Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Fotografia > Fotográfica: compacta ou reflex?

Fotográfica: compacta ou reflex?

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Fotografia
Visitas: 62
Comentários: 6
Fotográfica: compacta ou reflex?

Tirar fotografias é, para muitos, uma paixão insubstituível. Poder registar um momento, um sentimento ou uma paisagem é uma vantagem ao alcance de quase todos. Há máquinas fotográficas a preços cada vez mais acessíveis, de vários tamanhos, marcas, cores... enfim, para todos os gostos.


Mas na hora de comprar, pode surgir uma dúvida pertinente: comprar uma compacta ou uma reflex (SLR). Tudo vai depender do objetivo.

As máquinas compactas são as que possuem um visor directo, sendo, na sua maioria, totalmente automáticas. Vai encontrar uma grande variedade deste tipo de máquinas: diferentes tamanhos, cores, materiais, mais ou menos leves ou avançadas.

Normalmente apresentam lente zoom e janela auto-foco.

As suas maiores vantagens são o preço, a facilidade de manuseio e de obtenção de imagens. As grandes desvantagens são a ausência de possibilidade de obter fotografias criativas e, a pior de todas, o erro de paralaxe. Este verifica-se em todas as máquinas compactas, já que o ponto de vista do visor não é exatamente igual ao da objetiva, ou seja, ao espreitar pelo visor, vai enquadrar a fotografia de uma forma diferente daquela que vai obter. Tal sucede porque o visor está, geralmente, afastado da objetiva cerca de 2 ou 3 centímetros. Quando estamos longe do motivo a fotografar, o erro quase não se verifica, mas, quando nos aproximamos do motivo, em consequência do deslocamento dos dois pontos de vista, no visor vê-se mais da parte de cima e menos da de baixo, do que na fotografia.
Quanto mais perto estiver o motivo, maior será o erro!

As máquinas do tipo SLR (single-lens-reflex) ou reflex de lente única são menos práticas por se apresentarem em tamanhos superiores. Neste tipo de máquinas, o erro de paralaxe não se verifica, graças a presença de espelhos que permitem que a imagem captada pela objectiva seja a mesma mostrada no visor. Outra vantagem é o tipo de fotografias que consegue obter com a sua utilização. Com mais possibilidades e preparadas para produzir melhores fotografias, vai notar a diferença entre esta e uma máquina compacta, principalmente se utilizar os métodos manuais. Se compreender um pouco de fotografia e dominar os conceitos de velocidade e abertura, vai verificar que consegue tirar melhores fotos numa máquina reflex do que com uma automática.Se tinha uma máquina compacta e adquiriu uma reflex, decerto que se apercebeu que esta última não capta imagens tão longe, por não possuir um zoom digital semelhante às compactas. Se pretende tirar fotos à mesma distância, terá de investir numa objetiva com maior alcance.



Cláudia Bandeira

Título: Fotográfica: compacta ou reflex?

Autor: Cláudia Bandeira (todos os textos)

Visitas: 62

804 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 6 )    recentes

  • SophiaSophia

    04-05-2014 às 17:25:28

    As câmeras compactas parecem ser melhores. Adoro tirar fotos e preciso urgente comprar uma dessas para mim.

    ¬ Responder
  • inesines

    13-02-2012 às 10:53:13

    @RITA FLORES
    ~desde já inflormo-lhe que estamos no seculo XXI e a existencia de maquinas fotograficas já é do seculo XIX

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoMirela

    06-02-2011 às 21:26:38

    Amei, eu amo tirar foootos amei muuuito o seu teeeexto, e a foto está mais que perfeita!
    Paaarabéns(:

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoDolores

    06-04-2009 às 11:02:43

    Sim, concordo , o texto é muito positivo e a foto é simplesmente perfeita.

    Fotografia mantem vivo o nosso passado.

    Fotografia a preto e branco sempre foi para mim a que requer mais arte e sabedoria e , claro , é indescutivelmente, a minha preferida.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãofigueiredo antunes faria

    05-04-2009 às 23:18:31

    É um bom texto sobre fotografia Claudia e foste muito feliz a escolher a foto. Parabens e obrigado por escreveres sobre um tema que tem estado a ser esquecido com o tempo.

    A fotografia está viva!

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoRITA FLORES

    05-04-2009 às 10:36:02

    eu só tiro fotos com o telemovel.

    nem sabia que se podia tirar de outra maneira...

    ¬ Responder

Comentários - Fotográfica: compacta ou reflex?

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Fine and Mellow

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Música
Fine and Mellow\"Rua
"O amor é como uma torneira
Que você abre e fecha
Às vezes quando você pensa que ela está aberta, querido
Ela se fechou e se foi"
(Fine and Melow by Billie Holiday)

Ao assistir a Bio de Billie Holiday, ocorreu-me a questão Bluesingers x feminismo, pois quem ouve Blues, especialmente as mais antigas, as damas dos anos 10, 20, 30, 40, 50, há de pensar que eram mulheres submissas ao machismo e maldade de seus homens. Mas, as cantoras de Blues, eram mulheres extremamente independentes; embora cantassem seus problemas, elas não eram submissas a ponto de serem ultrajadas, espancadas... Eram submissas, sim, ao amor, ao bom trato... Essas mulheres, durante muito tempo, tiveram de se virar sozinhas e sempre que era necessário, ficavam sós ou mudavam de parceiros ou assumiam sua bissexualidade ou homossexualidade efetiva. Estas senhoras, muitas trabalharam como prostitutas, eram viciadas em drogas ou viviam boa parte entregues ao álcool, merecem todo nosso respeito. Além de serem precursoras do feminismo, pois romperam barreiras em tempos bem difíceis, amargavam sua solidão motivadas pelo preconceito em relação a cor de sua pele, como aconteceu a Lady Day quê, quando tocava com Artie Shaw, teve que esperar muitas vezes dentro do ônibus, enquanto uma cantora branca cantava os arranjos que haviam sido feitos especialmente para ela, Bilie Holiday. Foram humilhadas, mas, nunca servis; lutaram com garra e competência, eram mulheres de fibra e cheias de muito amor. Ouvir Billie cantar Strange Fruit, uma das primeiras canções de protestos, sem medo, apenas com dor na alma, é demais para quem tem sentimentos. O brilho nos olhos de Billie, fosse quando cantava sobre dor de amor ou sobre dor da dor, é insubstituível. Viva elas, nossas Divas do Blues, viva Billie Holiday, aquela que quando canta parte o coração da gente; linda, magnifica, incomparável, Lady Day.

O amor vai fazer você beber e cair
Vai fazer você ficar a noite toda se repetindo

O amor vai fazer você fazer coisas
Que você sabe que são erradas

Mas, se você me tratar bem, querido
Eu estarei em casa todos os dias

Mas, se você continuar a ser tão mau pra mim, querido
Eu sei que você vai acabar comigo

Pesquisar mais textos:

Sayonara Melo

Título:Fine and Mellow

Autor:Sayonara Melo(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios