Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Vestuário > Peças indispensáveis no seu guarda-roupa

Peças indispensáveis no seu guarda-roupa

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Vestuário
Comentários: 1
Peças indispensáveis no seu guarda-roupa

Um guarda-roupa básico é constituído por peças de vestuário práticas e versáteis. E claro, umas toillets para momentos especiais e, quando o emprego o exigir, umas fatiotas mais pomposas. Todavia, esta “pomposidade”, à semelhança das outras características, não significa necessariamente que se tenha de gastar muito dinheiro; efetivamente, existem indumentárias básicas a preços modestos e acessíveis ao comum das bolsas.

Por outro lado, as peças podem ser misturadas entre si, o que, para além de favorecer visuais distintos, revela criatividade. Várias podem ser as aparências conseguidas com a mesma base em combinações e contextos diversos. O segredo de uma elegância intemporal é, antes de mais, obter primeiro o básico e só depois ceder a algumas propostas da moda. É que esta é efémera…

Assim sendo, as mulheres devem optar por roupa de boa qualidade (tendo em conta o tecido, os acabamentos e o conforto), que inclua um ou mais conjuntos femininos de casaco e saia ou casaco e calça, em preto, azul-marinho, castanho ou cinza, um blazer preto, castanho, cinzento ou bege, saias e calças pretas, camisas de manga comprida ou curta brancas, blusas de malha pretas, beges, brancas ou castanhas, meias finas da cor da pele, vestidos pretos, castanhos, azul-marinho, verde-escuros, vinho, beges ou cinzentos, malas e cintos pretos e castanhos, tal como os sapatos (que devem ser de salto médio), colares e brincos a condizer com os trajes e relógios clássicos (de preferência prateados e dourados).

No que respeita aos homens, em ambientes de trabalho que não obriguem ao uso de fato e gravata, a liberdade de escolha é maior, e, portanto, as dúvidas e a possibilidade de cometer erros também. Os itens de avaliação da boa qualidade das vestes são os mesmos, sendo que devem preferir ternos pretos, cinzentos ou azul-marinho, casacos ou blazers pretos, castanhos cinzentos ou beges, calças direitas, sem muitos pormenores, em preto, castanho, cinzento, café ou bege, camisas sociais lisas em branco, azul claro, cinzento claro e creme, sapatos pretos e castanhos (à semelhança dos cintos) e gravatas boas de tons discretos.

A palavra-chave em termos de roupa é discrição. Por outro lado, quando se investe numa tendência de alta qualidade (um casaco ou outro acessório de moda) é sensato não deixar de o usar assim que ele deixar de estar na berra; a moda é cíclica! No fim de contas, o mais importante é dar um toque pessoal à maneira de vestir, mantendo a discrição e a elegância e uma (desejável) diferenciação dos demais.


Maria Bijóias

Título: Peças indispensáveis no seu guarda-roupa

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 0

744 

Imagem por: Idhren

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Luene ZarcoLuene

    23-08-2014 às 20:47:56

    Não pode faltar um bom jeans descolado, um tênis moderninho e uma camiseta bem fashion! Adoro um estilo informal, simples e arrojado! Quanto aos acessórios, cintos e brincos são essenciais!

    ¬ Responder

Comentários - Peças indispensáveis no seu guarda-roupa

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Informática
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?\"Rua
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Bom, Não é de hoje que tecnologia vem surpreendendo a todos nós com grandes revoluções e os custos que diminuem cada vez mais.
Hoje em dia é comum ver crianças com smarthphones com tecnologia que a 10 anos atrás nem o celular mais moderno e caro do mercado tinha.
Com isso surgiram sugiram vários profetas da tecnologia e visionários, tentando prever qual será o próximo passo.

E os filmes retratam bem esse tema e usam essa formula que atrai a curiosidade das pessoas.
Exemplos:

Minority report - A nova lei de 2002 (Imagem)

Transcendence de 2014

Em Transcendence um tema mais conspiratório, onde um ser humano transcende a uma consciência artificial e assim se torna imortal e com infinita capacidade de aprendizagem.
Vale a pena ver tanto um quanto o outro filme. Algumas tecnologias de Minority Report, como utilizar computadores com as mãos (caso do kinect do Xbox 360 e One) e carros dirigidos automaticamente, já parecem bem mais próximo do que as tecnologias vistas em Transcendence, pois o foco principal do mesmo ainda é um tema que a humanidade engatinha, que é o cérebro humano, a máquina mais complexa conhecida até o momento.

Eu particularmente, acredito que em alguns anos teremos realmente, carros pilotados automaticamente, devido ao investimento de gigantes como o Google e o Baidu nessa tecnologia.

Também acho que o inicio da colonização de Marte, vai trazer grandes conquistas para humanidade, porém grandes desafios, desafios esses que vão nos obrigar a evoluir rapidamente nossa tecnologia e nossa forma de encarar a exploração espacial, não como um gasto, mas sim como um investimento necessário a toda humanidade e a perpetuação da sua existência.

A única salvação verdadeira para humanidade e para o planeta terra, é que seja possível o ser humano habitar outros planetas, seja localizando planetas parecidos com a terra ou mudando planetas sem condições para a vida em planetas habitáveis e isso só será possível com gente morando nesses planetas, como será o caso do Marte. O ser humano com a sua engenhosidade, aprendeu a mudar o ambiente a sua volta e assim deixou de ser nômade e da mesma forma teremos que aprender a mudar os mundos, sistemas, galáxias e o universo a nossa volta.

Espero que tenham gostado do meu primeiro texto.
Obrigado à todos!
Até a Próxima!


Pesquisar mais textos:

Érico da Silva Kaercher

Título:Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Autor:Érico da Kaercher(todos os textos)

Imagem por: Idhren

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios