Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Restaurantes > Estrelas em restaurantes

Estrelas em restaurantes

Categoria: Restaurantes
Visitas: 2
Comentários: 1
Estrelas em restaurantes

A escolha de um restaurante recai muitas vezes sobre o que tem melhor relação qualidade-preço. Mas, outras vezes há, em que o preço não é factor impeditivo e procura-se o melhor cotado em termos de qualidade. Mas como saber o que define a qualidade de um restaurante?

Uma das possibilidade é procurar restaurantes de apresentem Estrelas Michelin. O guia Michelin foi publicado pela primeira vez em 1900 por André Michelin, cujo negócio principal se prendia com o fabrico de pneus. Com a criação dos guias, o seu objectivo era promover o turismo para o crescente mercado automobilístico. Actualmente, o Guia Michelin está presente na maioria dos países europeus e em vários de todo o mundo. Apresenta-se em duas cores: vermelho e verde, com objectivos e especificações distintas.

Os guias verdes são guias turísticos que se concentram na divulgação do património natural e cultural dos vários países. Já os vermelhos referenciam hotéis e restaurantes.

As estrelas atribuídas por este guia são o sonho e pesadelo de qualquer grande chef. Podem ser atribuídas 1, 2 ou 3 estrelas, sendo que quando maior o número, melhor o restaurante em causa. Ganhar uma estrela do guia significa a ascensão do restaurante e dos seus chefs. É de tal forma creditado e aclamado entre a classe gastronómica, que perder um dos galardões pode induzir desfechos inesperados, como o suicídio do chef Bernard Loiseau em 2003, após rumores de que o seu estabelecimento perderia a classificação de “Três Estrelas Michelin”.

Portugal, bem como outros países europeus, tem vários restaurantes com Estrelas Michelin. No total são 10 os que apresentam esta distinção. Em Lisboa, apenas um se destaca – o Eleven, junto ao Parque Eduardo Sétimo. Na Madeira, apenas o “Il Gallo d’Oro” teve também esta atribuição. Já Almancil possui vários, como o “São Gabriel”, o “Henrique Leis” e o “Amadeus”. Em Coimbra, o “Arcadas da Capela”, na Quinta das Lágrimas faz as delícias dos seus clientes.

Em Albufeira podemos apreciar o “Villa Joya” e em Cascais o “Fortaleza do Guincho”. Já na Quarteira, não podemos deixar de visitar o “Wilie´s”. Por fim, em Amarante, “A Casa da Calçada” foi um dos mais recentes galardoados.

Se para os donos e chefs dos restaurantes eleitos, tal distinção traz clientes e distinção, para Portugal traz reputação e notoriedade, apresentando ainda mais razões para estrangeiros visitarem o nosso país.



Cláudia Bandeira

Título: Estrelas em restaurantes

Autor: Cláudia Bandeira (todos os textos)

Visitas: 2

798 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Yuri SilvaYuri

    16-09-2014 às 05:17:20

    Essa classificação é muito boa, pois assim saberemos o tipo se lugar que queremos ir e que esteja dentro do que podemos pagar.

    ¬ Responder

Comentários - Estrelas em restaurantes

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Fine and Mellow

Ler próximo texto...

Tema: Música
Fine and Mellow\"Rua
"O amor é como uma torneira
Que você abre e fecha
Às vezes quando você pensa que ela está aberta, querido
Ela se fechou e se foi"
(Fine and Melow by Billie Holiday)

Ao assistir a Bio de Billie Holiday, ocorreu-me a questão Bluesingers x feminismo, pois quem ouve Blues, especialmente as mais antigas, as damas dos anos 10, 20, 30, 40, 50, há de pensar que eram mulheres submissas ao machismo e maldade de seus homens. Mas, as cantoras de Blues, eram mulheres extremamente independentes; embora cantassem seus problemas, elas não eram submissas a ponto de serem ultrajadas, espancadas... Eram submissas, sim, ao amor, ao bom trato... Essas mulheres, durante muito tempo, tiveram de se virar sozinhas e sempre que era necessário, ficavam sós ou mudavam de parceiros ou assumiam sua bissexualidade ou homossexualidade efetiva. Estas senhoras, muitas trabalharam como prostitutas, eram viciadas em drogas ou viviam boa parte entregues ao álcool, merecem todo nosso respeito. Além de serem precursoras do feminismo, pois romperam barreiras em tempos bem difíceis, amargavam sua solidão motivadas pelo preconceito em relação a cor de sua pele, como aconteceu a Lady Day quê, quando tocava com Artie Shaw, teve que esperar muitas vezes dentro do ônibus, enquanto uma cantora branca cantava os arranjos que haviam sido feitos especialmente para ela, Bilie Holiday. Foram humilhadas, mas, nunca servis; lutaram com garra e competência, eram mulheres de fibra e cheias de muito amor. Ouvir Billie cantar Strange Fruit, uma das primeiras canções de protestos, sem medo, apenas com dor na alma, é demais para quem tem sentimentos. O brilho nos olhos de Billie, fosse quando cantava sobre dor de amor ou sobre dor da dor, é insubstituível. Viva elas, nossas Divas do Blues, viva Billie Holiday, aquela que quando canta parte o coração da gente; linda, magnifica, incomparável, Lady Day.

O amor vai fazer você beber e cair
Vai fazer você ficar a noite toda se repetindo

O amor vai fazer você fazer coisas
Que você sabe que são erradas

Mas, se você me tratar bem, querido
Eu estarei em casa todos os dias

Mas, se você continuar a ser tão mau pra mim, querido
Eu sei que você vai acabar comigo

Pesquisar mais textos:

Sayonara Melo

Título:Fine and Mellow

Autor:Sayonara Melo(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios