Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Restaurantes > Restaurante o que há de melhor

Restaurante o que há de melhor

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Restaurantes
Visitas: 126
Comentários: 2
Restaurante o que há de melhor

Comermos fora ainda é a melhor opção, tanto para o lazer como para encontros e até mesmo para um bom bate papo executivo onde se descontrai relaxa e cria idéias para o trabalho. Para a dona de casa é maravilhoso onde ela sai do cotidiano e muda de paladar.

Hoje se tem restaurantes para todo tipo de gosto, massa, churrasco, comida árabe, japonesa onde você encontra sushi.

Em um restaurante é indispensável à limpeza e uma boa musica suave, onde você encontra amigos, descontrai e curte uma boa alimentação.

Em um restaurante o que faz o cliente voltar sempre é o tratamento e a especialidade da casa e uma boa instalação. Tudo o que se faz em um restaurante é fazer sempre o melhor para deixar seus clientes satisfeitos, sempre mantendo o mesmo padrão isso é o segredo do negocio.

Em um restaurante que sua especialização é o marisco, ele deve ter de tudo um pouco mais sempre se especializar em uma só qualidade, pois o marisco ele tem diversas opção, um camarão ao alho e óleo, peixada, lagosta, sempre satisfaz ao bom paladar.

Já um restaurante que sua especialidade é a massa nada melhor que uma boa lasanha a bolonessa, inhoque, macarronada, pizza, são pratos que em uma casa de massa não pode faltar. O ambiente tem que ter o seu requinte e aconchego.

Para se ter um bom restaurante é preciso se ter qualidade na comida, e manter esta qualidade, pois todo começo são flores dizia o ditado, mais isso não pode acontecer para se ter sucesso.

O espaço é outra qualidade para se ter um bom restaurante, todo restaurante que se preza deve ter o espaço livre para as crianças, pois a criança ela não tem a mínima condição de ficar sentada em um restaurante, esperando pelo alimento, ela quer espaço para correr e desfrutar de suas horas de espera para uma boa comida.

Casa lotada é sinal de um ambiente que sua prioridade esta no alimento, na higienização e no conforto da casa.

Os donos de restaurantes devem criar ambiente diferenciado, agradáveis e econômicos, com o arrocho da crise, o estomago não tem crise, é só saber fazer boas promoções e atrativos para o cliente, o alimento por quilo é uma boa opção, a cada dia uma promoção de um prato tudo isso afasta o restaurante da crise e bom apetite.


Waldiney Melo

Título: Restaurante o que há de melhor

Autor: Waldiney (todos os textos)

Visitas: 126

781 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • Vicente SilvaVicente

    15-09-2014 às 22:25:46

    Ir ao restaurante é sempre muito prazeroso e que nos gera uma excelente sensação. Apreciar o ambiente decorativo bem como a culinária nos dá grande alegria. Todo restaurante demonstra sua beleza e o que pode oferecer de melhor e de maneira diferenciada.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãohumberto faria antunes ferreira da silva

    17-05-2009 às 20:15:33

    Dona Waldiney o seu texto sobre restaurantes foi simplesmente maravilhoso.

    O espaço num restaurante é defenitivamente uma, e para mim a maior, qualidade . Que pena que em portugal os donos dos restaurantes não terem lido o seu texto.

    Muito obrigado e ...bon apetit!

    ¬ Responder

Comentários - Restaurante o que há de melhor

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Martelos e marrettas

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Ferramentas
Martelos e marrettas\"Rua
Os martelos e as marretas são, digamos assim, da mesma família. As marretas poderiam apelidar-se de “martelos com cauda”. Elas são bastante mais robustas e mantêm as devidas distâncias: o cabo é maior.

Ambos constituem, na sua génese, amplificadores de força destinados a converter o trabalho mecânico em energia cinética e pressão.

Com origem no latim medieval martellu, o martelo é um instrumento utilizado para “cacetear” objectos, com propósitos vários, pelo que o seu uso perpassa áreas como o Direito, a medicina, a carpintaria, a indústria pesada, a escultura, o desporto, as manifestações culturais, etcétera, variando, naturalmente, de formas, tamanhos e materiais de composição.

A diversidade dos martelos é, realmente, espantosa. O mascoto, por exemplo, é um martelo grande empregue no fabrico de moedas. Com a crise económica que assola o mundo actualmente, já se imaginam os governantes, a par dos banqueiros, de martelo em punho para que não falte nada às populações…

Há também o marrão que, mais do que o “papa-livros” que tira boas notas a tudo, constitui um grande martelo de ferro, adequado para partir pedra. Sempre poupa trabalho à pobre água mole…

O martelo de cozinha serve para amaciar carne. Daquela que se vai preparar, claro está, e não da de quem aparecer no entretanto para nos martelar a paciência…!

Já no âmbito desportivo, o lançamento do martelo representa uma das provas olímpicas, tendo sido recentemente adoptado na modalidade feminina. Imagine-se se, em vez do martelo, se lançasse a marreta… seria, certamente, mesmo sem juiz nem tribunal, a martelada que sentenciaria a sorte, ou melhor, o azar de alguém!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Martelos e marrettas

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios