Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Instrumentos Musicais > Habilite-se... a aprender!

Habilite-se... a aprender!

Visitas: 2
Comentários: 1
Habilite-se... a aprender!

Um instrumento musical é, na sua génese, um objecto construído com o propósito de produzir sons melodiosos a que se chama música. Os muitos tipos de instrumentos podem ser classificados de diversos modos, prendendo-se uma das mais usuais com a forma pela qual a sonância é produzida. O estudo dos instrumentos musicais é apelidado de organologia.

Existe na maioria das pessoas interesse por aprender a tocar um qualquer instrumento musical, quer por paixão, tradição familiar, gosto, necessidade de um hobby, pretensão de enriquecer o currículo de cultura geral, curiosidade, o que seja. Esta cultivação pessoal é muito útil, até para evitar dizer barbaridades do estilo: «A trompa de Eustáquio é o instrumento musical de sopro inventado pelo grande músico belga Eustáquio, de Bruxelas», ou: «A harpa é uma asa que toca». Qual seria a definição para trombone?...

Os psicólogos afirmam que a iniciação musical constitui uma fonte de prazer e de socialização. Estimula a sensibilidade, incrementa a auto-estima e impõe a necessária disciplina. Em acréscimo, pode corresponder ao despertar de uma vocação e, quiçá, de uma profissão! Cinema, teatro, televisão, acompanhamento de cantores ou uma orquestra podem apresentar-se como saídas profissionais viáveis. São raros, todavia, os pais que encaram a educação musical como um elemento relevante na formação pessoal dos filhos.

As crianças e adolescentes não precisam de provas dadas de talento para ingressar nos acordes sonoros. A aptidão é espicaçada pelo contacto com os instrumentos. Para suscitar este interesse é fundamental crescer numa atmosfera de rendição à boa música. Entre os três e os seis anos, aprende-se a discernir as notas e detectam-se preferências e empatias com determinados tipos de som (percussão, cordas ou sopro). Para praticar, tem de se ter o instrumento em casa. Contudo, não é conveniente nem saudável obrigar os pequenos a estar todo o dia agarrados a ele, sob pena de provocar enjoo e levar à desistência.

Aprender a tocar um instrumento musical, não só desenvolve uma nova habilidade, como proporciona o auto-conhecimento. Um tímido percebe que, afinal, consegue desinibir-se quando está a actuar, ou pode descobrir as suas capacidades de composição e improvisação. Por outro lado, a proximidade com a música faculta a exercitação dos dois hemisférios cerebrais, sendo que o lado responsável pela emoção desenvolve novas percepções melódicas, e a atenção às notas musicais, bem como a coordenação motora, fazem trabalhar a parte da razão. Efectivamente, a música propicia muitos ensinamentos, quer se trate de uma criança com três anos, quer falemos de um idoso. A aprendizagem de um instrumento vai muito para lá dos sons, da harmonia e do compasso…



Maria Bijóias

Título: Habilite-se... a aprender!

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 2

621 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • SophiaSophia

    07-05-2014 às 23:44:13

    Aprender a tocar um instrumento é um grande desafio. É preciso horas de treino, muito amor. Mas, o que nos faz querer aprender mesmo é quando vemos o resultado - é genial!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Comentários - Habilite-se... a aprender!

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Templos evangelicos

Ler próximo texto...

Tema: Evangélicas
Templos evangelicos\"Rua
Com esta nova disputa entre líderes dos partidos religiosos, o pastor Plantomilho Santiago líder da instituição não caridosa IMUNDIAL , também demonstra grande interesse em construir seu próprio Templo.

Em entrevista, Plantomilho Santiago, disse que o tema do seu Templo, será mais voltado para o rural, o caipira, o campo, tipo uma FAZENDONA SAGRADA.

Na fazendona Sagrada, além dos cultos a base de sons de viola caipira, e degustações de cachaças artesanais, broas de milho e danças típicas do rural, contara também com atividades extra culto-caipira, tais como:

Ordenha da teta ungida da vaca de Abrãao; onde o iniciado, tem o privilegio de retirar da teta ungida, a mesma quantidade que ele tiver em créditos mensais dos dízimos ou carnês fornecidos e devidamente pagos na sede da Fazendona Sagrada;

Terá também a atividade do plantio da mandioca da prosperidade;
Contara com uma grande equipe de obreiros-caipiras, com trajes e chapéus da consciência tranquila do campo. *Chapéu que é também vendido na F.S;

Toda manhã, na Fazendona Sagrada, acontecem as colheitas dos limões de Israel, que é utilizado na caipirinha de judas;

Todos os domingos, é celebrado o churrascão pentecostal, com carne de bovino virgem e sem chifre, ao som do parceiro de Plantomilho Santiago, o excêntrico Péca Pagodinho.

Além de todas estas atrações, o Templo Fazendona Sagrada, também conta com corretores de plantão, para aqueles que quiserem comprar um lotinho ao lado.

O templo,é um projeto futuro, mas já estão á venda o carnê para ingresso ao templo.
Carnê vendido numa das filiais da IMUNDIAL de todo o Brasil.

Padre Fabio Ti Mélo, anunciou nesta ultima segunda-feira a construção do Templo Fitness.
Por ser um devotão da missa das vaidades, o garanhão católico aproveitou a ideia nesta onda fitness para também ter seu Templo.

Ele não disse muito sobre os futuros projetos, mas vazaram algumas informações sobre este novo empreendimento.

Nesta academia cristã, terá danças aeróbicas com “passinhos” do papa frenético; Concorrente direto do Zumba;
Conta também com um espaço gourmet, com hóstias sem glúten, voltada para o publico das freiras paranoicas e vaidosas; Vinhos com adoçante e panetones sem sabor;
Terá a sauna sagrada, onde obesos aspirantes a padres entrarão e jejuaram por 40 dias dentro desta sauna;
Dentre outras atividades.

Ti Mélo, comentou também uma futura praia artificial no Vaticano. O galã do cálice, não se conforma com a inexistência de freiras de biquíni, e Padres surfistas, assim como ele, que adora tirar uma onda.

Bom, enquanto isso o Bispo Pedir MaisCedo pensa em novos produtos tais como as zorbas universais para o público homossexual, com o zíper para o acesso ao orifício não reprodutor. Com o slogan: Zorba do Adão visionário!
Segundo fontes, Bispo quer também iniciar a produção de águas pentas. Para concorrer com as bentas já existentes no mercado católico. Segundo o Bispo, essas novas águas pentas são perfeitas para a famosa sopa de Madalena, tal sopa mais uma vez será uma surpresa futura nas prateleiras dos hipermercados Univer/sal.

Outros textos do autor:
Templos evangelicos

Pesquisar mais textos:

Leandro Mastromauro

Título:Templos evangelicos

Autor:Leandro Mastromauro(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios