Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Serviços Construção > Paisagismo e jardinagem

Paisagismo e jardinagem

Visitas: 6
Comentários: 2
Paisagismo e jardinagem

As preocupações estéticas estão na ordem do dia, e isso também se aplica às áreas envolventes das casas residenciais, edifícios comerciais, espaços públicos, entre outros. Devido a isso, o mercado paisagístico continua a evoluir e os profissionais do sector têm que ser cada vez mais imaginativos e inovadores para responder adequadamente às solicitações dos clientes.

Existe já um grande número de empresas e profissionais que se especializaram na área do paisagismo e serviços de jardinagem, prestando serviços de consultadoria, aconselhamento e execução dos projectos. No fundo desenvolvem soluções “chave na mão”, tornando assim a vida mais fácil para quem procura este tipo de serviço. Em vez de ter que contactar e negociar com várias empresas, apenas tem que falar com uma empresa ou um profissional que irá tratar de tudo, podendo este depois realizar todo o trabalho com os seus próprios meios ou subcontratar outros profissionais.

Normalmente as empresas que prestam serviços de paisagismo e jardinagem, também executam projectos de renovação de espaços já existentes e tratam de todas as tarefas de manutenção dos espaços e das plantas.

Se você está a pensar fazer (na sua casa ou na sua empresa) um belo jardim e/ou criar um espaço envolvente com árvores, plantas, flores, lagos artificiais, etc., lembre-se que para além do custo inicial irá ter que suportar também os custos de manutenção. Dependendo do ambiente criado, poderá ser necessário podar as árvores, tratar das plantas, limpar os lagos artificiais, cuidar da manutenção dos sistemas de rega, entre outros. Um dos objectivos da criação destes espaços é embelezar o ambiente e tornar a paisagem mais agradável, e se descurar os cuidados de manutenção e deixar o “espaço ao abandono” rapidamente ele se tornará numa paisagem sombria e desagradável à vista.

Por outro lado se não está disposto ou não pode suportar todos estes custos recorrentes, pode optar por criar um espaço um pouco mais humilde e mais em conta, e depois torná-lo mais acolhedor na altura de eventos especiais: festas de família, festas da empresa, recepções importantes, contratando os serviços de uma empresa especializada. Para essas ocasiões (e outras) é possível alugar (ao dia, à semana, etc.) plantas e outros elementos decorativos de modo a tornar o espaço mais apelativo.

Para cada situação existe a solução adequada e quanto mais informação tiver melhor poderá decidir.


Carlos Vieira

Título: Paisagismo e jardinagem

Autor: Carlos Vieira (todos os textos)

Visitas: 6

765 

Imagem por: Stig Nygaard

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • Rafaela CoronelRafaela

    22-09-2014 às 14:26:14

    Lindo é um local onde há o toque de paisagismo e jardinagem. Esses profissionais deixam o ambiente um verdadeiro atraso!

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    01-06-2014 às 05:00:24

    Creio ser bem importante realizar paisagismos e jardinagens nas casas residenciais, e não apenas em lugares como sítios, fazendas. Fica tão lindo esse ar de espaço campestre!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Comentários - Paisagismo e jardinagem

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os primeiros brinquedos

Ler próximo texto...

Tema: Brinquedos
Os primeiros brinquedos\"Rua
O brinquedo é mais do que um objecto para a criança se divertir e distrair, é também uma forma de conhecer o mundo que tem ao seu redor e para dar asas à sua imaginação. Desta forma, os brinquedos sempre estiveram presentes na sociedade.

Os primeiros brinquedos datam de 6500 anos atrás, no Japão, em que as crianças brincavam com bolas de fibra de bambu. Entretanto há 3000 anos surgiram os piões feitos de argila e decorados, na Babilónia.

No século XIII apareceram os soldadinhos de chumbo, porém só eram acessíveis às famílias nobres. Cinco séculos mais tarde, apareceram as caixas de música, criadas por relojoeiros suíços.

As bonecas são muito antigas, surgiram enquanto figuras adoradas como deusas, há 40 mil anos, mas a primeira fábrica abriu apenas em 1413 na Alemanha. Barbie, a boneca mais famosa do mundo, foi criada em 1959, mas ainda hoje é das mais apetecíveis pelas crianças.

O grande boom dos brinquedos aconteceu quando se descobriu o plástico para o fabrico. Mesmo assim, muitas famílias não podiam comprar brinquedos aos filhos, como tal, estes utilizavam diversos tipos de materiais e construíam os seus próprios brinquedos.

Actualmente, as crianças têm acesso a uma enorme variedade de brinquedos, desde bonecas, a carros telecomandados, a videojogos… Educativos ou apenas lúdicos, há de tudo e para todos os gostos e preços.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Os primeiros brinquedos

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: Stig Nygaard

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • umdolitoys 23-01-2013 às 05:46:38

    Adorei a reportagem! e tenho algo para vocês verem!!

    Espero que gostem!!!

    ¬ Responder
  • sofia 22-07-2012 às 21:56:29

    Achei muito interecante e muito legal saber que ano foi fabricadoas bonecas

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios