Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Informática > Kit básico para manutenção e reparação de computadores

Kit básico para manutenção e reparação de computadores

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Informática
Visitas: 12
Comentários: 3
Kit básico para manutenção e reparação de computadores

Os computadores necessitam de manutenção periódica. Apesar de haver sempre a alternativa de pegar no seu computador ou laptop e levá-lo à loja de assistência mais próxima, não há nada melhor que ser você a tratar dele e a reparar os problemas, pelo menos os mais básicos.

Independentemente de você ser um usuário corrente ou um usuário mais avançado, nada o impede de ter um kit com as ferramentas básicas para realizar pequenos trabalhos de manutenção e reparação no seu computador.

As tarefas mais básicas podem ser executadas por um amador e com isso irá obviamente poupar dinheiro, e evitar o incómodo de transportar a sua unidade até uma loja.

Quais as ferramentas que devem fazer parte do seu kit de amador?

A maioria das ferramentas certamente já as tem em sua casa, no entanto se não tiver também poderá adquiri-las numa qualquer loja ou grande superfície. Você vai precisar de um conjunto de chaves de fenda de vários tamanhos, incluindo as mini-chaves de fenda. Estas chaves de fenda são usadas para apertar e desapertar os parafusos na hora de desmontar a caixa do computador, e também para desmontar componentes no interior (por exemplo para serem mais fáceis de limpar). Como alguns dos parafusos podem ter uma cabeça diferente do normal, também convém ter no kit uma chave-estrela.

Para ver melhor dentro da caixa do computador enquanto executa o trabalho ou para detetar possíveis problemas, é indispensável o uso de uma mini-lanterna.

O seu kit também deve incluir latas de ar comprimido. As latas de ar comprimido são a maneira mais fácil de remover o pó das ventoinhas e dos outros componentes da torre que ficam carregados de sujidade com o tempo. O ar comprimido também pode ser usado para limpar o teclado, as portas USB (e outras portas de entrada), entre outros componentes que são impossíveis de limpar com um simples pano.

No caso de ter um laptop a limpeza torna-se mais difícil, uma vez que não é aconselhável que abra o computador, e por isso deverá recorrer a um profissional. No entanto, pode sempre usar o ar comprimido para remover o pó do teclado e das portas de entrada.

Como vê não são necessárias “ferramentas especiais” nem grandes conhecimentos para realizar a manutenção de rotina do seu computador.

Faça você mesmo, o seu computador agradece!


Carlos Vieira

Título: Kit básico para manutenção e reparação de computadores

Autor: Carlos Vieira (todos os textos)

Visitas: 12

769 

Imagem por: Hannaford

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 3 )    recentes

  • Nuno CasimiroNuno Casimiro

    09-10-2012 às 16:47:54

    SOFTWARE: Faça o Download de um programa chamado CCleaner, com ele poderá lipar todos os ficheiros temporários do computador e da internet. Bem como corrigir erros de registo derivsdos da instalação de programas e aplicativos. Faça também o Desfragmentador do disco e configure os ficheiros de arranque no mesmo programa.

    ¬ Responder
  • Nuno CasimiroNuno Casimiro

    09-10-2012 às 16:45:26

    HARDWARE: Antes de realizar a manutenção do seu computador, arranje um compressor, será util para limpar o pó que o seu Hardware tem. Desligue o computador da eletricidade, abra as tampas laterais, se souber retire todas as placas da MotherBoard, memoria RAM, Processador, placa grafica, etc, limpe-as bem com o compressor e volte a coloca-las no lugar. Retire também a pilha de 3V e de preferencia coloque uma nova, monte tudo e ligue o computador.

    ¬ Responder
  • FABIO CARVALHO MENDESFABIO CARVALHO MENDES

    15-08-2010 às 00:18:23

    Eu gostei demais de todo o conteúdo espero que Deus ti ilumine e ti dê sabedoria.

    ¬ Responder

Comentários - Kit básico para manutenção e reparação de computadores

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os descendentes de Eça

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Literatura
Os descendentes de Eça\"Rua
Recentemente, por via da comunicação social, soubemos da entrega do prémio Leya, a um trineto de Eça de Queirós. Julgo que bastou essa noticia, para que todos ficássemos curiosos sobre os seus descendentes…esse mistério, como o Mistério da Estrada de Sintra, começou a adensar-se entre quem se interessa por estas coisas da literatura e da genealogia…então aqui deixo algumas notas que poderão ser importantes para quiçá, um dia, um qualquer jornalista, ou editor, se lembre, de conseguir reunir todos os seus descendentes vivos e se tire uma fotografia de família.

José Maria Eça de Queirós, escritor pródigo da nossa nação, contraiu matrimónio em 1886, com Emília de Castro Pamplona Resende, condessa de Resende, deixando à data de sua morte, em Paris, quatro filhos como seus descendentes e herdeiros diretos; foram eles António Eça de Queirós, Maria Eça de Queirós, Alberto Eça de Queirós e José Maria Eça de Queirós; portanto três meninos e uma menina.
Através do site Geneall.net, foi possível perceber as linhas genealógicas que se seguiram aos seus filhos. No entanto, nem todos os nomes dos seus bisnetos e trinetos estão aí presentes, com certeza por motivos de ordem pessoal, de resguardo da privacidade, motivos que não podemos questionar. Porém, é possível, pelo menos determinar a existência desses membros da família queirosiana.

De antemão sabemos que não houve descendência por parte de dois dos seus filhos, António Eça de Queirós e de Alberto Eça de Queirós.
Maria Eça de Queirós teve dois filhos, uma menina e um menino, porém a menina morreu muito nova, ficando apenas o menino, de seu nome Manuel Pedro Benedito de Castro, que mais tarde casou com Maria da Graça Salema de Castro, a mulher que se tornou a primeira diretora da Fundação Eça de Queirós, na casa de Tormes, pertença da família da esposa de Eça de Queirós. Como Manuel Pedro Benedito de Castro não teve filhos, sabemos que por este ramo, terminou a descendência do escritor.

Convém, entretanto, acrescentar aqui uma curiosidade. Depois do regresso a Portugal da viúva de Eça, ela e os filhos, foram residir para a casa da Granja, pertencente à família de Sophia de Mello Breyner. Inicialmente como esta casa costumava ser arrendada pela família de Sophia, Emília de Castro, arrendou-a, vindo a compra-la uns anos depois. Portanto, é aqui nesta casa que ela cria os seus filhos, e é onde, José Maria Eça de Queirós, um dos seus filhos, permanece após a sua morte, tendo criado aqui os seus filhos e netos, e tendo aqui também falecido.

Podemos então seguramente afirmar que a sua grande linha de descendência parte do seu filho, com o mesmo nome, José Maria Eça de Queirós, que teve também ele, atente-se à curiosidade, quatro filhos, neste caso, ao inverso, um menino, e três meninas, respetivamente de seus nomes, Manuel Eça de Queirós, Maria das Dores Eça de Queirós, Matilde Maria de Castro de Eça de Queirós e Emília Maria de Castro Eça de Queirós. Esta ultima, Emília, teve ao que consta nove filhos, sendo que um deles, Afonso Maria Eça de Queirós Cabral, é quem atualmente preside à Fundação acima citada, depois da morte da primeira presidente, referida atrás, Maria da Graça Salema de Castro.

Manuel Eça de Queirós por sua vez teve seis filhos, Maria das Dores Eça de Queirós teve três filhos, e Matilde Maria de Castro de Eça de Queirós, dois filhos. Somados, contabilizamos vinte, os bisnetos do famoso escritor. Seria interessante avançar um pouco mais nos ramos genealógicos e aflorar quem são ou pelo menos, quantos são os trinetos e tetranetos de Eça, por conseguinte fica aqui o desafio, pois é certo que porventura alguns destes descendentes não se conhecem, e nunca terão trocado qualquer impressão sobre o seu ascendente, para uns, bisavô, para outros trisavô, e ainda para outros, tetravô.

Pesquisar mais textos:

Liliana Félix Leite

Título:Os descendentes de Eça

Autor:Liliana Félix Leite(todos os textos)

Imagem por: Hannaford

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios