Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Serviços Construção > Diferentes Construções – Diferentes Serviços

Diferentes Construções – Diferentes Serviços

Visitas: 40
Comentários: 2
Diferentes Construções – Diferentes Serviços

Existem em Portugal diferentes tipos de construção. Desde o xisto no interior norte aos telhados de palha na Madeira, Portugal tem uma história de construção das mais variadas e de excelência do mundo.

Dizer que umas são melhores que outras, é cair em erro. É uma questão de gosto e da sabedoria de quem construiu a casa. Todas as construções são boas, mas depende essencialmente da forma como foi um prédio ou uma casa construída.

Na hora de querer remodelar ou construir a sua casa, terá de ter em conta vários aspetos, mas fundamentalmente que tipo de construção tem ou quer ter e quem deverá executar esses serviços.

Deixo-lhe umas ideias das várias formas e técnicas de construção em Portugal para o que saiba, por exemplo, o que está a comprar se procura uma casa para viver, ou se o que deseja é realizar obras no seu imóvel.

Tabique – Normalmente é disto que são feitas as paredes divisórias das casas históricas. As paredes de tabique desempenham um fator importante no equilíbrio e estrutura de uma casa. Tem uma capacidade quase única de resistência perante um sismo. As paredes de tabique são fundamentalmente revestidas (e também no seu miolo) por várias tábuas colocadas ao alto, com reboco de argamassa e cal. Para trabalhar este tipo de parede solicite os trabalhos de alguém que esteja habituado a obras de reconstrução em prédios estilo Pombalino.

Alvenaria de Pedra – Construção de pedra e argamassa utilizada no norte do país em zonas onde existiam poucos recursos económicos e onde se recorriam aos recursos naturais da zona. A construção de xisto (zona centro do país) é uma construção de alvenaria de pedra, por exemplo. Na zona norte, o granito é mais utilizado e no centro e sul predominam os calcários. Para este tipo de construção, poderá contratar um empreiteiro que execute todo o tipo de trabalhos, no entanto receba sempre conselhos de artesãos da terra que conhecem os materiais e clima como ninguém.

Alvenaria de Tijolo – O tipo de construção mais utilizada nos últimos anos. O tijolo em conjunto com a argamassa/cimento cola, criam uma estrutura resistente e robusta. Colocar um prego num tijolo com cimento pode ser uma tarefa complicada, pelo que por aqui se pode confirmar a resistência deste tipo de construção. O tijolo pode ter vários tamanhos e dimensões, e se a intenção é obter uma parede mais grossa, podem ser usadas várias técnicas com o tijolo (assentamento de uma vez e meia – duas camadas de tijolo paralelas e empilhadas umas nas outras). Para a alvenaria de tijolo, qualquer empreiteiro poderá ajudá-lo sem qualquer tipo de problema ou grandiosa arte.

Na hora de remodelar a sua casa, perceba do que ela é feita. Como tudo na vida, perceber o conteúdo e o miolo, é melhor que conhecer a aparência.


Carla Horta

Título: Diferentes Construções – Diferentes Serviços

Autor: Carla Horta (todos os textos)

Visitas: 40

765 

Imagem por: Martin Pettitt

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • Kizua UriasKizua

    23-09-2014 às 13:01:28

    Pelo menos, é possível analisar qual destes serviços e construções são mais rentáveis! Adorei este texto diferentes construções - diferentes serviços.

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    01-06-2014 às 05:08:54

    Ainda bem que existem diferentes construções e diferentes serviços, assim, é possível ter várias opções e diversos modelos e serviços.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Comentários - Diferentes Construções – Diferentes Serviços

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Como fazer disfarces de Carnaval

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Vestuário
Como fazer disfarces de Carnaval\"Rua
O ano começa e depressa chega uma data muito ansiada principalmente pelos mais jovens: o desejado Carnaval!

Esta é uma data que os pequenos adoram e deliram com as fantasias. O problema maior é a despesa que os disfarces representam e no ano seguinte já não usarão o mesmo disfarce ou, no caso dos mais pequenos, já não lhes serve.
O melhor nesta data é mesmo reciclar e aprender a fazer disfarces caseiros utilizando truques mais económicos e materiais reciclados para preparar as fantasias dos pequenitos!

Uma sugestão para os meninos é o traje de pirata que pode facilmente ser criado a partir de peças que tenha em casa. Procure uma camisa de tamanho grande e, de preferência, de cor branca com folhos. Se não tiver uma camisa com estas características facilmente encontrará um modelo destes no guarda-vestidos de alguma familiar, talvez da avó.

Precisará de um colete preto. Na falta do colete pode utilizar um casaco preto que esteja curto, rasgue as mangas pelas costuras dos ombros. As calças devem ser velhas e pretas para poderem ser cortadas na zona das pernas para envelhecer a peça. Coloque um lenço preto ou vermelho na cabeça do menino e, de seguida, com um elástico preto e um pouco de velcro tape um dos olhos.

Para as meninas não faltam ideias originais para fazer disfarces bonitos e especiais para este dia. Uma ideia original é a fantasia de Flinstone. É muito fácil e prática de fazer e fica um disfarce muito bonito. Comece por arranjar um pedaço de tecido branco. Coloque o tecido em volta do corpo como uma toalha de banho e depois amarre num dos braços fazendo uma alça. Depois corte as pontas em ziguezague mantendo um lado mais comprido que o outro. Amarre o cabelo da menina todo no cimo da cabeça, como se estivesse a fazer um rabo-de-cavalo mas alteie-o mais. Com o auxílio de um pente frise o cabelo, pegando nas pontas e passando o pente em sentido contrário até que fique todo despenteado. Numa loja de disfarces compre um osso de plástico e prenda na fita da criança.

Pegue nos materiais, puxe pela imaginação e ponha mãos ao trabalho!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Como fazer disfarces de Carnaval

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: Martin Pettitt

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    09-06-2014 às 04:01:21

    Não em carnaval, mas em bailes de fantasia, sempre usei o TNT. Eles são ótimos para trabalhar o corte, para costurar e deixa bem bonito!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios