Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Serviços Construção > Não fique em estado de choque

Não fique em estado de choque

Comentários: 2
Não fique em estado de choque

Os serviços de construção englobam especialidades várias no âmbito de uma área, por si, atraente e recompensadora (a todos os níveis…). Uma das funções mais criativas associadas à edificação prende-se, desde logo, com a execução do projecto. Trata-se do guia contendo as orientações básicas, e é a partir dele que tudo o resto se desenrolará.

A imaginação pode chegar ao extremo de, no esboço arquitectónico, constarem a varanda redonda, quartos redondos, a sala redonda, casas de banho redondas, a cozinha redonda, enfim, tudo redondo. Neste caso, “desenrolar” seria realmente o termo apropriado para definir o andamento dos trabalhos. As matrizes cilíndricas de tal habitação constituiriam uma inovação, para não dizer uma ousadia, que materializariam a fuga possível aos intentos de uma sogra que pretendesse deter um CANTINHO na casa dos noivos após o casamento destes. Podia, deste modo, fazer-se ver à dita senhora que se encontrava redondamente enganada quanto à concretização das suas pretensões. Afinal, para bom entendedor, a ausência de um canto basta…

Não obstante a capacidade inventiva e as imensas possibilidades que o sector da construção apresenta, nem todos os desejos mais arrojados são passíveis de corporização, quer por uma questão de segurança, quer por incompatibilidades, por exemplo, decorrentes de estudos efectuados pelos peritos em engenharia. Ainda assim, vêem-se por aí estruturas que mais parecem hinos à boçalidade, com o visível comprometimento exacerbado de verbas susceptíveis de estar a produzir alguma coisa de verdadeiramente útil. Até Bob, o Construtor, revelaria maior bom senso… Por outro lado, emanam-se dos púlpitos da política, do Governo, de administrações públicas e privadas, de direcções desportivas e outras que tal, tantas e tão grandes barbaridades que haveria matéria para se propor a um entendido altamente especializado que assinasse a autoria de um edifício dedicado a tamanhos despautérios!

Inovar, reduzir custos e tempo, desenvolver novas estratégias, investigar aperfeiçoamentos exequíveis, arriscar mudanças, melhorar a competitividade, observando atentamente a actuação dos concorrentes numa perspectiva de perscrutar meios de diferenciação, surpreender pelo profissionalismo exímio, constituem, entre outras iniciativas, formas de fazer face a um mercado que é tudo menos cristão, uma vez que não perdoa. Dificuldades à parte, só o esforço, a paixão pelo que se faz, a determinação férrea e o brio no que se realiza é que conseguem conquistar mais espaço e construir um futuro mais amplo.

Saber o que se faz e fazê-lo bem ajuda a evitar problemas a curto, médio e longo prazo. Um electricista não pode, simplesmente, chegar aos cuidados intensivos de um hospital e dizer aos doentes ligados a vários tipos de aparelhos vitais: «Muito bem, respirem fundo um bocadinho, que eu vou mudar os fusíveis»!... Para além disso, contribui para a prevenção de doenças profissionais. O que aconteceria a um electricista ao cair da escada? Ficaria, com certeza, em estado de choque…



Maria Bijóias

Título: Não fique em estado de choque

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 0

605 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • Briana AlvesBriana

    23-09-2014 às 13:11:47

    Muito bom destacar essa questão da segurança, proteção em meio ao que queremos construir. É cada vez mais presente os acidentes que ocorrem por falta de uma boa segurança. Há medidas seguras que precisam ser encaradas com responsabilidade.

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    01-06-2014 às 05:15:09

    Segurança na construção é essencial. Mesmo que a pessoa tenha ma certa experiência, todo o cuidado é importante. Muito bom esse parecer sobre "não fique em estado de choque"
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Comentários - Não fique em estado de choque

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O Mito da Entrevista de Emprego

Ler próximo texto...

Tema: Empresariais
O Mito da Entrevista de Emprego\"Rua
Aguardando há meses pela oportunidade de um novo emprego e após ser aprovado em várias etapas do processo de seleção eis que surge um empecilho: a entrevista de emprego.

Diversas dúvidas passam pela cabeça do candidato como o que vestir, como sentar-se, qual o tom de voz adequado, o que o entrevistador espera como resposta e como impressioná-lo provando ser a pessoa certa para a vaga a ser ocupada.

A verdade é que não há regra que garanta o sucesso em uma entrevista, porém, algumas atitudes e cuidados precisam ser tomados. Abaixo seguem 10 dicas que auxiliarão o candidato enfrentar essa fase do processo de seletivo de forma mais segura, não importando a área ou cargo pretendido.

1. Seja pontual. A pontualidade é uma forma de demonstrar respeito, consideração e compromisso com a empresa, porém, ser pontual não significa ser precipitado, chegando com muito tempo de antecedência. Para isso programe-se: quanto tempo você levará para chegar até o local combinado para a entrevista? E se houver algum tipo de atraso? Programe-se para que os prazos possam ser cumpridos. Se o atraso for inevitável entre em contato com a empresa e explique o motivo para o mesmo solicitando a possibilidade de remarcar o compromisso.

2. Vista-se de maneira condizente ao cargo que irá ocupar. Mesmo parecendo ser uma superficialidade, a forma como o candidato se veste pode influenciar a decisão do entrevistador, portanto, causar uma boa impressão é essencial. Para isso pesquise o perfil da empresa, se possível observe a forma como os funcionários se vestem e use na entrevista algo um pouco mais formal do que usaria todos os dias para ir ao trabalho.

3. Zele por uma boa aparência. Como descrito acima causar uma boa impressão é essencial, dessa forma, a higiene pessoal é indispensável. Vale ressaltar que perfumes e maquiagem exagerados são pontos negativos em uma entrevista.

4. Tenha em mente suas principais realizações profissionais e as evidencie. Quais os principais desafios que essas lhe trouxeram e o que aprendeu em cada uma delas. Se é seu primeiro emprego vale ressaltar suas experiências escolares e acadêmicas como trabalhos em grupos, projetos realizados, programas de estágio e trainee.

5. Tenha atitudes positivas. Um método de entrevista consiste em perguntas aparentemente absurdas que não possuem, necessariamente, respostas prontas. O que ele deseja na verdade é avaliar seu raciocínio lógico, portanto, seja criativo, argumente e crie estratégias para sair dessa saia justa.

6. Seja genuíno e autentico. Mesmo estando sob pressão seja você na entrevista. Não minta nem use máscaras. O recrutador provavelmente perceberá que você não está sendo sincero.

7. Tenha argumentos. “Por que você quer trabalhar aqui?” ou “Quais serão suas contribuições para essa empresa?” são perguntas básicas em uma entrevista de empregos. Portanto, tenha bons argumentos para esses questionamentos.

8. Mostre-se interessado. Faça perguntas plausíveis ao entrevistador.

9. Seja gentil e educado a todo o momento. Muitas empresas costumam analisar o candidato no momento em que esse inicia o processo seletivo.

10. Mostre-se confiante. Se você fará a entrevista de emprego é porque já passou por outras fases do processo seletivo, ou seja, tem muitos pontos a seu favor. Acredite no seu potencial .

Outros textos do autor:
O Mito da Entrevista de Emprego

Pesquisar mais textos:

Mabelly Venson

Título:O Mito da Entrevista de Emprego

Autor:Mabelly Venson(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios