Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Desporto > Ingressos do Mundial 2014 já estão disponíveis: Confira os dias e horários da entrega!!!

Ingressos do Mundial 2014 já estão disponíveis: Confira os dias e horários da entrega!!!

Categoria: Desporto
Ingressos do Mundial 2014 já estão disponíveis: Confira os dias e horários da entrega!!!

Uma coisa é assegurar seu ingresso para a Copa do Mundo da FIFA, outra bem diferente - e emocionante – é agarrar esse ingresso com as próprias mãos e ver materializado o sonho de acompanhar de perto uma partida do Brasil 2014. Foi isso que os torcedores começaram a vivenciar a partir desta sexta-feira, quando foram abertos os Centros de Distribuição de Ingressos da FIFA, em dez cidades-sede.

Num país tão alucinado por futebol quanto o Brasil, o momento de recolher as entradas para um evento desses é, inevitavelmente, uma fonte de grandes histórias, como a de João Bosco Correia. Eram 10h da manhã – duas horas antes da abertura dos centros – e ele já havia percorrido o caminho desde Queimados, a 50km do Rio de Janeiro, até o Centro de Distribuição de Ingressos localizado no bairro carioca de Botafogo.

É essa sensação de estar diante de uma ocasião tão especial que anima os torcedores – e já há tempos. O caso de João Bosco é emblemático: ele comprou ingressos como presente de aniversário para sua filha, que completa 38 anos dia 19 de junho, um dia depois de os dois assistirem juntos ao jogaço entre Espanha e Chile, no Maracanã. Será a maneira de os dois darem continuidade a uma paixão que vem da geração anterior: o pai de João tem 97 anos e, em 1950, morava em São Paulo. Tomou um trem até o Rio de Janeiro só para ir ao Maracanã e assistir à decisão da Copa, quando o Brasil perdeu para o Uruguai. “É uma alegria enorme poder fazer como ele e ver Copa do Mundo no Maracanã”, diz João Bosco. “Só espero que eu tenha mais sorte.”

Mas no início das atividades havia também quem torcesse por algo bem diferente. É que teve até gente vindo de fora do Brasil para buscar seus ingressos, como era o caso do argentino Román Devit: ele aproveitou o feriado da Páscoa para pegar seus ingressos e visitar o Rio de Janeiro. Em junho, ele volta a sair de Córdoba rumo ao Brasil, para seguir todos os jogos da Argentina de Lionel Messi – para a qual comprou um Carnê de Ingressos para Seleção Específica (CISEL ou TST, na sigla em inglês). “Se tudo correr bem, o carnê vai longe, até ver a Argentina campeã”, sorri Román. “E, se for pra derrotar o Brasil na final, melhor ainda”, brinca ele, ao falar sobre a rivalidade entre as duas potências sul-americanas.

Entre 18 e 27 de abril, os Centros de Distribuição de Ingressos da FIFA que já estão abertos, em dez das doze cidades-sede, funcionarão somente às sextas-feiras, sábados e domingos - o centro de Porto Alegre está programado para ser aberto no dia 2 de maio, e é nesse mês também que será aberto o de Brasília. A partir da sexta-feira, dia 2 de maio, até um dia depois do último jogo da sede em questão, os centros estarão abertos sete dias por semana, seguindo esses horários de funcionamento:

Em abril e maio:
Segunda a Sexta: 12h às 20h
Sábado e Domingo: 10h às 18h

A partir de 1º de junho:
Segunda a Domingo: 9h às 21h

Para mais detalhes a respeito do funcionamento dos Centros de Distribuição de Ingressos da FIFA e a localização de cada um deles, acesse http://pt.fifa.com/worldcup/organisation/ticketing/ticket-information/ticket-collection/index.html.

Além disso, confira algumas dicas úteis para os torcedores sobre seus ingressos:

http://pt.fifa.com/worldcup/news/y=2014/m=4/news=confira-guia-sobre-os-ingressos-da-copa-do-mundo-da-fifa-2320659.html


Rua Direita

Título: Ingressos do Mundial 2014 já estão disponíveis: Confira os dias e horários da entrega!!!

Autor: Rua Direita (todos os textos)

Visitas: 0

601 

Comentários - Ingressos do Mundial 2014 já estão disponíveis: Confira os dias e horários da entrega!!!

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os descendentes de Eça

Ler próximo texto...

Tema: Literatura
Os descendentes de Eça\"Rua
Recentemente, por via da comunicação social, soubemos da entrega do prémio Leya, a um trineto de Eça de Queirós. Julgo que bastou essa noticia, para que todos ficássemos curiosos sobre os seus descendentes…esse mistério, como o Mistério da Estrada de Sintra, começou a adensar-se entre quem se interessa por estas coisas da literatura e da genealogia…então aqui deixo algumas notas que poderão ser importantes para quiçá, um dia, um qualquer jornalista, ou editor, se lembre, de conseguir reunir todos os seus descendentes vivos e se tire uma fotografia de família.

José Maria Eça de Queirós, escritor pródigo da nossa nação, contraiu matrimónio em 1886, com Emília de Castro Pamplona Resende, condessa de Resende, deixando à data de sua morte, em Paris, quatro filhos como seus descendentes e herdeiros diretos; foram eles António Eça de Queirós, Maria Eça de Queirós, Alberto Eça de Queirós e José Maria Eça de Queirós; portanto três meninos e uma menina.
Através do site Geneall.net, foi possível perceber as linhas genealógicas que se seguiram aos seus filhos. No entanto, nem todos os nomes dos seus bisnetos e trinetos estão aí presentes, com certeza por motivos de ordem pessoal, de resguardo da privacidade, motivos que não podemos questionar. Porém, é possível, pelo menos determinar a existência desses membros da família queirosiana.

De antemão sabemos que não houve descendência por parte de dois dos seus filhos, António Eça de Queirós e de Alberto Eça de Queirós.
Maria Eça de Queirós teve dois filhos, uma menina e um menino, porém a menina morreu muito nova, ficando apenas o menino, de seu nome Manuel Pedro Benedito de Castro, que mais tarde casou com Maria da Graça Salema de Castro, a mulher que se tornou a primeira diretora da Fundação Eça de Queirós, na casa de Tormes, pertença da família da esposa de Eça de Queirós. Como Manuel Pedro Benedito de Castro não teve filhos, sabemos que por este ramo, terminou a descendência do escritor.

Convém, entretanto, acrescentar aqui uma curiosidade. Depois do regresso a Portugal da viúva de Eça, ela e os filhos, foram residir para a casa da Granja, pertencente à família de Sophia de Mello Breyner. Inicialmente como esta casa costumava ser arrendada pela família de Sophia, Emília de Castro, arrendou-a, vindo a compra-la uns anos depois. Portanto, é aqui nesta casa que ela cria os seus filhos, e é onde, José Maria Eça de Queirós, um dos seus filhos, permanece após a sua morte, tendo criado aqui os seus filhos e netos, e tendo aqui também falecido.

Podemos então seguramente afirmar que a sua grande linha de descendência parte do seu filho, com o mesmo nome, José Maria Eça de Queirós, que teve também ele, atente-se à curiosidade, quatro filhos, neste caso, ao inverso, um menino, e três meninas, respetivamente de seus nomes, Manuel Eça de Queirós, Maria das Dores Eça de Queirós, Matilde Maria de Castro de Eça de Queirós e Emília Maria de Castro Eça de Queirós. Esta ultima, Emília, teve ao que consta nove filhos, sendo que um deles, Afonso Maria Eça de Queirós Cabral, é quem atualmente preside à Fundação acima citada, depois da morte da primeira presidente, referida atrás, Maria da Graça Salema de Castro.

Manuel Eça de Queirós por sua vez teve seis filhos, Maria das Dores Eça de Queirós teve três filhos, e Matilde Maria de Castro de Eça de Queirós, dois filhos. Somados, contabilizamos vinte, os bisnetos do famoso escritor. Seria interessante avançar um pouco mais nos ramos genealógicos e aflorar quem são ou pelo menos, quantos são os trinetos e tetranetos de Eça, por conseguinte fica aqui o desafio, pois é certo que porventura alguns destes descendentes não se conhecem, e nunca terão trocado qualquer impressão sobre o seu ascendente, para uns, bisavô, para outros trisavô, e ainda para outros, tetravô.

Pesquisar mais textos:

Liliana Félix Leite

Título:Os descendentes de Eça

Autor:Liliana Félix Leite(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios