Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Jóias Relógios > Anéis versus compromisso

Anéis versus compromisso

Categoria: Jóias Relógios
Visitas: 2
Comentários: 2
Anéis versus compromisso

Adornos… enfeitar, símbolo, mensagem, materiais preciosos… jóias.

Relógios … horas, minutos, segundos, tempo, compromisso…

Horas, com tempo, sem tempo, atrasado, descomprometido.

Anéis… de cordel, de latão, pechisbeque, prata, ouro, platina.

Simples, em relevo, redondos, quadrados, ovais, com pedras.

Pedras sem valor, mais ou menos, preciosas, rubis, diamantes, brilhantes.

Anéis… nos dedos, um, em vários, num fio ao pescoço.

Anel para enfeitar, anel para comprometer, anel para exibir.

Relógio… antigo, vulgar, de marca, em prata, em ouro.

Com desenhos, com pedras preciosas, desenhados por estilistas famosos.

Anel e relógio, jóia e compromisso.

UFF! … Que confusão.

Vejamos se nos entendemos.

Os adornos fazem parte da história da humanidade desde o tempo da pré-história.

Enfeite pessoal, são também usados com um significado religioso ou como símbolo de poder. O uso de materiais nobres na sua confecção dá-lhe o estatuto de jóia.

O relógio condiciona o nosso tempo, a nossa vida e obriga-nos a cumprir compromissos. O compromisso de não nos atrasarmos, de não fazermos ninguém esperar por nós.

O relógio, objecto eminentemente prático, pode ser usado como uma jóia, por vezes mesmo apenas como tal. De prata, em ouro, com pedras mais ou menos preciosas, desenhados por estilistas famosos, transformam-se em belos e valiosos adornos.

Um outro adorno é o anel. Feito de diversos materiais e, cada vez mais, em diferentes for-matos é não só um objecto de enfeite mas também um símbolo de compromisso entre duas pessoas. Em diversas culturas, e em diferentes épocas, por exemplo os hindus, os gregos, os romanos, os cristãos, o anel é utilizado como símbolo do casamento, assumindo assim a designação de aliança.

Mais uma vez a utilização de materiais nobres na sua confecção dá-lhe o estatuto de jóia.

Jóia, compromisso.

Compromisso, obrigação.

Obrigação com o tempo, obrigação com alguém, prisão ao tempo, prisão ao outro.

Mas também…

Encontro, reencontro, partilha, companhia, contar com alguém.

Anel, adorno, beleza, jóia, valioso.

Relógio, enfeite, belo e útil, valioso.

Anel, faz-nos sentir mais bonitos, ou lembra-nos que temos alguém que nos quer bem.

Relógio, embeleza, impede-nos de faltar ao que é para nós importante.
Ambos podem ter duas faces.

Depende de como os usamos.

No seu caso, como é? E daí, não tem que ser sempre o mesmo, depende de si e do momen-to.

Por vezes compromisso, ou liberdade, ou felicidade.



Isabel Rebelo

Título: Anéis versus compromisso

Autor: Isabel Rebelo (todos os textos)

Visitas: 2

775 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • Luene ZarcoLuene

    21-09-2014 às 14:24:39

    Um anel é tão lindo! É a expressão que pertencemos a alguém e que este pertence a nós. Um amor lindo e verdadeiro, sem fim como o anel. Um compromisso de cuidar, libertar, amar, dedicar!

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    09-05-2014 às 16:57:42

    O selo do amor tem que estar no coração e não em anéis de compromisso. Claro, que a representação é importante bem como a visibilidade de que estamos comprometidas com alguém, ou seja, mostrar que amamos a pessoa. Dessa forma, o anel se alinha ao desejo do coração e faz todo o sentido!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Comentários - Anéis versus compromisso

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O que é uma Open House?

Ler próximo texto...

Tema: Imóveis Venda
O que é uma Open House?\"Rua
Este é um tema que vem pôr muito a lindo o trabalho de alguns mediadores imobiliários e do seu trabalho.

Quando temos um imóvel para vender, muitos são os métodos a utilizar e os meios que nos levam até eles para termos o nosso objetivo cumprido – A venda da Casa.
Quando entregamos o nosso imóvel para que uma mediadora o comercialize, alguns aspetos têm de ser tidos em conta, como a legalidade da empresa e quem será a pessoa responsável pela divulgação da sua casa, mas a ansia de vermos o negócio concretizado é tanta, que muitas vezes nos escapa a forma como fazem a referida divulgação e publicidade do imóvel.

Entre anúncios na internet e as conhecidas folhas nas montras dos estabelecimentos autorizados, muitas mediadoras optam por fazer uma ação que está agora muito em voga que é uma Open House. Mas afinal, o que é isto de nome estrangeiro que tanto se vê pelas ruas e em folhetos de anúncio?

Ora bem, a designação em Português é muito simples – Casa Aberta. E na realidade, uma Open House é isso mesmo. Abrir uma Casa para que todos a possam ver. NO entanto, requerem-se alguns aspetos que as mediadoras normalmente preveem, mas que é fundamental que o proprietário do imóvel também tenha consciência e conhecimento.

Por norma as imobiliárias só fazem este tipo de intervenção e ação em imóveis que têm como exclusivo, isto é, quando é uma só determinada mediadora, a autorizada a poder comercializar o imóvel.

Em segundo lugar, este tipo de ação de destaque requer à mediadora custos com tempo, recursos humanos e financeiros.
A mediadora começa por marcar um dia próprio que por norma é datado para um feriado ou fim de semana. Faz então publicidade local através de folhetos e flyres anunciando a Open House, o dia e a hora, tal como o local. Muito provavelmente serão tiradas fotografias ao seu imóvel.

Através de redes sociais também poderão ser divulgadas as ações.
No dia da Open House, o local será indicado com publicidade da sua casa e da imobiliária e começarão a aparecer visitas ao imóvel.

Sugiro que não tenha mobiliário e muito menos valores em casa. O ideal será o imóvel estar desocupado de todos e quaisquer bens, por uma questão de segurança, mas também porque as áreas parecerão maiores e isso com toda a certeza ajuda à venda.

A imobiliária será responsável pela limpeza e trato do imóvel, pelo que se ocorrerem danos, serão eles os responsáveis.
Neste tipo de ações, é normal que a concorrência das imobiliárias apareça e faça parcerias que para si só trará vantagens.

Uma Open House pode não ser uma ação de destaque em Portugal, mas por exemplo nos Estados Unidos, é o normal e mais agradável. Os clientes não se sentem pressionados como numa visita normal e os negócios concretizam-se com muito mais rapidez e naturalidade.

Pesquisar mais textos:

Carla Horta

Título:O que é uma Open House?

Autor:Carla Horta(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios