Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Informática > Melhore o sinal Wi-Fi de sua casa - Parte 1

Melhore o sinal Wi-Fi de sua casa - Parte 1

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Informática
Visitas: 12
Melhore o sinal Wi-Fi de sua casa - Parte 1

Atualmente, na maioria das residências o acesso à internet é por meio de redes wireless. As pessoas estão utilizando mais os notebooks por suas facilidades, tornando necessário o Wi-Fi em suas residências. Além disso, os smartphones também poderão utilizar essa rede para acessar a web, algo muito útil hoje em dia.

Porém, em alguns casos, o sinal Wi-Fi não é tão bom. Seja pelo roteador estar em um lugar ruim, por ter muitas barreiras que atrapalham o sinal ou até mesmo pela qualidade do aparelho. Devido a isso, confira algumas dicas que poderão ajudar a melhorar o sinal wireless em sua casa. Essa matéria foi dividida em duas partes para que possa ter maior qualidade e clareza na explicação dos itens, sendo esse o primeiro artigo.

1 - Atualize sempre seus equipamentos

Da mesma forma que os aparelhos eletrônicos, a tecnologia Wi-Fi também está sempre evoluindo. Dessa forma, sempre que você puder, atualize seus aparelhos para aproveitar o melhor das novas tecnologias.

Existem diferentes tipos de padrões de redes sem fio, sendo as mais atuais capazes de transmitir em velocidades maiores. O padrão utilizado é o IEEE 802.11 que varia entre:

IEEE 802.11 A - 11Mbps;
IEEE 802.11 B e G - 54Mbps;
IEEE 802.11 N – 600Mbps de velocidade.
Porém, para atingir essas velocidades é necessário que seu roteador e sua placa de rede sejam compatíveis com a tecnologia em questão. A placa pode ser trocada facilmente, mas o roteador será necessário adquirir um novo aparelho.

2 - Coloque seu roteador em um bom lugar

É muito importante deixar seu roteador posicionado em um local alto e com espaço, pois ele é um aparelho que transmite sinal por ondas. Se houver bloqueios ao seu redor, como móveis e a parede, a rede sofrerá interferências grandes prejudicando seu acesso. Procure colocá-lo no ponto central de sua residência e no alto, em cima de alguma prateleira ou fixado na parede.
Sua antena deve estar sempre na posição vertical e reta, pois não adianta apontar ela para algum lugar específico esperando melhorar o sinal. O aparelho distribui a rede igualmente e não é direcional.

3 - Use um canal de transmissão liberado

Os roteadores utilizam ondas de rádio para emitirem o sinal das redes wireless. Sendo assim, é necessário utilizar uma frequência de transmissão que não esteja sendo utilizada por nenhum outro aparelho para não ocorrer interferências.

Como muitos aparelhos residenciais utilizam frequências sonoras para a transmissão de dados, é necessário saber qual canal de transmissão está livre para que o roteador utilize-a. Mas como descobrir isso? Há um aplicativo Android, chamado Wi-Fi Analyser, que é capaz de fazer isso. Assim que você descobrir qual canal não está sendo utilizado, configure seu aparelho para transmitir a rede Wi-Fi por meio dessa frequência, assim evitara interferências de outros aparelhos.

4 - Deixe o roteador longe de alguns aparelhos

Se você possui algum telefone ou forno de micro-ondas próximo a seu roteador, isso gerará com certeza uma grande interferência em seu sinal Wi-Fi. Se for possível, livre-se desses aparelhos e compre outros que trabalhem em frequências diferentes.

Claro que essa opção é um pouco drástica, apensar de eficaz. Então, para amenizar a interferência, mantenha esses aparelhos o mais longe possível do roteador, para que a interferência seja pequena ou talvez nula.

5 - Rede Wi-Fi segura

Se o seu roteador não tiver senha para acessar a rede wireless, coloque uma o quanto antes. Se já tiver, mas for uma senha simples, é necessário mudá-la e colocar uma mais complexa. Se algum vizinho folgado descobrir sua senha Wi-Fi, ele utilizará seu sinal e deixará sua rede lenta.

A melhor forma de prevenir isso é utilizar o padrão de criptografia mais avançado do roteador, o WPA, e fazer uma senha complexa. Essa senha deve conter letras maiúsculas e minúsculas, números e algarismos especiais (@,#,$,%,&). Evite colocar datas de aniversário, casamento, nome e sobre nome, algo que seja fácil de descobrir. Crie uma senha que não tenha lógica alguma, essa será a ideal.

O roteador tem um serviço, que é capaz de restringir o acesso dos aparelhos por meio do endereço físico da placa de rede (endereço MAC). Se você achar necessário, pode configurar esse serviço. Assim, somente os MAC’s cadastrados nesse filtro acessaram a internet Wi-Fi. Mas, essa configuração é um pouco avançada e pode ser necessária a ajuda de alguém que entenda do assunto.


Lucas Souza

Título: Melhore o sinal Wi-Fi de sua casa - Parte 1

Autor: Lucas Souza (todos os textos)

Visitas: 12

767 

Comentários - Melhore o sinal Wi-Fi de sua casa - Parte 1

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O meu instrumento musical avariou!

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Instrumentos Musicais
O meu instrumento musical avariou!\"Rua
É inevitável que, mais cedo ou mais tarde, um instrumento musical precise de reparação.

Mesmo que conheçamos bem o nosso instrumento e o consigamos arranjar, na maioria das vezes é necessário um técnico para o fazer com a melhor das qualidades.

Eventualmente, nem será necessário existir um problema com o instrumento, poderá ser apenas uma questão de manutenção. 

No caso de uma guitarra, por exemplo, qualquer instrumentista é perfeitamente capaz de substituir uma corda partida e tirar da guitarra o mesmo som que ela tinha.

No entanto, existem reparações, seja uma amolgadela no tampo ou uma tarraxa arrancada, que convêm ser feitas por técnicos especializados.

Por norma, as próprias casas que vendem instrumentos musicais efectuam essas reparações ou são capazes de aconselhar técnicos para as fazer.

Mediante o instrumento musical em questão, a reparação ou manutenção poderá ser mais cara. É sempre mais fácil arranjar um técnico que repare um piano do que um que arranje oboés.

Apesar de ser normal cuidar do nosso instrumento musical regularmente, os percalços acontecem todos os dias. Para os contornar, há sempre alguém que nos poderá aconselhar melhor do que nós próprios.

Apesar de poder sair mais caro, temos também a certeza de que o nosso instrumento foi arranjado por especialistas no assunto.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:O meu instrumento musical avariou!

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • luiz fabiano 18-02-2012 às 15:48:28

    boa tarde amigos preciso de um cabo flex da lcd da camera g70 se aulguem tiver mande um email obrigado

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios