Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Seguros > A importância de um seguro na sua habitação

A importância de um seguro na sua habitação

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Seguros
Comentários: 1
A importância de um seguro na sua habitação

O objetivo da grande maioria das pessoas que estão no mundo do trabalho é adquirir os meios necessários para a compra de uma casa, carro e móveis. No entanto com o constante aumento do custo de vida torna-se por vezes difícil de os obter sem recurso ao crédito.

Este facto faz com que seja necessário escolher o banco ou serviço que ofereça as melhores condições e facilidades de pagamento.

Depois de se efetuar uma pesquisa criteriosa de várias simulações, convêm ter em linha de conta que não se deve ultrapassar um terço do montante do rendimento mensal para se terem recursos para as despesas dos bens essenciais, como alimentação, vestuário, despesas de luz, água e gás e outras de necessidade premente.

Deste modo é de extrema importância ter um reforço de dinheiro numa conta poupança ou plano poupança reforma a fim de garantir o futuro. Se por um lado ter um imóvel próprio sem ter que andar com arrendamentos é bom, por outro não se deve descuidar as necessidades básicas em função deste.

Deve ainda evitar-se o facto desagradável de se acumularem as prestações ou mesmo ter de o vender. A solução passa por escolher de acordo com as possibilidades que se tem e não por ser moda comprar casa ou outro imóvel. Como hoje em dia as facilidades de recurso ao crédito são bastantes e atrativas torna-se útil aproveitá-las sem cair em abusos de ter vários créditos.

Deste modo os juros acumulam tornando muito difícil o seu pagamento. As despesas com habitação constituem uma fatia considerável do orçamento cabendo a cada um decidir a quantia que deve disponibilizar para esta sem ter que cortar nas outras. É importante fazer sempre um seguro de vida e outro contra incêndios e roubos.

Deste modo assegura a sua proteção e segurança em caso de risco de morte ou roubos muito comuns na época atual.

No que diz respeito a estes serviços existe uma enorme variedade de escolha de seguradoras que estão normalmente associadas aos bancos que fazem os empréstimos.


Teresa Maria Batista Gil

Título: A importância de um seguro na sua habitação

Autor: Teresa Maria Gil (todos os textos)

Visitas: 0

623 

Imagem por: Wiros

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • SophiaSophia

    29-05-2014 às 16:57:33

    Boas informações que nos faz refletir em quão bom é ter um seguro habitacional. Gostei do texto, bem esclarecedor e útil!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Comentários - A importância de um seguro na sua habitação

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Martelos e marrettas

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Ferramentas
Martelos e marrettas\"Rua
Os martelos e as marretas são, digamos assim, da mesma família. As marretas poderiam apelidar-se de “martelos com cauda”. Elas são bastante mais robustas e mantêm as devidas distâncias: o cabo é maior.

Ambos constituem, na sua génese, amplificadores de força destinados a converter o trabalho mecânico em energia cinética e pressão.

Com origem no latim medieval martellu, o martelo é um instrumento utilizado para “cacetear” objectos, com propósitos vários, pelo que o seu uso perpassa áreas como o Direito, a medicina, a carpintaria, a indústria pesada, a escultura, o desporto, as manifestações culturais, etcétera, variando, naturalmente, de formas, tamanhos e materiais de composição.

A diversidade dos martelos é, realmente, espantosa. O mascoto, por exemplo, é um martelo grande empregue no fabrico de moedas. Com a crise económica que assola o mundo actualmente, já se imaginam os governantes, a par dos banqueiros, de martelo em punho para que não falte nada às populações…

Há também o marrão que, mais do que o “papa-livros” que tira boas notas a tudo, constitui um grande martelo de ferro, adequado para partir pedra. Sempre poupa trabalho à pobre água mole…

O martelo de cozinha serve para amaciar carne. Daquela que se vai preparar, claro está, e não da de quem aparecer no entretanto para nos martelar a paciência…!

Já no âmbito desportivo, o lançamento do martelo representa uma das provas olímpicas, tendo sido recentemente adoptado na modalidade feminina. Imagine-se se, em vez do martelo, se lançasse a marreta… seria, certamente, mesmo sem juiz nem tribunal, a martelada que sentenciaria a sorte, ou melhor, o azar de alguém!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Martelos e marrettas

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: Wiros

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios