Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Jóias Relógios > Como Ajustar a Pulseira de Relógios CASIO

Como Ajustar a Pulseira de Relógios CASIO

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Jóias Relógios
Visitas: 1.375
Comentários: 12
Como Ajustar a Pulseira de Relógios CASIO

Os relógios CASIO semelhantes ao da fotografia são atualmente muito usados e apreciados por um público maioritariamente feminino, tanto pelo seu design simultaneamente atual e intemporal como pelo custo relativamente baixo aliado à qualidade.

Quando adquiri o meu, semelhante ao da imagem, há cerca de um mês atrás, deparei-me com uma insistente dificuldade em ajustar a bracelete, pelo que, adquirida a técnica, quero agora partilhar a dica e ajudar quem se depare com o mesmo obstáculo porque, sendo muito simples (é tempo desperdiçado levá-lo ao relojoeiro mais próximo), é preciso saber como proceder. Estando consciente da dificuldade de escrever o que seria melhor ilustrado por imagens, aqui fica, no entanto, a dica, com votos de que alguém encontre nela a esperada utilidade:

-Disponha o seu relógio, com a bracelete aberta, numa superfície plana, com o mostrador para cima mas de forma que fique a ver as horas voltadas "de pernas para o ar";

- Peque num objeto afiado e duro mas estreito, como uma lima de unhas ou uma agulha mais grossa que as usualmente usadas na costura (servirá uma agulha de tricot ou de coser lã);

- Tendo o relógio na posição que acima indiquei, tem do lado oposto ao seu corpo a peça que serve para selar a bracelete, que é também aquela que vai mover para conseguir apertá-la. Nela, vê dois cilindros da espessura aproximada de uma agulha. Aproximando o objeto do primeiro (ou seja, o que está mais próximo do mostrador) cilindro, que é o mais pequeno, insira o objeto pequeno e afiado no centro e por baixo da pequena cavidade e impulsione a lima ou agulha para cima. A peça que serve de fecho à pulseira do relógio desprende-se com este leve impulso e pode agora movimentá-la ao longo da bracelete e ajustá-la, tendo sempre o cuidado de deixar alguma folga (deve ter sempre espaço para inserir um dedo entre o pulso e o relógio, para que não se torne incómodo).

- Depois de ajustado, resta fechar a peça que acabou de movimentar ao longo da pulseira, colocar o relógio no pulso e desfrutar do seu novo relógio, agora pronto a utilizar.


Sofia Nunes

Título: Como Ajustar a Pulseira de Relógios CASIO

Autor: Sofia Nunes (todos os textos)

Visitas: 1.375

781 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 12 )    recentes

  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoRonaldo

    02-09-2016 às 17:32:04

    Bah, muito fácil mesmo!

    ¬ Responder
  • Vicente SilvaVicente

    18-09-2014 às 19:21:36

    Boas dicas, adorei saber como ajustar a pulseira de relógios Casio. Ele é um dos melhores no mercado, então deve-se cuidar muito bem.

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    08-05-2014 às 19:30:25

    Ótimas explicações. Ajustar o relógio depende muito da marca. Cada uma tem o seu diferencial, mas no caso da Casio é bem simples. A Rua Direita agradece demais!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoIlana

    04-03-2014 às 00:29:30

    Valeu pela dica, ajudou muito!

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de Climatização

    27-10-2013 às 15:03:12

    Foi super simples ajustá-lo, graças ao seu post. Muito obrigada por compartilhar ; )

    ¬ Responder
  • Francielle

    23-10-2013 às 01:30:33

    Ajudou pra caramba!!! Valeu messsmo!

    ¬ Responder
  • Mateus

    02-10-2013 às 19:09:51

    o amor é como o vento nós não podemos vê só podemos sentir!!!

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoBeatriz

    27-08-2013 às 02:12:17

    Sofia, muito obrigada, seu post era o que eu precisava para ajustar a pulseira do meu Casio. Tive que comprar um segundo relógio, porque o primeiro, novinho, levei a um camelô que acerta relógios, baterias, pulseiras e etc e ele conseguiu estragar a trava. Estou muito feliz, agora!! :)

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoRodrigo

    04-08-2013 às 06:28:51

    muito bom, facil demais. muito obrigado

    ¬ Responder
  • Stesio Almeida

    16-07-2013 às 09:49:04

    Obrigado consegui

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoThais Goulart

    14-03-2013 às 16:28:43

    ajudou muitooo obrigada

    ¬ Responder
  • Roberta

    25-01-2013 às 21:46:47

    Valeu! Obrigada!

    ¬ Responder

Comentários - Como Ajustar a Pulseira de Relógios CASIO

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os descendentes de Eça

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Literatura
Os descendentes de Eça\"Rua
Recentemente, por via da comunicação social, soubemos da entrega do prémio Leya, a um trineto de Eça de Queirós. Julgo que bastou essa noticia, para que todos ficássemos curiosos sobre os seus descendentes…esse mistério, como o Mistério da Estrada de Sintra, começou a adensar-se entre quem se interessa por estas coisas da literatura e da genealogia…então aqui deixo algumas notas que poderão ser importantes para quiçá, um dia, um qualquer jornalista, ou editor, se lembre, de conseguir reunir todos os seus descendentes vivos e se tire uma fotografia de família.

José Maria Eça de Queirós, escritor pródigo da nossa nação, contraiu matrimónio em 1886, com Emília de Castro Pamplona Resende, condessa de Resende, deixando à data de sua morte, em Paris, quatro filhos como seus descendentes e herdeiros diretos; foram eles António Eça de Queirós, Maria Eça de Queirós, Alberto Eça de Queirós e José Maria Eça de Queirós; portanto três meninos e uma menina.
Através do site Geneall.net, foi possível perceber as linhas genealógicas que se seguiram aos seus filhos. No entanto, nem todos os nomes dos seus bisnetos e trinetos estão aí presentes, com certeza por motivos de ordem pessoal, de resguardo da privacidade, motivos que não podemos questionar. Porém, é possível, pelo menos determinar a existência desses membros da família queirosiana.

De antemão sabemos que não houve descendência por parte de dois dos seus filhos, António Eça de Queirós e de Alberto Eça de Queirós.
Maria Eça de Queirós teve dois filhos, uma menina e um menino, porém a menina morreu muito nova, ficando apenas o menino, de seu nome Manuel Pedro Benedito de Castro, que mais tarde casou com Maria da Graça Salema de Castro, a mulher que se tornou a primeira diretora da Fundação Eça de Queirós, na casa de Tormes, pertença da família da esposa de Eça de Queirós. Como Manuel Pedro Benedito de Castro não teve filhos, sabemos que por este ramo, terminou a descendência do escritor.

Convém, entretanto, acrescentar aqui uma curiosidade. Depois do regresso a Portugal da viúva de Eça, ela e os filhos, foram residir para a casa da Granja, pertencente à família de Sophia de Mello Breyner. Inicialmente como esta casa costumava ser arrendada pela família de Sophia, Emília de Castro, arrendou-a, vindo a compra-la uns anos depois. Portanto, é aqui nesta casa que ela cria os seus filhos, e é onde, José Maria Eça de Queirós, um dos seus filhos, permanece após a sua morte, tendo criado aqui os seus filhos e netos, e tendo aqui também falecido.

Podemos então seguramente afirmar que a sua grande linha de descendência parte do seu filho, com o mesmo nome, José Maria Eça de Queirós, que teve também ele, atente-se à curiosidade, quatro filhos, neste caso, ao inverso, um menino, e três meninas, respetivamente de seus nomes, Manuel Eça de Queirós, Maria das Dores Eça de Queirós, Matilde Maria de Castro de Eça de Queirós e Emília Maria de Castro Eça de Queirós. Esta ultima, Emília, teve ao que consta nove filhos, sendo que um deles, Afonso Maria Eça de Queirós Cabral, é quem atualmente preside à Fundação acima citada, depois da morte da primeira presidente, referida atrás, Maria da Graça Salema de Castro.

Manuel Eça de Queirós por sua vez teve seis filhos, Maria das Dores Eça de Queirós teve três filhos, e Matilde Maria de Castro de Eça de Queirós, dois filhos. Somados, contabilizamos vinte, os bisnetos do famoso escritor. Seria interessante avançar um pouco mais nos ramos genealógicos e aflorar quem são ou pelo menos, quantos são os trinetos e tetranetos de Eça, por conseguinte fica aqui o desafio, pois é certo que porventura alguns destes descendentes não se conhecem, e nunca terão trocado qualquer impressão sobre o seu ascendente, para uns, bisavô, para outros trisavô, e ainda para outros, tetravô.

Pesquisar mais textos:

Liliana Félix Leite

Título:Os descendentes de Eça

Autor:Liliana Félix Leite(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios