Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Antiguidades > Tudo pode ser coleccionável

Tudo pode ser coleccionável

Categoria: Antiguidades
Visitas: 2
Tudo pode ser coleccionável

Tudo pode ser coleccionável, já pensaram? Sim, se bem me parece, todos os objectos podem originar uma vasta colecção de semelhantes. Claro que nem todos são muito fáceis de juntar, até porque o espaço requerido pode ser muito.

Já pensaram em coleccionar carros ou casas? Porque não? É possível, se tivermos disponibilidade monetária para isso.

Mas, falando de coisas concretas e mais comuns, quando falamos de colecções, quase todos têm uma palavra a dizer.

Quase todos já coleccionaram qualquer coisa, provavelmente em criança, talvez por poucos dias, ao fim dos quais a colecção deixava de ser interessante ou viável.

Li algures, há uns anos, que está cientificamente comprovado que quem dedica algum tempo a uma colecção, tem menos probabilidades de vir a sofrer de uma qualquer doença degenerativa.

Se assim é, porque não tentar? Há milhares, senão milhões de possibilidades de escolha: isqueiros, calendários, postais, pacotes de açúcar, moedas, notas, garrafas, latas de refrigerantes, canetas, canecas, chávenas, peluches ... é livre de escolher.

Afinal, é a sua colecção. Mas desengane-se quem achar que é fácil e rápido. Conte gastar uma horinhas a organizá-la e/ou arranjar possíveis contactos para trocas.

Para além disso, tenha em conta gastos e espaço para arrumar os seus “tesouros”.


Rua Direita

Título: Tudo pode ser coleccionável

Autor: Rua Direita (todos os textos)

Visitas: 2

609 

Imagem por: *Saffy*

Comentários - Tudo pode ser coleccionável

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.