Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Fotografia > Dicas de fotografia

Dicas de fotografia

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Fotografia
Comentários: 1
Dicas de fotografia

Uma fotografia, tida como algo banal, tem bastante que se lhe diga. A tarefa não é assim tão fácil, e a habilidade vai muito para além de apertar um botão. A fotografia é uma forma de comunicação visual, com mensagens, mais ou menos, implícitas ou explícitas, consoante a consciência e a arte do fotógrafo.

Primeiro, há que selecionar o objeto principal da imagem e enquadrá-lo. Centrar o tema da foto é uma regra seguida pela esmagadora maioria das pessoas. É compreensível, dado que é para o centro que o nosso olhar se dirige naturalmente. Fugir a este cliché, contudo, tendo a ousadia de deslocar o assunto primacial, é passível de tornar a fotografia mais interessante. Para conseguir um bom enquadramento, uma premissa básica é dividir o visor da máquina em três colunas e três linhas, que, por si, já revelam pontos de destaque para, por exemplo, colocar os olhos de uma pessoa ou o horizonte. Por outro lado, as intercessões dessa divisão constituem os pontos mais atraentes.

No que se refere ao flash, é um pouco complicado aprender a usá-lo de forma adequada. Quando o flash se encontra demasiado perto, a foto pode ficar excessivamente clara e, se estiver muito longe, escura. De salientar que o flash tem um alcance limitado (em média de três a cinco metros), pelo que, estando o foco a trinta metros, é inútil ligar o flash. Os ambientes escuros não são os únicos cenários a requerer a utilização de flash: numa fotografia contra-luz, como noutras diversas situações, o flah pode funcionar como preenchimento.

A seleção do fundo é outro aspeto importante a ter em conta. Com efeito, ele representa tanto para a fotografia como o que aparece em primeiro plano. Cuidado com cores garridas, linhas e outros objetos suscetíveis de retirar a atenção do foco!
Quando o tema da foto é uma pessoa, convém que se mostre a pessoa! Há que aproximar-se o suficiente para se conseguirem perceber detalhes daquele rosto, em vez de andar à procura de um pequeno ser no meio de muito nada… A propósito, as fotografias de pessoas devem ser tiradas à altura dos olhos destas. Portanto, tratando-se de crianças, por vezes é necessário colocar-se de joelhos, sentar-se, deitar-se no chão, enfim, o que for preciso para ficar ao nível delas.

Aproveitar ao máximo a luz do sol é outro dos segredos. É aconselhável que ele fique nas costas de quem tira a foto, a fim de aproveitar a iluminação. Um passo para o lado pode fazer toda a diferença. Um dia nublado, por seu turno, em que a luz é difusa, mostra-se propício ao realce de cores e à suavização de contornos.

No que respeita à cor, a maioria das máquinas fotográficas digitais traz um comando que permite controlar a cromatismo. No entanto, o que se recomenda é experimentar e experimentar até chegar ao que se deseja. Este é o grande segredo da fotografia: o processo de tentativa/erro. É claro que ler as instruções da máquina para se inteirar das respetivas capacidades e configurações possíveis também dá jeito…

A arte fotográfica é assaz subjetiva; não há regras. O essencial é aprender a dominar a luz e a máquina, fotografar imenso, aperfeiçoar a técnica e apurar o próprio estilo visual. Depois, é só fazer o que se quiser!


Maria Bijóias

Título: Dicas de fotografia

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 0

612 

Imagem por: Sklathill

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • SophiaSophia

    05-05-2014 às 04:06:01

    As dicas de fotografias sempre são importantes para aprendermos, ainda mais quem está iniciando essa arte ou até para quem tira algumas fotos. Que dicas valiosas para fotografar com qualidade.

    ¬ Responder

Comentários - Dicas de fotografia

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Fine and Mellow

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Música
Fine and Mellow\"Rua
"O amor é como uma torneira
Que você abre e fecha
Às vezes quando você pensa que ela está aberta, querido
Ela se fechou e se foi"
(Fine and Melow by Billie Holiday)

Ao assistir a Bio de Billie Holiday, ocorreu-me a questão Bluesingers x feminismo, pois quem ouve Blues, especialmente as mais antigas, as damas dos anos 10, 20, 30, 40, 50, há de pensar que eram mulheres submissas ao machismo e maldade de seus homens. Mas, as cantoras de Blues, eram mulheres extremamente independentes; embora cantassem seus problemas, elas não eram submissas a ponto de serem ultrajadas, espancadas... Eram submissas, sim, ao amor, ao bom trato... Essas mulheres, durante muito tempo, tiveram de se virar sozinhas e sempre que era necessário, ficavam sós ou mudavam de parceiros ou assumiam sua bissexualidade ou homossexualidade efetiva. Estas senhoras, muitas trabalharam como prostitutas, eram viciadas em drogas ou viviam boa parte entregues ao álcool, merecem todo nosso respeito. Além de serem precursoras do feminismo, pois romperam barreiras em tempos bem difíceis, amargavam sua solidão motivadas pelo preconceito em relação a cor de sua pele, como aconteceu a Lady Day quê, quando tocava com Artie Shaw, teve que esperar muitas vezes dentro do ônibus, enquanto uma cantora branca cantava os arranjos que haviam sido feitos especialmente para ela, Bilie Holiday. Foram humilhadas, mas, nunca servis; lutaram com garra e competência, eram mulheres de fibra e cheias de muito amor. Ouvir Billie cantar Strange Fruit, uma das primeiras canções de protestos, sem medo, apenas com dor na alma, é demais para quem tem sentimentos. O brilho nos olhos de Billie, fosse quando cantava sobre dor de amor ou sobre dor da dor, é insubstituível. Viva elas, nossas Divas do Blues, viva Billie Holiday, aquela que quando canta parte o coração da gente; linda, magnifica, incomparável, Lady Day.

O amor vai fazer você beber e cair
Vai fazer você ficar a noite toda se repetindo

O amor vai fazer você fazer coisas
Que você sabe que são erradas

Mas, se você me tratar bem, querido
Eu estarei em casa todos os dias

Mas, se você continuar a ser tão mau pra mim, querido
Eu sei que você vai acabar comigo

Pesquisar mais textos:

Sayonara Melo

Título:Fine and Mellow

Autor:Sayonara Melo(todos os textos)

Imagem por: Sklathill

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios