Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Saiba lidar com as Estrias Durante a Gravidez

Saiba lidar com as Estrias Durante a Gravidez

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Saúde
Saiba lidar com as Estrias Durante a Gravidez

Mais de metade de todas as mulheres grávidas desenvolvem estrias durante a gravidez.

Também conhecidas como estrias na gravidez, as estrias são marcas na superfície da pele e podem variar de cor, dependendo da sua cor natural de pele. As peles mais claras nas mulheres desenvolvem estrias rosadas, enquanto que as mulheres de pele mais escura tendem a ter estrias que são mais claras do que a pele circundante. A maioria das mulheres desenvolve estrias no seu abdomen durante a gravidez.

No entanto, também é comum aparecerem estrias nas nádegas, quadris, seios e coxas. Em alguns casos, até 90 por cento das mulheres têm estrias em alguma parte do seu corpo, como resultado de gravidez.

As estrias formam-se quando a pele é esticada rapidamente como acontece durante a gravidez. A maioria das mulheres desenvolve estrias durante os trimestres mais avançados da gravidez embora algumas mulheres comecem a desenvolvê-las assim que as suas barrigas começam a crescer.

As estrias são realmente pequenos 'rasgos' que se formam no tecido que sustenta a pele e que a ajudam a esticar. As estrias representam o rasgamento ou a separação de colagénio da pele quando o rasgo ocorre. As estrias não são prejudiciais ou dolorosas e geralmente desaparecem com o tempo.

Muitas mulheres acreditam que o uso de loções e cremes ajudam a prevenir as estrias. Realisticamente falando, o número de estrias depende da elasticidade da sua pele. A elasticidade da sua pele geralmente está relacionada com a sua constituição genética. A melhor coisa que pode fazer é descobrir se a sua mãe teve estrias durante a gravidez. Se as teve, provavelmente estará mais propensa ao aprecimento dessas marcas do que outras mulheres.

Tenha em mente que se ganhar muito peso durante a gravidez, a probabilidade de ter estrias é muito maior.

Normalmente a pele é elástica e capaz de esticar um pouco. No entanto, para algumas mulheres, as mudanças que ocorrem durante a gravidez são muito drásticas. Estas flutuações rápidas de peso e esticamento da pele pode resultar em marcas de estiramento.

As mulheres com múltiplas gravidezes são mais propensas a ter estrias, pois as suas barrigas crescem geralmente muito mais do que as mulheres com gestações únicas. Outras mulheres com maior probabilidade de desenvolver estrias são as que ganham muito peso rapidamente durante a gravidez e as que têm no ventre bebés maiores ou com mais peso.

A maioria dos cremes disponíveis para reduzir as estrias não ajudam a aliviar a flacidez da pele que também acompanha o parto. Existem alguns tratamentos mais recentes, incluindo os tratamentos a laser, que podem melhorar a elasticidade da pele e ajudar a reduzir as estrias. Algumas mulheres também consideram a cirurgia plástica depois de terem filhos. A abdominoplastia pode ajudar a esconder algumas estrias e reduzir a flacidez da pele.

A maioria das mulheres é capaz de ignorar alegremente as estrias quando consideram o milagre da vida que elas trazem para o mundo. Faça o que puder durante a gravidez para manter um peso adequado e tentar não se preocupar muito com as estrias. Muitas mulheres usam com orgulho, uma "ferida de guerra" ou "medalha de honra" relacionadas com a sua gravidez. Por que não ostentar as suas estrias com orgulho?


Rua Direita

Título: Saiba lidar com as Estrias Durante a Gravidez

Autor: Rua Direita (todos os textos)

Visitas: 0

667 

Comentários - Saiba lidar com as Estrias Durante a Gravidez

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Martelos e marrettas

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Ferramentas
Martelos e marrettas\"Rua
Os martelos e as marretas são, digamos assim, da mesma família. As marretas poderiam apelidar-se de “martelos com cauda”. Elas são bastante mais robustas e mantêm as devidas distâncias: o cabo é maior.

Ambos constituem, na sua génese, amplificadores de força destinados a converter o trabalho mecânico em energia cinética e pressão.

Com origem no latim medieval martellu, o martelo é um instrumento utilizado para “cacetear” objectos, com propósitos vários, pelo que o seu uso perpassa áreas como o Direito, a medicina, a carpintaria, a indústria pesada, a escultura, o desporto, as manifestações culturais, etcétera, variando, naturalmente, de formas, tamanhos e materiais de composição.

A diversidade dos martelos é, realmente, espantosa. O mascoto, por exemplo, é um martelo grande empregue no fabrico de moedas. Com a crise económica que assola o mundo actualmente, já se imaginam os governantes, a par dos banqueiros, de martelo em punho para que não falte nada às populações…

Há também o marrão que, mais do que o “papa-livros” que tira boas notas a tudo, constitui um grande martelo de ferro, adequado para partir pedra. Sempre poupa trabalho à pobre água mole…

O martelo de cozinha serve para amaciar carne. Daquela que se vai preparar, claro está, e não da de quem aparecer no entretanto para nos martelar a paciência…!

Já no âmbito desportivo, o lançamento do martelo representa uma das provas olímpicas, tendo sido recentemente adoptado na modalidade feminina. Imagine-se se, em vez do martelo, se lançasse a marreta… seria, certamente, mesmo sem juiz nem tribunal, a martelada que sentenciaria a sorte, ou melhor, o azar de alguém!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Martelos e marrettas

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios