Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Vestuário > Como conservar os fatos de banho

Como conservar os fatos de banho

Categoria: Vestuário
Visitas: 30
Comentários: 1
Como conservar os fatos de banho

Normalmente quase todos os fartos de banho contêm uma mistura de poliéster e elas tina, uma fibra que confere elasticidade ao fato. Este é um componente muito frágil e que estraga com facilidade se não for lavado com cuidado e não for protegido da temperatura.

A sua exposição ao cloro das piscinas e outros produtos químicos, degrada as propriedades elásticas do fato de banho ou biquíni. Por outro lado o contacto com as superfícies abrasivas rompe as fibras e o calor excessivo afecta as propriedades das elas tina.

Os cuidados a ter com os fatos de banho devem ser cumpridos desde que entra na água e após sair.

Depois de sair da água deve o fato de banho ser imediatamente passado por água fria corrente e não se pode expor directamente ao sol. As zonas de temperatura elevada devem ser evitadas para não danificar.

A água a utilizar para lavar o fato de banho é a água doce da torneira e nunca da piscina ou mar. Também se deve evitar o contacto com superfícies abrasivas das paredes e fundo das piscinas.

Os cremes e óleos bronzeadores ou outros não devem ser aplicados em contacto com o fato de banho. No caso de se fazer jacuzzi, spas, ou frequentar piscinas de água quente o melhor é usar os fatos mais velhos para deste modo preservar os novos.

Não se devem ainda vestir com a pele molhada e depois de um banho de mar é também conveniente passá-lo com água doce. O sal pode deixar manchas e danificar.

O ideal é lavar sempre à mão os equipamentos de natação, com água fria e sem detergentes. Os sabões neutros ou de glicerina são os melhores para não deixarem manchas. Mas se porventura se lavarem na máquina de lavar á água deve ser fria, com detergente neutro e sem torcer. Ou então colocá-los dentro de uma toalha para a cor não se alterar. Podem também ser secos deste modo em vez de pendurados no estendal. Deste modo não deformam e mantêm-se por mais tempo. Depois de lavados e secos devem ser sempre acondicionados devidamente numa gaveta.

Tanto a lavagem como a secagem e arrumação deve ter sempre em conta a temperatura do ambiente. É necessário cuidado redobrado no verão devido às altas temperaturas.

Para além destes cuidados especiais com os equipamentos de natação, o ideal é ter dois fatos de banho adaptados ao físico e ter um suplente para quando a água tem mais cloro, é mais quente ou pratica termas.


Teresa Maria Batista Gil

Título: Como conservar os fatos de banho

Autor: Teresa Maria Gil (todos os textos)

Visitas: 30

715 

Imagem por: rich kang

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • SophiaSophia

    12-06-2014 às 21:26:22

    Adorei a dica de como conservar os fatos de banho. Penso que os cuidados devem ser mais ainda, como por exemplo, assim que terminar de usar, lavá-los.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Comentários - Como conservar os fatos de banho

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os primeiros brinquedos

Ler próximo texto...

Tema: Brinquedos
Os primeiros brinquedos\"Rua
O brinquedo é mais do que um objecto para a criança se divertir e distrair, é também uma forma de conhecer o mundo que tem ao seu redor e para dar asas à sua imaginação. Desta forma, os brinquedos sempre estiveram presentes na sociedade.

Os primeiros brinquedos datam de 6500 anos atrás, no Japão, em que as crianças brincavam com bolas de fibra de bambu. Entretanto há 3000 anos surgiram os piões feitos de argila e decorados, na Babilónia.

No século XIII apareceram os soldadinhos de chumbo, porém só eram acessíveis às famílias nobres. Cinco séculos mais tarde, apareceram as caixas de música, criadas por relojoeiros suíços.

As bonecas são muito antigas, surgiram enquanto figuras adoradas como deusas, há 40 mil anos, mas a primeira fábrica abriu apenas em 1413 na Alemanha. Barbie, a boneca mais famosa do mundo, foi criada em 1959, mas ainda hoje é das mais apetecíveis pelas crianças.

O grande boom dos brinquedos aconteceu quando se descobriu o plástico para o fabrico. Mesmo assim, muitas famílias não podiam comprar brinquedos aos filhos, como tal, estes utilizavam diversos tipos de materiais e construíam os seus próprios brinquedos.

Actualmente, as crianças têm acesso a uma enorme variedade de brinquedos, desde bonecas, a carros telecomandados, a videojogos… Educativos ou apenas lúdicos, há de tudo e para todos os gostos e preços.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Os primeiros brinquedos

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: rich kang

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • umdolitoys 23-01-2013 às 05:46:38

    Adorei a reportagem! e tenho algo para vocês verem!!

    Espero que gostem!!!

    ¬ Responder
  • sofia 22-07-2012 às 21:56:29

    Achei muito interecante e muito legal saber que ano foi fabricadoas bonecas

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios