Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Jóias Relógios > Como cuidar das suas jóias

Como cuidar das suas jóias

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Jóias Relógios
Comentários: 2
Como cuidar das suas jóias

As joias povoam o imaginário de quem as tem e de quem as não pode possuir.
Trata-se, normalmente, de heranças de família ou de prendas, que evocam recordações e afetos. Como tal, não convém que o tempo ou condições adversas as desgastem ou danifiquem. Nesta perspetiva, regra geral, para as limpar basta usar água morna com sabão e uma escova de dentes macia para as esfregar, passando depois por água limpa. No caso de sujidade mais entranhada, deixam-se de molho em água morna com sabão e segue-se o mesmo procedimento. Existem, contudo, especificidades relacionadas com as características peculiares de cada joia.

Por exemplo, as joias com pedras preciosas (à exceção das esmeraldas), depois da lavagem, devem ser mergulhadas em álcool e deixadas a secar sobre lenços de papel, e as joias com pérolas e madrepérolas limpam-se, após o uso, com uma pano de flanela ou um algodão seco, a fim de eliminar resíduos de cosméticos e suor, podendo, em caso de necessidade, aplicar-se sabão neutro e água fria, mas não deixando de molho. O azeite ou o óleo de amêndoas doces conferem-lhes um brilho extra. É útil verificar sempre se as pedras estão bem presas e, se assim não for, consertá-las antes de nova utilização.

De salientar que o calor, a humidade (que faz oxidar) e os produtos químicos, são passíveis de causar prejuízos às joias. Portanto, recomenda-se a aplicação de perfumes, cremes e similares antes da colocação das joias, respeitando o intervalo de secagem dos mesmos.

As joias devem ser limpas de vez em quando (mesmo que não tenham valor monetário), guardadas em locais escuros e embrulhadas individualmente em veludo ou camurça. Não é aconselhável sobrepô-las, o que poderia culminar em arranhões, uma vez que pérolas, metais preciosos e pedras apresentam diferentes graus de dureza. Quando se vai de viagem, é necessário que as embalagens que as transportam sejam rígidas, com o intuito de acautelar possíveis deformações nas peças.

Por outro lado, ao tirar brincos e anéis, há que evitar agarrá-los pelas pedras, que se podem soltar. Ao lavar as mãos, convém tirar os anéis, para que o sabão não fique nos cantos a prejudicar o brilho do metal e das pedras. A propósito, os anéis e colares de ouro lavam-se com água morna e detergente para roupa delicada e, depois de secos, esfregam-se com uma flanela. Para dar mais brilho, existem duas formas: deixar de molho em sumo de cebola durante duas horas ou três em leite morno.

As joias devem usar-se em momentos apropriados, que não contemplam, naturalmente, as tarefas domésticas, o banho, a frequentação de piscinas e o desporto, em que os químicos, o sabonete, o cloro e o próprio suor podem ter uma ação perniciosa sobre elas.


Maria Bijóias

Título: Como cuidar das suas jóias

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 0

658 

Imagem por: tiffa130

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • Briana AlvesBriana

    21-09-2014 às 03:32:40

    Jóias realmente precisam de um cuidado muito especial e merecem todo nosso carinho e cuidado. Tenho poucas joias, mas as que possuo são bem cuidadas. Vou seguir as dicas acima, obrigada!

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    09-05-2014 às 16:35:27

    O melhor cuidado é guardá-las em um lugar limpo, seguro e organizado. Assim, podem durar mais e ficarem perfeitas para o uso, quando for necessário.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Comentários - Como cuidar das suas jóias

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Cães e Humanos: Amizade por interesses

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Animais Estimação
Cães e Humanos: Amizade por interesses\"Rua
Não é de hoje que os cães são considerados nossos melhores amigos, porém como toda amizade ela não é totalmente incondicional e livre de interesses, pense bem, você pode discordar a princípio, mas analise a fundo e verá que tenho razão.

Cães convivem conosco a mais de 10mil anos, foi lá atrás na pré história que essa amizade começou, uma das mais duradouras da história. Teorias dizem que essa conexão iniciou pois ambas as espécies precisavam de algo que não possuíam e juntos se completaram.

Em plena era do gelo onde a sobrevivência estava sendo testada a todo vapor, aquele lobo considerado mais corajoso se encontrou com um homem também corajoso e resolveram unir forças, talvez não conscientemente, mas deu certo para ambos, e ali iniciava uma amizade que duraria por milênios.

Nesse estágio da nossa história, corríamos perigo de sobrevivência; faltava comida, segurança e energia ! ... E então percebemos que esses lobos simpáticos poderiam nos dar uma vantagem na corrida contra a morte, afinal eles caçavam muito bem , coisa que tínhamos dificuldade em fazer pela falta de energia naquele momento; então pensamos, eles nos ajudam a caçar, nós dividimos o alimento e em troca eles ganham segurança e afeto, e foi assim que essa amizade nos ajudou a enfrentar todos os percalços do caminho, e hoje evoluímos tanto que não precisamos mais de seus serviços e ainda sim continuam sendo nossos melhores amigos, posso dizer então que realmente é uma amizade verdadeira, que surgiu da dificuldade e interesses mas que não se deixou abalar por nada.

Então, agora quando virmos alguém maltratar esses animais, desdenhar deles dizendo que "não prestam pra nada", "não fazem nada de útil", como a galinha que põe ovos, ou a vaca que dá leite, lembremo-nos o quão útil eles foram na nossa caminhada, não só no quesito físico mas também no emocional, numa época em que as aparências não importavam e nem o QI para se fazer um amigo, bastava ser corajoso o bastante pra ultrapassar barreiras e conhecer mais o outro, do jeito que ele viesse, garanto que vantagens incríveis nascerão dessa amizade, e não pense em vantagens como algo ruim, quando digo penso em a vantagem da gente se sentir o humano mais importante do mundo quando esses seres peludos nos olham nos olhos sem pedir mais nada em troca, damos e recebemos carinho como nunca, uma retribuição silenciosa a quem sempre esteve do nosso lado, no pior e melhor momento.

O maior interesse em uma amizade é que ela dure para sempre, e acho que com os Cães conseguimos isso.

Pesquisar mais textos:

Lara Lavic

Título:Cães e Humanos: Amizade por interesses

Autor:Lara Lavic(todos os textos)

Imagem por: tiffa130

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios