Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Imóveis Venda > O vendedor de imóveis

O vendedor de imóveis

Categoria: Imóveis Venda
Visitas: 2
Comentários: 3
O vendedor de imóveis

Você sabia que com a era da informática o mercado da mercadologia cresceu, expandiu, e trouxe novas necessidades.

Vender nada mais é que oferecer o produto, ou alguma coisa, seja par a sua necessidade própria ou de sua família.

Vender não é tão simples assim, temos que levar em conta o fator produto ou o serviço, como também do consumidor final.

Você sabia que vender não é só uma arte? Pois é, o produto ou serviço que será lançado tem que elaborar pesquisar a fim de que possamos saber se o bem é Viável, operacionalmente, economicamente, geograficamente e etc.

Vender não é só uma arte, mais sim uma técnica, ou um especialista.

Antigamente era mais difícil a venda, pois o vendedor saia de porta em porta mostrando o produto de folheto na mão, mais agora se tornou mais fácil com a chegada das telecomunicações e a informática, tudo mudou, tudo facilitou.

Hoje no mercado nacional, ou seja, internacional existe uma variedade imensurável de produtos e serviços seja de pessoas, ou empresas, individual, coletiva, ou seja, para todos os seguimentos como: alimentação, educação, vestuário, transporte, habitação, comunicação, comercio, e indústria, e etc.

Em fim para toda a necessidade e sempre continuarão a cresce agora o vendedor tem que ter a sua técnica, ser um especialista, e esta sempre aprimorando os avanços da tecnologia, e esta sempre procurando conhecer mais o Cliente e o produto.

Para se vender um produto tem que investir na procura do mercado para saber Onde, o quê, porque do produto.

A maneira mais viável de vender é: imóvel, para quem compra é o melhor investimento, pois a cada dia que passa, ele se valoriza você nunca sai perdendo mais precisamos ser cautelosos na hora de escolher o imóvel.

Mesmo com a crise é possível vender, o imóvel nunca sai de moda, as traças não roi, o ladrão não rouba, ainda é o que há de melhor opção para investir.


Waldiney Melo

Título: O vendedor de imóveis

Autor: Waldiney (todos os textos)

Visitas: 2

681 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 3 )    recentes

  • SophiaSophia

    05-05-2014 às 23:29:22

    Hoje em dia há muitos corretores de imóveis. Um mercado amplo e que tem crescido bastante. Não deixa de ser um vendedor de imóveis, pois oferece imóveis, faz simulações de preços e vê a necessidade do comprador.

    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • paulo henrique diaspaulo henrique dias

    14-03-2011 às 22:01:57

    gostaria sim de receber algumas tabelas de preços dos seus imovéis da região da pampulha desde de já meu mto obrigado

    ¬ Responder
  • José Ximenes FilhoJosé Ximenes Filho

    09-03-2009 às 00:10:00

    Gostaria de deixar meu comentário a respeito da vendedora de imóveis Waldiney, que veio me deixar a desejar, dando assim, vontade de me encentivar a voltar ao meu ramo predileto que é vender imóveis. Parabéns e deixo meus parabnés pelo encentivo que a mesma me proprocionou.

    ¬ Responder

Comentários - O vendedor de imóveis

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Um sinal de compromisso

Ler próximo texto...

Tema: Jóias Relógios
Um sinal de compromisso\"Rua
Exibir uma aliança de compromisso é, frequentemente, motivo de orgulho e, quando se olha para ela, vai-se rodando-a no dedo e fica-se com aquela expressão ridícula na cara.

Uma questão se coloca: qual a razão de estas alianças de compromisso serem tão fininhas: será porque os seus principais clientes, os jovens, são sujeitos de poucas posses (tendendo as mesadas a emagrecer ainda mais com a crise generalizada) ou porque esse compromisso, não obstante a paixão arrebatadora, é frágil e inseguro?

Sim, porque aqui há que fazer cálculos matemáticos: x compromissos vezes y alianças…com um orçamento limitado sobre um fundo sentimental infinito…

Depois, importa perpassar os tipos destas alianças. Há as provisórias, que duram em média quinze dias; há as voadoras, que atravessam os ares à velocidade da luz quando a coisa dá para o torto; há as que insistem em cair do dedo, sobretudo em momentos em que ter um compromisso se revela extremamente inoportuno; e depois há as residentes, que uma vez entradas não tornam a sair.

Os pombos-correios usam anilhas onde figuram códigos que os identificam. Talvez não fosse completamente descabido fazer umas inscrições deste género em algumas alianças de compromisso por aí…

Só para ajudar os mais esquecidos a recordarem a que “pombal” pertencem.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Um sinal de compromisso

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Luene ZarcoLuene

    22-09-2014 às 05:46:10

    Um sinal de amor e lealdade perpétua! Adoro ver os vários modelos de aliança! Vale a pena escolher uma bem bonita!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios