Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Antiguidades > Candeeiros de azeite

Candeeiros de azeite

Categoria: Antiguidades
Visitas: 48
Comentários: 1
Candeeiros de azeite

O candeeiro de azeite é utilizado há muitos séculos, desde a idade antiga se fala em candeias. Nas antigas escrituras constam citações em que falam no candeeiro de azeite .

O candeeiro de azeite, foi usado como luminária, numa época em que não havia iluminação elétrica e as pessoas faziam dos candeeiros lanternas, era muito usado nas casas, inclusive, hoje ainda são usados, só que agora, na maioria das vezes, por questões de escolha.

A iluminação pública foi feita por um bom tempo pelo candeeiro de azeite, no Brasil, na cidade do Rio de Janeiro, por volta do século XIX, é que na iluminação pública começou-se a introduzir o candeeiro de azeite.

O candeeiro de azeite, além da sua utilidade como utensílio doméstico, é assunto em peças de teatro, citado por poetas e peça importante para muitos colecionadores, alguns são feitos de latão, bronze, barro. O que conta para um colecionador é o tempo de existência, que é quando foi feito e para quem, quem usou, o lugar de origem. Há outros colecionadores que apenas querem ter a peça em casa bela beleza, pela funcionalidade.

O candeeiro de azeite é uma peça clássica e, dependendo da visão e do momento, romântica. Um jantar à dois em um ambiente rústico, a iluminação do ambiente pode ser com candeeiros, a idéia é criar um ambiente que proporcione bem estar ao momento e afastar qualquer relação com o quotidiano, sem falar que jantar com uma luz direta de 100w em cima quebra o clima, parece que se está almoçando de dia no restaurante próximo ao trabalho. Mesmo contando com tantos recursos de iluminação que temos hoje, ainda há espaço para os candeeiros.

Na zona rural, nas fazendas e sítios mais afastados, é possível encontrar iluminação a base de candeeiro, onde a energia elétrica tem dificuldade em chegar. Algumas outras situações são de opção, como no caso daqueles que dizem não a luz elétrica e também na falta de luz.

Já para quem coleciona, ou quer se tornar um colecionador de candeeiros de azeite, tudo isso é relevante, encontrar uma peça para sua coleção, que não quer dizer que o colecionador esteja em busca apenas de candeiros, pelo contrário, ele busca peças e o candeeiro é uma delas.

Os produtores de filmes, tem muito interesse nos candeeiros para compor os cenários quando o roteiro pede.

A idéia é dar uma pequena contribuição para enterdermos que o candeeiro de azeite ainda tem seu lugar nos tempos modernos.


Sílvia Baptista

Título: Candeeiros de azeite

Autor: Sílvia Baptista (todos os textos)

Visitas: 48

767 

Imagem por: ralphunden

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Ewerton Baptistasamuel

    21-11-2011 às 12:38:26

    fique muito admirado pois nao sabia que antigamente se usava candeeiros de azeite

    ¬ Responder

Comentários - Candeeiros de azeite

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os primeiros brinquedos

Ler próximo texto...

Tema: Brinquedos
Os primeiros brinquedos\"Rua
O brinquedo é mais do que um objecto para a criança se divertir e distrair, é também uma forma de conhecer o mundo que tem ao seu redor e para dar asas à sua imaginação. Desta forma, os brinquedos sempre estiveram presentes na sociedade.

Os primeiros brinquedos datam de 6500 anos atrás, no Japão, em que as crianças brincavam com bolas de fibra de bambu. Entretanto há 3000 anos surgiram os piões feitos de argila e decorados, na Babilónia.

No século XIII apareceram os soldadinhos de chumbo, porém só eram acessíveis às famílias nobres. Cinco séculos mais tarde, apareceram as caixas de música, criadas por relojoeiros suíços.

As bonecas são muito antigas, surgiram enquanto figuras adoradas como deusas, há 40 mil anos, mas a primeira fábrica abriu apenas em 1413 na Alemanha. Barbie, a boneca mais famosa do mundo, foi criada em 1959, mas ainda hoje é das mais apetecíveis pelas crianças.

O grande boom dos brinquedos aconteceu quando se descobriu o plástico para o fabrico. Mesmo assim, muitas famílias não podiam comprar brinquedos aos filhos, como tal, estes utilizavam diversos tipos de materiais e construíam os seus próprios brinquedos.

Actualmente, as crianças têm acesso a uma enorme variedade de brinquedos, desde bonecas, a carros telecomandados, a videojogos… Educativos ou apenas lúdicos, há de tudo e para todos os gostos e preços.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Os primeiros brinquedos

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: ralphunden

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • umdolitoys 23-01-2013 às 05:46:38

    Adorei a reportagem! e tenho algo para vocês verem!!

    Espero que gostem!!!

    ¬ Responder
  • sofia 22-07-2012 às 21:56:29

    Achei muito interecante e muito legal saber que ano foi fabricadoas bonecas

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios