Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Jóias Relógios > Como escolho Alianças?

Como escolho Alianças?

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Jóias Relógios
Visitas: 10
Comentários: 3
Como escolho Alianças?

Usar aliança foi a forma encontrada para materializar os sentimentos do amor, da cumplicidade e dos afetos entre duas pessoas.

O seu formato redondo, sem cantos, representa a eternidade, sinal de que o amor não tem fim.

A escolha das alianças corresponde a uma das etapas mais importantes na preparação de um casamento, uma vez que simbolizam o compromisso, o amor e a união de um casal. É o anel mais especial de todos. A busca das alianças perfeitas deverá portanto, ser feita a dois.

Atualmente, o mercado disponibiliza uma enorme variedade de modelos, de materiais e de espessuras: de ouro amarelo ou branco, de platina, com brilhantes ou pedras preciosas, finas ou grossas, opacas ou brilhantes, mais clássicas ou mais modernas, estampadas ou lisas, com texturas ou gravações, as possibilidades de escolha são quase infinitas. Há alianças para todos os gostos, estilos e carteiras. Convém por isso que seja uma escolha feita com algum tempo relativamente à data do casamento.

As alianças vão ser um acessório usado todos os dias, e para o resto da vida, de valor inestimável e que muitos consideram como mais um membro do corpo. Como tal, mais do que seguir modas, deverá ter-se em conta o estilo de vida e os gostos pessoais no momento da escolha, para que não se cansem facilmente delas.

Acima de tudo, e muito importante, as alianças deverão ser confortáveis, pois não deverão impedir de fazer as tarefas do dia a dia. Deverão também ser resistentes e duráveis.

Um dos pontos importantes é se desejam que as alianças combinem com o anel de noivado da noiva.
Outro critério é se pretendem seguir uma tradição familiar ou representar alguma herança cultural, ou se apenas desejam alianças que representem o vosso compromisso.

Há noivos que gostam de levar em conta o formato das mãos no momento da escolha: alianças mais finas combinam melhor com mãos pequenas e esguias ao passo que alianças mais grossas ficam melhor em mãos maiores e mais largas.

As alianças não têm de ser necessariamente iguais. Há casais que gostam de marcar pela diferença. A aliança da noiva, por exemplo, poderá ter um brilhante e a do noivo não.

Outro ponto a levar em conta é se desejam gravar algo nas alianças a data do casamento, os vossos nomes, ou uma frase que signifique algo para ambos.

Parece realmente uma tarefa complicada. Todavia, quando os vossos olhos se cruzarem com as “vossas” alianças, os vossos corações de imediato as vão identificar.


Catarina Bandeira

Título: Como escolho Alianças?

Autor: Catarina Bandeira (todos os textos)

Visitas: 10

816 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 3 )    recentes

  • Briana AlvesBriana

    20-09-2014 às 13:43:38

    Um dos momentos mais incríveis na vida do casal é a escolha de uma bela e bonita aliança. Por isso, não se deve decidir nas pressas, é preciso tempo para procurar e quando encontrar, comprem logo! Uma representação de uma união eterna.

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    09-05-2014 às 15:40:24

    Uma aliança que não tem fim. Assim, o amor deve ser entre o casal que assume um compromisso no altar. Tão bom seria se apenas o uso de uma aliança confirmasse a eternidade do amor, mas ela é um simbolismo. O compromisso vem do coração.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoGuida N.

    16-03-2009 às 08:15:01

    Sim, claro alianças! Sim muitas alianças!

    Estou separada e prefiro um homem que tenha a nobreza de respeitar completamente o compromisso, do que a melhor aliança do mundo.

    Os homens e os compromissos não se dão bem.

    È pena.
    Homens!

    ¬ Responder

Comentários - Como escolho Alianças?

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Martelos e marrettas

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Ferramentas
Martelos e marrettas\"Rua
Os martelos e as marretas são, digamos assim, da mesma família. As marretas poderiam apelidar-se de “martelos com cauda”. Elas são bastante mais robustas e mantêm as devidas distâncias: o cabo é maior.

Ambos constituem, na sua génese, amplificadores de força destinados a converter o trabalho mecânico em energia cinética e pressão.

Com origem no latim medieval martellu, o martelo é um instrumento utilizado para “cacetear” objectos, com propósitos vários, pelo que o seu uso perpassa áreas como o Direito, a medicina, a carpintaria, a indústria pesada, a escultura, o desporto, as manifestações culturais, etcétera, variando, naturalmente, de formas, tamanhos e materiais de composição.

A diversidade dos martelos é, realmente, espantosa. O mascoto, por exemplo, é um martelo grande empregue no fabrico de moedas. Com a crise económica que assola o mundo actualmente, já se imaginam os governantes, a par dos banqueiros, de martelo em punho para que não falte nada às populações…

Há também o marrão que, mais do que o “papa-livros” que tira boas notas a tudo, constitui um grande martelo de ferro, adequado para partir pedra. Sempre poupa trabalho à pobre água mole…

O martelo de cozinha serve para amaciar carne. Daquela que se vai preparar, claro está, e não da de quem aparecer no entretanto para nos martelar a paciência…!

Já no âmbito desportivo, o lançamento do martelo representa uma das provas olímpicas, tendo sido recentemente adoptado na modalidade feminina. Imagine-se se, em vez do martelo, se lançasse a marreta… seria, certamente, mesmo sem juiz nem tribunal, a martelada que sentenciaria a sorte, ou melhor, o azar de alguém!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Martelos e marrettas

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios