Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Arte > Arte Medieval

Arte Medieval

Categoria: Arte
Visitas: 12
Arte Medieval

Durante a Idade Média (século V ao XV), a arte europeia foi marcada por uma forte influência da Igreja Católica. Esta atuava nos aspectos sociais, econômicos, políticos, religiosos e culturais da sociedade. Logo, a arte medieval teve uma forte marca temática: a religião. Pinturas, esculturas, livros, construções e outras manifestações artísticas eram influenciados e supervisionados pelo clero católico.

Estilo Românico

Este estilo prevaleceu na Europa no período da Alta Idade Média (entre os séculos XI e XIII). Na arquitetura, principalmente de mosteiros e basílicas, prevaleceu o uso dos arcos de volta-perfeita e abóbadas (influências da arte romana). Os castelos seguiram um estilo voltado para o aspecto de defesa. As paredes eram grossas e existiam poucas e pequenas janelas. Tanto as igrejas como os castelos passavam uma ideia de construções “pesadas”, voltadas para a defesa. As igrejas deveriam ser fortes e resistentes para barrarem a entrada das “forças do mal”, enquanto os castelos deveriam proteger as pessoas dos ataques inimigos durante as guerras.

Com relação às esculturas e pinturas podemos destacar o caráter didático-religioso. Numa época em que poucos sabiam ler, a Igreja utilizou as esculturas, vitrais e pinturas, principalmente dentro das igrejas e catedrais, para ensinar os princípios da religião católica. Os temas mais abordados foram: vida de Jesus e dos santos, passagens da Bíblia e outros temas cristãos.

Estilo Gótico

O estilo gótico predominou na Europa no período da Baixa Idade Média (final do século XIII ao XV). As construções (igrejas, mosteiros, castelos e catedrais) seguiram, no geral, algumas características em comum. O formato horizontal foi substituído pelo vertical, opção que fazia com que a construção estivesse mais próxima do céu. Os detalhes e elementos decorativos também foram muitos usados. As paredes passaram a ser mais finas e de aspecto leve. As janelas apareciam em grande quantidade. As torres eram em formato de pirâmides. Os arcos de volta-quebrada e ogivas foram também recursos arquitetônicos utilizados.

Com relação às esculturas góticas, o realismo prevaleceu. Os escultores buscavam dar um aspecto real e humano às figuras retratadas (anjos, santos e personagens bíblicos).

No tocante à pintura, podemos destacar as iluminuras, os vitrais, painéis e afrescos. Embora a temática religiosa ainda prevalecesse, observa-se, no século XV, algumas características do Renascimento: busca do realismo, expressões emotivas e diversidade de cores.

Bibliografia indicada (para saber mais sobre Arte Medieval):

- Arte e Beleza na Estética Medieval

Autor: Eco, Umberto

Editora: Record



- História Geral da Arte - O Mundo Antigo e a Idade Média

Autor: Janson, H.W.

Editora: Martins Editora



- Trivium e Quadrivium - As Artes Liberais na Idade Média

Autor: Mongelli, Lenia Marcia; Friaça, Amâncio

Editora: Ibis


Elisangela Lourenço de Oliveira

Título: Arte Medieval

Autor: Elisangela Lourenço Oliveira (todos os textos)

Visitas: 12

146 

Comentários - Arte Medieval

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

5 Dicas Ao Escrever Uma Carta Formal

Ler próximo texto...

Tema: Empresariais
5 Dicas Ao Escrever Uma Carta Formal\"Rua
Com o advento do e-mail, está se tornando menos comum escrever uma carta formal. Mesmo assim, a sua escrita será sempre muito importante em algumas situações.

Como, por exemplo, no momento em que será preciso redigir uma carta formal para se candidatar a uma vaga de emprego, ao criar questionários ou inquéritos que farão parte de uma pesquisa, produzir uma carta de reclamação para o gerente do banco, dentre outras circunstâncias do cotidiano.

É muito importante, portanto, que ao escrever se atinja o efeito desejado sobre o leitor e a quem se destina essa carta. Para que se alcance esse objetivo, considere os procedimentos seguintes que deverá conter nessa carta:

• Formato correto;
• Seja curto e direto ao ponto;
• Precisa ser relevante;
• Que seja livre de quaisquer erros gramaticais ou de ortografia;
• Apresentação de forma educada, mesmo se você estiver reclamando sobre algum produto ou serviço;
• Deve ser bem apresentado.

Agora que você já entende sobre o que deverá constar na carta formal, vamos fornecer abaixo um guia que te ensinará como deverá discorrer esse processo passo a passo. Ele é projetado para fornecer orientações gerais para todos os formatos.

Como escrever uma carta formal?

Passo 1
Planeje o que você vai escrever, e pense no que dizer colocando em baixo as ideias que vier na sua cabeça em formato de lista ou diagrama. Se você está escrevendo à mão, faça um rascunho antes de finalizar a versão final a fim de evitar cometer qualquer erro.

Passo 2
A partir do início da carta formal escreva todas as informações que você pensa ser importante para o leitor saber antes de se concentrar no conteúdo principal. Se você está escrevendo para alguém que conhece, então não vai precisar se estender muito, e não se esqueça de colocar a data, pois comprovará quando a correspondência foi enviada.

Passo 3
Você deve começar com uma saudação no lado esquerdo da página. A forma mais utilizada é "Senhor" seguido do nome da pessoa (se é alguém que você conhece) ou sobrenome (se é alguém que você não está particularmente familiarizado) seguido por uma vírgula.

Se você está compondo algo muito formal com alguém que você não sabe quem é, então escreva "Prezados Senhores," seria o cumprimento correto. Para um cumprimento mais informal, você pode usar "Olá (nome)", ou "Oi (nome)".

Passo 4
Ao escrever a mensagem, vá direto ao ponto! Não rodeie, pois nem você e nem o destinatário tem tempo para perder. Revise a escrita quantas vezes for preciso levando em conta se realmente usou de objetividade e clareza.

Passo 5
Se quiser um retorno sobre algum assunto, escreva: “Aguardo retorno pelo e-mail ou telefone”. É importante informar como você deseja que a pessoa te retorne. Finalize a carta com um fechamento, pode ser: “Cumprimentos, seu nome”, “Atenciosamente, seu nome”.

Pesquisar mais textos:

Adriana Santos

Título:5 Dicas Ao Escrever Uma Carta Formal

Autor:Adriana Santos(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios