Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Seguros > A importância dos seguros

A importância dos seguros

Categoria: Seguros
Visitas: 160
Comentários: 9
A importância dos seguros

Na hierarquia de necessidades do ser humano, um dos factores que está no topo, além do conforto, é a segurança. Todos queremos assegurar o nosso património, ou ainda mais valioso, assegurarmo-nos a nós próprios. Para isso, os seguros são uma ajuda. Apesar de os pagarmos mensal, semestral ou anualmente, são eles que nos asseguram um mínimo de conforto no caso de qualquer tipo de perdas.
O seguro mais conhecido é o automóvel, o único seguro obrigatório particular que existe. Se muitos o fazem apenas porque é obrigatório, querendo pagar apenas o mínimo indispensável, outros há que querem uma vasta gama de coberturas, de modo a proteger qualquer inconveniente que aconteça ao veículo. As coberturas obrigatórias incluem responsabilidade civil, protecção jurídica e assistência em viagem, mas existe uma vasta gama adicional, como por exemplo tumultos civis, quebras de vidros ou fenómenos da natureza.
Nos dias de hoje, já é possível encontrar seguros a um preço bastante mais inferior do que há uns anos atrás. Com o advento das novas tecnologias, é possível fazer uma simulação pela Internet e contratualizar as coberturas pretendidas com um simples clique, o que permite às seguradoras reduzir custos e consequentes prémios a pagar. No entanto, a assistência é, por vezes, menos boa do que nos balcões das seguradoras ou do que com um mediador.
Um outro tipo de seguro que se encontra em franca expansão é o seguro de saúde, que permite receber um atendimento médico a preços inferiores aos praticados no sector privado de saúde. A saúde não tem preço e este é um tipo de seguro que torna uma ida ao médico, ou a duração da espera por uma operação, mais rápida e menos penosa do que as intermináveis filas e listas de espera.
Apesar dos seguros serem considerados caros por muitas pessoas, a verdade é que, em caso de necessidade (que esperamos nunca vir a ter), podem ajudar em muito a diminuir o prejuízo, pelo menos financeiro, de uma determinada situação.
Para quem tem filhos pequenos, existem seguros de responsabilidade civil, por preços muito baratos. Para quem vai de férias ou costuma viajar, os seguros de viagem são uma óptima segurança e motivo de descanso em caso de prejuízos. Para quem quer proteger a casa, os seguros de habitação ajudam a garantir o valor do património imóvel.
Existe uma multiplicidade de seguros, serviços e protecções que nos ajudam a garantir o nosso património e a estarmos relativamente mais descansados perante situações inesperadas. A maioria de nós vê os seguros como uma maneira de desperdiçar dinheiro, mas eles podem ser de grande utilidade. Não acreditamos em bruxas, pero que las hay...

Luís Seco Passadouro

Título: A importância dos seguros

Autor: Luís Seco Passadouro (todos os textos)

Visitas: 160

808 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 9 )    recentes

  • SophiaSophia

    29-05-2014 às 06:43:24

    O seguro de vida e proteção à família é bem válido,mas é muito importante ler o contrato para não se enganado com propagandas fajutas.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • Noir GarciaNoir Garcia

    17-05-2012 às 02:14:55

    ACREDITO QUE O SEGURO DE VIDA É UMA DECLARAÇÃO DE AMOR A SUA FAMÍLIA. SOU CORRETORA DE SEGUROS DE VIDA E DIGO QUE NÃO É FÁCIL A VENDA. MAIS É MUITO GRATIFICANTE. MORO EM ARAÇATUBA E DESEJO QUE TODOS SE TORNEM SEGURADOS. POIS A PREVENÇÃO É MUITO BARATA EM COMPARAÇÃO A GASTOS EXTRAS. [email protected]

    ¬ Responder
  • silvanosilvano

    15-05-2012 às 13:11:49

    está ok.
    gostaria que me enviassem o que têm sobre seguros e fundos de pensões.

    ¬ Responder
  • Emídio MatosEmídio Matos

    29-01-2012 às 10:39:26

    Gostaria de ser informado dos objectivos principais , na generalidade, do contrato de seguro.

    ¬ Responder
  • Alfredo AugustoAlfredo Augusto

    11-07-2011 às 16:10:53

    estou a preparar um trabalho sobre seguros, há possibilidades de dar-me algumas dicas

    ¬ Responder
  • Renata

    14-04-2011 às 21:08:06

    Gostaria de parabenizá-lo quanto a importância dos seguros. Achei o seu texto bem sucinto e preciso. Gostaria de saber se posso utilizá-lo para passar informações aos meus clientes?
    Att,
    Renata

    ¬ Responder
  • renato de menezesrenato de menezes

    22-01-2011 às 07:48:12

    estou a elaborar um programa sobre seguros e gostaria de contar com a vossa colaboracao, ou seja, no caso de organizarmos um workhosp sobre suguros em angola contamos com vossa presenca e experiencia.

    ¬ Responder
  • willian machadowillian machado

    06-01-2011 às 14:42:07

    esse assunto de seguro é muito importante
    gostaria que voces manda-se e-mails pra mim
    com mais informações sob o seguro.

    obrigado

    boa tarde

    ¬ Responder
  • Rivaneide FreitasRivaneide Freitas

    10-11-2010 às 16:22:19

    Obrigada, muito me ajudou seu texto.
    Parabéns, está ótimo!

    ¬ Responder

Comentários - A importância dos seguros

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Fine and Mellow

Ler próximo texto...

Tema: Música
Fine and Mellow\"Rua
"O amor é como uma torneira
Que você abre e fecha
Às vezes quando você pensa que ela está aberta, querido
Ela se fechou e se foi"
(Fine and Melow by Billie Holiday)

Ao assistir a Bio de Billie Holiday, ocorreu-me a questão Bluesingers x feminismo, pois quem ouve Blues, especialmente as mais antigas, as damas dos anos 10, 20, 30, 40, 50, há de pensar que eram mulheres submissas ao machismo e maldade de seus homens. Mas, as cantoras de Blues, eram mulheres extremamente independentes; embora cantassem seus problemas, elas não eram submissas a ponto de serem ultrajadas, espancadas... Eram submissas, sim, ao amor, ao bom trato... Essas mulheres, durante muito tempo, tiveram de se virar sozinhas e sempre que era necessário, ficavam sós ou mudavam de parceiros ou assumiam sua bissexualidade ou homossexualidade efetiva. Estas senhoras, muitas trabalharam como prostitutas, eram viciadas em drogas ou viviam boa parte entregues ao álcool, merecem todo nosso respeito. Além de serem precursoras do feminismo, pois romperam barreiras em tempos bem difíceis, amargavam sua solidão motivadas pelo preconceito em relação a cor de sua pele, como aconteceu a Lady Day quê, quando tocava com Artie Shaw, teve que esperar muitas vezes dentro do ônibus, enquanto uma cantora branca cantava os arranjos que haviam sido feitos especialmente para ela, Bilie Holiday. Foram humilhadas, mas, nunca servis; lutaram com garra e competência, eram mulheres de fibra e cheias de muito amor. Ouvir Billie cantar Strange Fruit, uma das primeiras canções de protestos, sem medo, apenas com dor na alma, é demais para quem tem sentimentos. O brilho nos olhos de Billie, fosse quando cantava sobre dor de amor ou sobre dor da dor, é insubstituível. Viva elas, nossas Divas do Blues, viva Billie Holiday, aquela que quando canta parte o coração da gente; linda, magnifica, incomparável, Lady Day.

O amor vai fazer você beber e cair
Vai fazer você ficar a noite toda se repetindo

O amor vai fazer você fazer coisas
Que você sabe que são erradas

Mas, se você me tratar bem, querido
Eu estarei em casa todos os dias

Mas, se você continuar a ser tão mau pra mim, querido
Eu sei que você vai acabar comigo

Pesquisar mais textos:

Sayonara Melo

Título:Fine and Mellow

Autor:Sayonara Melo(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios