Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Restaurantes > Estrelas em restaurantes

Estrelas em restaurantes

Categoria: Restaurantes
Visitas: 2
Comentários: 1
Estrelas em restaurantes

A escolha de um restaurante recai muitas vezes sobre o que tem melhor relação qualidade-preço. Mas, outras vezes há, em que o preço não é factor impeditivo e procura-se o melhor cotado em termos de qualidade. Mas como saber o que define a qualidade de um restaurante?

Uma das possibilidade é procurar restaurantes de apresentem Estrelas Michelin. O guia Michelin foi publicado pela primeira vez em 1900 por André Michelin, cujo negócio principal se prendia com o fabrico de pneus. Com a criação dos guias, o seu objectivo era promover o turismo para o crescente mercado automobilístico. Actualmente, o Guia Michelin está presente na maioria dos países europeus e em vários de todo o mundo. Apresenta-se em duas cores: vermelho e verde, com objectivos e especificações distintas.

Os guias verdes são guias turísticos que se concentram na divulgação do património natural e cultural dos vários países. Já os vermelhos referenciam hotéis e restaurantes.

As estrelas atribuídas por este guia são o sonho e pesadelo de qualquer grande chef. Podem ser atribuídas 1, 2 ou 3 estrelas, sendo que quando maior o número, melhor o restaurante em causa. Ganhar uma estrela do guia significa a ascensão do restaurante e dos seus chefs. É de tal forma creditado e aclamado entre a classe gastronómica, que perder um dos galardões pode induzir desfechos inesperados, como o suicídio do chef Bernard Loiseau em 2003, após rumores de que o seu estabelecimento perderia a classificação de “Três Estrelas Michelin”.

Portugal, bem como outros países europeus, tem vários restaurantes com Estrelas Michelin. No total são 10 os que apresentam esta distinção. Em Lisboa, apenas um se destaca – o Eleven, junto ao Parque Eduardo Sétimo. Na Madeira, apenas o “Il Gallo d’Oro” teve também esta atribuição. Já Almancil possui vários, como o “São Gabriel”, o “Henrique Leis” e o “Amadeus”. Em Coimbra, o “Arcadas da Capela”, na Quinta das Lágrimas faz as delícias dos seus clientes.

Em Albufeira podemos apreciar o “Villa Joya” e em Cascais o “Fortaleza do Guincho”. Já na Quarteira, não podemos deixar de visitar o “Wilie´s”. Por fim, em Amarante, “A Casa da Calçada” foi um dos mais recentes galardoados.

Se para os donos e chefs dos restaurantes eleitos, tal distinção traz clientes e distinção, para Portugal traz reputação e notoriedade, apresentando ainda mais razões para estrangeiros visitarem o nosso país.



Cláudia Bandeira

Título: Estrelas em restaurantes

Autor: Cláudia Bandeira (todos os textos)

Visitas: 2

798 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Yuri SilvaYuri

    16-09-2014 às 05:17:20

    Essa classificação é muito boa, pois assim saberemos o tipo se lugar que queremos ir e que esteja dentro do que podemos pagar.

    ¬ Responder

Comentários - Estrelas em restaurantes

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Como cuidar de Plantas de interior

Ler próximo texto...

Tema: Bricolage Jardim
Como cuidar de Plantas de interior\"Rua
Cada planta tem um comportamento diferente, vou colocar aqui alguns cuidados que servem para a maioria delas.

LUZ:

Os principais erros no cultivo de plantas de interior é a falta de luz.
Se elas estiverem em locais onde não há luz suficiente, isso pode ser corrigido com a instalação de luz artificial, existe no mercado lâmpada que imitam a luz natural.


TEMPERATURA:

Mudanças bruscas de temperatura retardam e até paralisa o crescimento da planta, bem como causa a queda de folhas.


UMIDADE:

A maioria das plantas necessita de uma umidade atmosférica adequada.
Normalmente notamos que a planta não está com a umidade correta quando acontece ficarem amarelas e a queda de folhas.


IRRIGAÇÃO:

Conselhos básicos:
Uma planta em fase de crescimento vai precisar de mais água que uma que está em fase de dormência, ou já atingiu o seu tamanho adulto.
Durante a floração a planta precisa de mais água que em sua fase de crescimento
Em ambientes internos mais quentes é evidente que a planta vai precisar de mais águas que em ambientes mais frios.
Para saber qual é o momento exato de molhar, enfie o dedo no substrato, se sentir ele seco, chegou a hora

FERTILIZANTE:

Para que a planta tenha um desenvolvimento harmonioso convém usar periodicamente de fertilizantes que podem ser líquido ou sólidos.
No mercado existe a venda fertilizante com fórmulas específicas para cada planta.
Após a utilização do fertilizante regue a planta.

LIMPEZA:

Faça regularmente a limpeza de folhas secas e caule, pois elas são bastante positivas não só esteticamente como para a saúde das plantas.
Se estiver acumulada muita poeira sobre as folhas, espane, e depois passe um pano húmido
Atenção: Existe algumas espécies, que tem as folhas aveludadas, tipo a Violeta Africana, Begônia Rex, etc. que não deve ser colocada água é só usar uma escovinha bem macia.

TROCA DE VASO:

De uma maneira geral após 1 ou 2 anos as plantas de interior devem ser colocadas em vasos de tamanho maior.
Isso deve ser feito porque as raízes passam a ocupar um grande espaço e também porque o substrato vai perdendo sua composição inicial.
A época mais adequada varia de planta para planta, algumas devem ser feitas na primavera e outras quando estão na fase de repouso.
Aproveite para obterem mudas, separando brotos e dividindo touceiras.

Pesquisar mais textos:

Miguel Pereira

Título:Como cuidar de Plantas de interior

Autor:Miguel Pereira(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Briana AlvesBriana

    13-10-2014 às 04:09:31

    Muito bom! É tão gratificante cuidar de plantas. A gente vê o quanto elas florescem quando são bem-cuidadas. Amei as dicas!

    ¬ Responder
  • Rua DireitaRua Direita

    18-04-2014 às 22:36:55

    Fantástico seu texto, a Rua Direita agradece!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios