arriscar e depois não gostar é deitar dinheiro fora e neste momento não calha nada bem, certo? Alguém me pode dar umas dicas?

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoCremilde

    23-07-2012 às 12:49:51

    Na minha casa existe um mundo de cores e de estilo. Uns moveis são novos e de linhas direitas. Comprei-os brancos para poder jogar com outras soluções. Depois comprei em casas de velharias móveis e adereços de casa antigos e mal tratados. Restaurei-os e ficaram fantásticos. Foi a melhor opção. É verdade que vi muitas revistas de decoração para que tudo ficasse de forma harmoniosa, mas deu um resultadão.
    Tenho amigas que me pedem para ir com elas a estas lojas antigas de coisas já meio gastas para as ajudar a fazer boas compras. Acho que isto só pode dizer que os meus móveis rústicos são um sucesso.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoIsabel

    23-07-2012 às 12:49:19

    Tenho na minha casa uma decoração rustica e ficou-me muito barata. Esta opção foi exatamente por causa deste problema financeiro. Ter uma casa inteira para mobilar e decorar é um problema dos grandes quando se está em inicio de vida. Assim, comecei a espreitar tudo o que eram lojas de moveis em segunda mão. Estas lojas têm um grande potencial e como a entrega dos móveis é gratuita, a escolha ainda foi mais acertada.
    Depois de comprar os móveis muito mais baratos, tive de trata-los. Espreitei várias revistas e aprendi na net algumas técnicas. Pintei alguns e outros só lixei e envernizei.
    A minha casa tem um estilo rustico que eu adoro.

    ¬ Responder

Comentários - Mobiliário Rústico

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Martelos e marrettas

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Ferramentas
Martelos e marrettas\"Rua
Os martelos e as marretas são, digamos assim, da mesma família. As marretas poderiam apelidar-se de “martelos com cauda”. Elas são bastante mais robustas e mantêm as devidas distâncias: o cabo é maior.

Ambos constituem, na sua génese, amplificadores de força destinados a converter o trabalho mecânico em energia cinética e pressão.

Com origem no latim medieval martellu, o martelo é um instrumento utilizado para “cacetear” objectos, com propósitos vários, pelo que o seu uso perpassa áreas como o Direito, a medicina, a carpintaria, a indústria pesada, a escultura, o desporto, as manifestações culturais, etcétera, variando, naturalmente, de formas, tamanhos e materiais de composição.

A diversidade dos martelos é, realmente, espantosa. O mascoto, por exemplo, é um martelo grande empregue no fabrico de moedas. Com a crise económica que assola o mundo actualmente, já se imaginam os governantes, a par dos banqueiros, de martelo em punho para que não falte nada às populações…

Há também o marrão que, mais do que o “papa-livros” que tira boas notas a tudo, constitui um grande martelo de ferro, adequado para partir pedra. Sempre poupa trabalho à pobre água mole…

O martelo de cozinha serve para amaciar carne. Daquela que se vai preparar, claro está, e não da de quem aparecer no entretanto para nos martelar a paciência…!

Já no âmbito desportivo, o lançamento do martelo representa uma das provas olímpicas, tendo sido recentemente adoptado na modalidade feminina. Imagine-se se, em vez do martelo, se lançasse a marreta… seria, certamente, mesmo sem juiz nem tribunal, a martelada que sentenciaria a sorte, ou melhor, o azar de alguém!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Martelos e marrettas

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios