Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Fotografia > Como tirar boas fotografias

Como tirar boas fotografias

Categoria: Fotografia
Visitas: 12
Comentários: 3
Como tirar boas fotografias

Se tem estado a utilizar uma câmara fotográfica digital compacta, é provável que todas as suas fotografias tenham sido guardadas como ficheiros JPEG. A sua câmara fotográfica DSLR também pode produzir estes ficheiros, mas também oferece a opção de produzir ficheiros Raw. Então o que é um ficheiro Raw e porque é que poderia preferir utilizá-lo em vez dos JPEG a que está habituado?

Quando tira uma fotografia, o sensor da câmara regista uma vasta quantidade de dados, muito mais do que os necessários para fazer apenas um ficheiro JPEG. Quando a câmara processa a imagem, tem de eliminar muitos desses dados para produzir um ficheiro mais pequeno. A imagem final será perfeita para a maioria dos fins a que se destina, como a impressão ou a partilha da imagem através de correio electrónico ou num sítio Web.

Ao contrário de um ficheiro JPEG, um ficheiro Raw não foi processado nem comprimido pela câmara fotográfica. Contém todos os dados registados pelo sensor quando tirou a fotografia. Estes incluem uma gama muito mais alargada de cores e tons que os utilizados num JPEG, e também podem ter muito mais detalhe em condições extremas de sombras e de realces. Por este motivo, por vezes é chamado "negativo digital". E, da mesma forma que a revelação e a impressão das suas próprias fotografias num quarto escuro lhe permitem reproduzir resultados muito melhores que aqueles obtidos numa loja de fotografia, os dados extra registados num ficheiro Raw também podem ser utilizados para obter imagens com maior qualidade. Basta ter alguma prática

Para processar ficheiros Raw, é necessário um software "conversor raw" especial, como o Image Data Converter SR, fornecido com a sua câmara fotográfica.

Quando abrir um ficheiro Raw no Image Data Converter, este começa por apresentar a imagem tal como esta apareceria se tivesse aplicado as definições na câmara no momento em que foi fotografada. Nesse momento, poderá efectuar alterações à exposição, ao equilíbrio de brancos, ao modo de cor, ao contraste e a uma variedade de outras definições, até ter exactamente o aspecto que pretende. Até pode mostrar imagens do "antes" e do "depois", lado a lado, para poder ver o efeito que está a conseguir. E não terá de preocupar-se com possíveis erros. Quando tiver terminado de ajustar a fotografia, pode guardar os resultados como um novo ficheiro TIFF ou JPEG. O ficheiro Raw original permanece completamente inalterado, para que possa recuperá-lo mais tarde e fazer um conjunto completamente diferente de ajustes, se o pretender.


Miguel Pereira

Título: Como tirar boas fotografias

Autor: Miguel Pereira (todos os textos)

Visitas: 12

603 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 3 )    recentes

  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoGertrudes

    25-04-2014 às 11:30:17

    Eu sempre gostei de fotografia, mas a minha câmara estragou-se, qual a melhor para fotografias em movimento e fotografias na praia e na noite? Obg pelo texto

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    30-04-2014 às 21:01:02

    Para fotografias em movimento o ideal são as câmeras com ISO alto(ISO1000) como a Sony DSC-T50. Quanto mais alto o ISO, melhor a imagem em movimento. Agora, para praias e noites, você precisa apenas fazer os ajustes na câmera, aprender algumas técnicas.

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    17-04-2014 às 21:43:52

    Fotografar é uma arte belíssima. A Rua Direita o parabeniza pelo ótimo texto.

    ¬ Responder

Comentários - Como tirar boas fotografias

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Como fazer disfarces de Carnaval

Ler próximo texto...

Tema: Vestuário
Como fazer disfarces de Carnaval\"Rua
O ano começa e depressa chega uma data muito ansiada principalmente pelos mais jovens: o desejado Carnaval!

Esta é uma data que os pequenos adoram e deliram com as fantasias. O problema maior é a despesa que os disfarces representam e no ano seguinte já não usarão o mesmo disfarce ou, no caso dos mais pequenos, já não lhes serve.
O melhor nesta data é mesmo reciclar e aprender a fazer disfarces caseiros utilizando truques mais económicos e materiais reciclados para preparar as fantasias dos pequenitos!

Uma sugestão para os meninos é o traje de pirata que pode facilmente ser criado a partir de peças que tenha em casa. Procure uma camisa de tamanho grande e, de preferência, de cor branca com folhos. Se não tiver uma camisa com estas características facilmente encontrará um modelo destes no guarda-vestidos de alguma familiar, talvez da avó.

Precisará de um colete preto. Na falta do colete pode utilizar um casaco preto que esteja curto, rasgue as mangas pelas costuras dos ombros. As calças devem ser velhas e pretas para poderem ser cortadas na zona das pernas para envelhecer a peça. Coloque um lenço preto ou vermelho na cabeça do menino e, de seguida, com um elástico preto e um pouco de velcro tape um dos olhos.

Para as meninas não faltam ideias originais para fazer disfarces bonitos e especiais para este dia. Uma ideia original é a fantasia de Flinstone. É muito fácil e prática de fazer e fica um disfarce muito bonito. Comece por arranjar um pedaço de tecido branco. Coloque o tecido em volta do corpo como uma toalha de banho e depois amarre num dos braços fazendo uma alça. Depois corte as pontas em ziguezague mantendo um lado mais comprido que o outro. Amarre o cabelo da menina todo no cimo da cabeça, como se estivesse a fazer um rabo-de-cavalo mas alteie-o mais. Com o auxílio de um pente frise o cabelo, pegando nas pontas e passando o pente em sentido contrário até que fique todo despenteado. Numa loja de disfarces compre um osso de plástico e prenda na fita da criança.

Pegue nos materiais, puxe pela imaginação e ponha mãos ao trabalho!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Como fazer disfarces de Carnaval

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    09-06-2014 às 04:01:21

    Não em carnaval, mas em bailes de fantasia, sempre usei o TNT. Eles são ótimos para trabalhar o corte, para costurar e deixa bem bonito!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios