Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Imóveis Venda > Esteja atento às taxas de financiamento

Esteja atento às taxas de financiamento

Categoria: Imóveis Venda
Visitas: 2
Esteja atento às taxas de financiamento

Realizar o sonho de ter um imóvel próprio, é um ideal que quase todas as pessoas compartilham pelo fato de ter uma estabilidade de moradia mas, nem sempre é possível fazer a aquisição da tão sonhada residência com recursos próprios, sendo necessário a utilização de financiamento para efetivação da compra. Antes de mais nada, é preciso escolher a isntituição bancária que concederá o financiamento ou a construtora que estiver oferecendo venda na planta, buscar junto aos órgãos reguladores das instituições financeiras e avaliar a idôniedade da instituição é o primeiro passo.

Algumas pessoas não acham ser necessário fazer esse tipo de pesquisa mas é bastante relevante, uma vez que o financiador também fará como normas de garantia, avaliação do candidato solicitante ao financiamento, é uma norma comum e importante. Portano, se a instituição financiadora pode avaliar o candidato, sem dúvida o mesmo pode ser feito para avaliar o banco ou a construtora, afinal, trata-se de um negócio no qual a relação mútua será a longo prazo.

Diante da aprovação do finaciamento, deve-se ter atenção às taxas que serão atribuídas ao financiamento. Em geral, os juros são reajustados anualmente mas é de suma importância saber qual o índice de reajuste utilizado como base de reajuste, informar-se se o financiamento pretendido deixa alguma margem de resíduo no término das mensalidades. Quem desconhece essa possíbilidade, deve estar se perguntando: Como assim, terminei de pagar todas as mensalidades estipuladas e ainda tenho débito com o banco? A resposta é sim, não é via de regra geral mas deve-se levar em conta para evitar surpresas; questione, se informe e leia todo o contrato antes de assinar.

Às vezes, no momento do fechamento do contrato, devido a tantas claúsulas, não se consegue ler tudo ou até acontece do contratante ficar um pouco constrangido em pedir para ler, temendo que o agente responsável pela execução do contrato pense estar com desconfianças infundadas.
A boa notícia é que não precisa sentir constrangimento algum, ou se pede uma minuta ou pede-se um momento para leitura, é perfeitamente aceitável.

Esclarecendo melhor a quetão de no fim das mensalidades haver resíduo, esse detalhe tem a ver com o tipo de financiamento que permite uma última avaliação comparativa, na qual, o proprietário para fazer a quitação precisa pagar um determinado valor em aberto, é uma opção pouco usada mas ela existe, a sugestão é sempre optar por financiamentos que não tenham resíduos para evitar surpresas. Por isso, na compra do imóvel por sistema de financiamento, tem de se estar com muita atenção às taxas e ao contrato.



Sílvia Baptista

Título: Esteja atento às taxas de financiamento

Autor: Sílvia Baptista (todos os textos)

Visitas: 2

604 

Imagem por: Son of Groucho

Comentários - Esteja atento às taxas de financiamento

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Pulp Fiction: 20 anos depois

Ler próximo texto...

Tema: Arte
Pulp Fiction: 20 anos depois\"Rua
Faz hoje 20 anos que estreou um dos mais importantes ícones cinematográficos americanos.

Pulp Fiction é um marco do cinema, que atirou para a ribalta Quentin Tarantino e as suas ideias controversas (ainda poucos tinham visto o brilhante “Cães Danados”).

Repleto de referências ao cinema dos anos 70 e com uma escolha de casting excepcional, Pulp Fiction conquistou o público com um discurso incisivo (os monólogos bíblicos de Samuel L. Jackson são um exemplo disso), uma violência propositadamente mordaz e uma não linearidade na sucessão dos acontecimentos, tudo isto, associado a um ritmo alucinante.

As três narrativas principais entrelaçadas de dois assassinos, um pugilista e um casal, valeram-lhe a nomeação para sete Óscares da Academia, acabando por vencer na categoria de Melhor Argumento Original, ganhando também o Globo de Ouro para Melhor Argumento e a Palma D'Ouro do Festival de Cannes para Melhor Filme.

O elenco era composto por nomes como John Travolta, Samuel L. Jackson, Bruce Willis, Uma Thurman e (porque há um português em cada canto do mundo) Maria de Medeiros.

Para muitos a sua banda sonora continua a constar na lista das melhores de sempre, e na memória cinéfila, ficam eternamente, os passos de dança de Uma Thurman e Travolta.

As personagens pareciam ser feitas à medida de cada actor.
Para John Travolta, até então conhecido pelos musicais “Grease” e “Febre de Sábado à Noite”, dar vida a Vincent Vega foi como um renascer na sua carreira.

Uma Thurman começou por recusar o papel de Mia Wallace, mas Tarantino soube ser persuasivo e leu-lhe o guião ao telefone até ela o aceitar.

Começava ali uma parceria profissional (como é habitual de Tarantino) que voltaria ao topo do sucesso com “Kill Bill”, quase 10 anos depois.

Com um humor negro afiadíssimo, Tarantino provou em 1994 que veio para revolucionar o cinema independente americano e nasceu aí uma inspirada carreira de sucesso, que ainda hoje é politicamente incorrecta, contradizendo-se da restante indústria.

Pulp Fiction é uma obra genial. Uma obra crua e simultaneamente refrescante, que sobreviveu ao tempo e se tornou um clássico.
Pulp Fiction foi uma lição de cinema!

Curiosidade Cinéfila:
pulp fiction ou revista pulp são nomes dados a revistas feitas com papel de baixa qualidade a partir do início de 1900. Essas revistas geralmente eram dedicadas às histórias de fantasia e ficção científica e o termo “pulp fiction” foi usado para descrever histórias de qualidade menor ou absurdas.

Pesquisar mais textos:

Carla Correia

Título:Pulp Fiction: 20 anos depois

Autor:Carla Correia(todos os textos)

Imagem por: Son of Groucho

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios