Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Música > Instrumentos musicais populares – O Triângulo

Instrumentos musicais populares – O Triângulo

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Música
Visitas: 362
Comentários: 14
Instrumentos musicais populares – O Triângulo

O triângulo (vulgarmente conhecido por “ferrinhos”) é um instrumento de percussão popular e é basicamente uma barra de aço fina dobrada na forma de um triângulo equilátero, e com o canto esquerdo aberto.

O instrumento usual de orquestra mede entre 15 e 18 centímetros de cada lado, embora ocasionalmente alguns compositores possam pedir formas maiores ou menores. O triângulo é tocado com um “batedor” feito do mesmo metal que a barra original, sendo que para sons mais suaves é usada uma baqueta.

O triângulo foi primeiramente documentado no século 10. Nos primórdios da sua história, foi usado nas celebrações da igreja e por isso era frequentemente associado com a arte religiosa.

Os primeiros triângulos não tinham a “parte final aberta" e, geralmente, tinham até cinco anéis de metal roscados no instrumento. Os anéis libertavam um som estridente grosseiro. Este estilo de triângulo sobreviveu até meados do século 19, altura em que foi substituído pelo modelo que hoje conhecemos.

No final do século 18, o triângulo era utilizado na orquestra somente para efeitos especiais excecionais. À medida que o século 19 avançava, o instrumento foi gradualmente aceite como um “membro” regular da orquestra.

De referir que não há nenhum substituto para o som original do triângulo.

Como funciona o Triângulo?

O triângulo deve ser segurado por um ou mais dedos, através de uma alça fina de nylon ou de uma tira de couro, e o batimento é realizado do outro lado. Se o músico se deparar com uma sequência difícil de notas, podem ser usados dois batedores. Neste caso, o triângulo deve estar suspenso de forma independente, para que o músico possa usar as duas mãos.

É muito importante que o instrumento não seja tocado por nada, enquanto soa, pois isso iria “travar” as vibrações e amortecer a resposta. Normalmente, o triângulo é tocado do lado externo, embora para tocar música mais suave se possa também usar o lado de dentro, ou seja o ângulo fechado.


Carlos Vieira

Título: Instrumentos musicais populares – O Triângulo

Autor: Carlos Vieira (todos os textos)

Visitas: 362

786 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 14 )    recentes

  • SophiaSophia

    13-05-2014 às 19:13:42

    Hoje em dia há bastantes instrumentos criados a partir da criatividade das pessoas. Esse triângulo como instrumento já bem usado e o é até hoje.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • fernanda

    20-08-2013 às 18:26:45

    gostei muito sobre 0 comentario só fautol quem crior.

    ¬ Responder
  • ana jacintho

    17-07-2013 às 13:25:57

    o texto não me ajudou na pesquisa

    ¬ Responder
  • emilly

    24-05-2013 às 20:55:19

    o triangulo e usado na orquestra

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãojuliana

    05-05-2013 às 20:27:58

    uma dica: primeiro aprendam a ler e escrever, só depois conseguirão fazer uma boa pesquisa.

    nunca vi tanto erro.
    paciência!

    ¬ Responder
  • luuisa kawaii

    10-04-2013 às 10:47:23

    Eu e minha mae limos e relimos e chegamos a comclosao que vou usar esse texto como trabalho de musica

    ¬ Responder
  • paula

    27-02-2013 às 17:33:36

    Eu estou a hum bom tempo tentando achar e so agora consigui.

    ¬ Responder
  • Angelica

    27-10-2012 às 16:47:24

    gostei do site mas acho q falta um pouco mais de informacoes e alguma curiosidade sobre o instrumento

    ¬ Responder
  • -E noís '

    14-09-2012 às 22:46:38

    Gostamos muiito , num tendo outro serve...
    kkk
    Naum gostamos , tiramos um zero bem redondinho no trabalho por causa disso @@@



    xau ate nunca mais '

    ¬ Responder
  • Giselle estefane .patrycinha

    20-08-2012 às 18:18:05

    ai esse coisa e muito bom mais achei ruim algumas partes assinado patrycinha chamosinha

    ¬ Responder
  • julia

    20-08-2012 às 02:35:48

    nao gostei)por que nao mostra o pais que foi inventado

    ¬ Responder
  • maria luisamaria luisa

    20-06-2010 às 17:33:25

    eu concordei com algumas coisas nem com tudo !!!

    ¬ Responder
  • Maria LuizaMaria Luiza

    13-04-2010 às 22:45:33

    concordo com a ultima pessoa mas ñ sei ñ viu

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãopeddo do carmo

    13-04-2010 às 00:06:24

    gostei muito desse tema pois é o unico que eu achei, mas se tivesse outro conserteza seria melhor

    xau
    peddo do carmo (n gostei)

    ¬ Responder

Comentários - Instrumentos musicais populares – O Triângulo

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Como fazer disfarces de Carnaval

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Vestuário
Como fazer disfarces de Carnaval\"Rua
O ano começa e depressa chega uma data muito ansiada principalmente pelos mais jovens: o desejado Carnaval!

Esta é uma data que os pequenos adoram e deliram com as fantasias. O problema maior é a despesa que os disfarces representam e no ano seguinte já não usarão o mesmo disfarce ou, no caso dos mais pequenos, já não lhes serve.
O melhor nesta data é mesmo reciclar e aprender a fazer disfarces caseiros utilizando truques mais económicos e materiais reciclados para preparar as fantasias dos pequenitos!

Uma sugestão para os meninos é o traje de pirata que pode facilmente ser criado a partir de peças que tenha em casa. Procure uma camisa de tamanho grande e, de preferência, de cor branca com folhos. Se não tiver uma camisa com estas características facilmente encontrará um modelo destes no guarda-vestidos de alguma familiar, talvez da avó.

Precisará de um colete preto. Na falta do colete pode utilizar um casaco preto que esteja curto, rasgue as mangas pelas costuras dos ombros. As calças devem ser velhas e pretas para poderem ser cortadas na zona das pernas para envelhecer a peça. Coloque um lenço preto ou vermelho na cabeça do menino e, de seguida, com um elástico preto e um pouco de velcro tape um dos olhos.

Para as meninas não faltam ideias originais para fazer disfarces bonitos e especiais para este dia. Uma ideia original é a fantasia de Flinstone. É muito fácil e prática de fazer e fica um disfarce muito bonito. Comece por arranjar um pedaço de tecido branco. Coloque o tecido em volta do corpo como uma toalha de banho e depois amarre num dos braços fazendo uma alça. Depois corte as pontas em ziguezague mantendo um lado mais comprido que o outro. Amarre o cabelo da menina todo no cimo da cabeça, como se estivesse a fazer um rabo-de-cavalo mas alteie-o mais. Com o auxílio de um pente frise o cabelo, pegando nas pontas e passando o pente em sentido contrário até que fique todo despenteado. Numa loja de disfarces compre um osso de plástico e prenda na fita da criança.

Pegue nos materiais, puxe pela imaginação e ponha mãos ao trabalho!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Como fazer disfarces de Carnaval

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    09-06-2014 às 04:01:21

    Não em carnaval, mas em bailes de fantasia, sempre usei o TNT. Eles são ótimos para trabalhar o corte, para costurar e deixa bem bonito!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios